newsletter

Assinar

Quem pode, pode; quem não pode fica na mira da Lava Jato

"Se, supostamente, FHC tem um imóvel num condomínio de luxo podemos concluir que ele se apropriou de bens públicos"?
 
 
O rapaz que nos leva de Trancoso ao aeroporto de Porto Seguro nasceu no interior de São Paulo e morou por vinte anos em Curitiba, onde se formou em turismo. 
 
Há pouco mais de dez anos mudou-se com a família para o sul da Bahia e arrendou uma pousada. Depois montou com a irmã uma empresa de turismo. 
 
Pergunto dos negócios. “Vão bem, obrigado”, diz ele. Não se arrepende de ter fugido do frio da capital do Paraná para o calor intermitente da Bahia.  Ao longo da estrada de terra Trancoso – Arraial que percorremos com certa dificuldade, vamos conversando sobre diversos assuntos.  
 
Questiono por que ainda não asfaltaram aquele trecho. Ele me diz que o pessoal do condomínio “Terravista Golf” se opõe. “Vai juntar muita gente por aqui e esse pessoal gosta de exclusividade”.   
 
O condomínio de mansões é o mais luxuoso e exclusivo desse badalado litoral. A localização – sobre uma falésia com vista para o mar – é mesmo privilegiada. Passamos por ele à beira da estrada. O empreendimento, segundo o nosso guia, foi construído por um alemão de nome Michael, dono de uma das maiores empresas de cerâmicas de São Paulo, e conta com Campo de golfe de 18 buracos, além de um aeroporto privativo.  
 
No mesmo espaço estão as instalações do Club Med/Trancoso e do resort Txai em fase de acabamento.  “Fernando Henrique e seus familiares têm uma casa nesse condomínio e vivem por aqui no verão”, me informa o guia sem ser perguntado. 
 
“Eles vêm de jato privativo e não pegam essa estrada de terra” e sem complementar a frase afirma em um tom entre jocoso e conformado: “quem pode, pode...” 
 
Também o  Constantino, não o blogueiro mas o dono da Gol, costuma frequentar uma casa no local.  
 
Claro que não saí confirmando os fatos; não fui à imobiliária local para saber qual o preço do metro quadrado construído no condomínio “Terravista Golf”; não conversei com porteiros ou camareiras para saber se, de fato, FHC é habitué; não andei nas lojas de materiais de construção próximas pesquisando se casas foram reformadas e quem e como pagou cada reforma. Nem me cabia... 
 
Supondo verdadeira a história que o guia me relatou, a pergunta que se faz é: “e daí?”.  
 
Do fato –  suposto - de FHC frequentar ou ter um imóvel em um condomínio de luxo na Bahia e ser vizinho de Constantino, o dono da Gol não o blogueiro, podemos concluir que o ex-presidente se locupletou ou se apropriou de bens públicos? Que assaltou o erário? Que obteve favores indevidos em troca de medidas que tomou dentro de sua margem de discricionariedade administrativa de um presidente da República? Que se corrompeu? Que prevaricou?  
 
Qualquer pessoa de bom senso, que preze o Estado de Direito, a democracia, o princípio da presunção de inocência, o princípio da dignidade humana etc. diria que não.  
 
Substitua agora FHC por Lula e esse relato banal, corriqueiro, história frívola de fim de viagem, certamente ganharia as manchetes dos principais diários e revistas do País.  Se uma canoa de 4 mil reais, cotas de um apartamento no decadente Guarujá ou a reforma de um sítio “usado” por Lula e familiares em Atibaia geram esse estardalhaço, fácil imaginar o que ocorreria se Lula frequentasse o exclusivo “Terravista Golf” de Trancoso, pois não? Pior do que isso. 
 
Não apenas a imprensa se ocuparia do tema de manhã, de tarde e de noite, em seguidas e seriadas matérias, mas seriam mobilizados os órgãos de repressão do Estado.   
 
Provavelmente o caso se desdobrasse em mais uma fase da Lava Jato e ganhasse até um nome para ser marchetado no inconsciente coletivo: “operação 18 buracos”, em alusão ao campo de golfe; “operação capeta ou xiboquinha”, em referência aos drinques da região, quiçá do agrado de Lula? 
 
É que no Brasil de hoje, a investigação parte da pessoa para o fato.  Alguém deve ser criminalizado, então os agentes da repressão, como bons perdigueiros, saem a caça do crime.  Trata-se de uma inversão da ordem racional das coisas, que não chega a ser uma invenção genuinamente nossa. 
 
Outros regimes (e nós mesmos em outros contextos históricos) já adotaram esse ‘modus operandi’  para perseguir seus “desviantes”. Todos eles nada tinham de republicanos.  A novidade aqui é a criação de ilhas de exceção dentro do Estado de Direito, o que parece mais sutil, ainda que igualmente deletério.  
 
Ao decolar de Porto Seguro, o avião da Gol faz uma curva à direita e sobrevoa o litoral de Trancoso rumo ao sul.  Sentado na poltrona próximo à janela da aeronave, reconheço o condomínio “Terravista Golf”. Avisto o campo de golfe, a pista do aeroporto privado, as piscinas recortadas nos jardins das mansões. Penso comigo: “quem pode, pode...” 
Média: 4.5 (25 votos)
12 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Carla Antonia
Carla Antonia

Gente fina é outra coisa

Sendo do FHC ou de "amigos", ele pode. Os amigos do FHC, aqueles que, dizem, reformaram seu apartamento, aqueles que "prestam" o apartamento em Paris, aqueles que são sócios dele em fazendas... esses são Amigos de verdade, desinteressados. Os amigos do Lula, entretanto.... gente fina é outra coisa!

Seu voto: Nenhum

Perfeito. E quantos mais

Perfeito. E quantos mais textos como esse melhor. É preciso acuar essa tentativa de estabelecer uma ditadura judicial-midiática. Senão teremos que defender a democracia nas ruas, e dessa vez acho que não será tão pacífico como foi no ano passado

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Juliano Santos

imagem de Roberto Monteiro
Roberto Monteiro

O que teriam a dizer

os nossos defensores da ética, dos bons costumes e da boa moral sobre isso? Vou ficar aguardando.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Carlos Elísio
Carlos Elísio

Todos sabem

Bandidagem no psdb sempre comeu solta. Privatizações a preço de banana como demonstrado (demonstrado no Privataria Tucana, para os que berram: "coisa de petista") podem resultar em imóveis de luxo sim; porque não?

A história vai cuidar dos  facínoras que vem protagonizando cenas dignas de filme de terror, visando apenas retornar com o privilégio de poucos em detrimento do povo brasileiro.

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de naldo
naldo

Pois é vamos dar o beneficio

Pois é vamos dar o beneficio da duvida, o mesmo que negam a TODOS os petistas, vivos ou falecidos, tenham dó.......

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Não Vem Ao Caso

Não vem ao caso, pois conforme a nova doutrina que embasa a justiça brasileira, a partir de 2005, falta o elemento gerador basico à denúncia, para ser aceita, ou seja, algo que envolva ou possa envolver, o PT ou alguém ligado ao mesmo e que possa prejudica-lo políticamente.  

Seu voto: Nenhum (3 votos)

O maniqueísmo rasteiro para enganar os bobos

Tudo que uma pessoa má faz é maldade.

Tudo que uma pessoa boa faz é bondade.
Se João é bom, tudo que ele fizer é bom.
Se Pedro é mau, tudo que ele fizer é mau.
Se João matar, é bom. Foi para salvar outra vida, ou em legítima defesa, etc.
Se Pedro salvar a vida de alguém é mau. Vai querer explora-lo futuramente, chantagear sua família, etc.
Assim que devemos pensar.
Assim é na política, no futebol, nos negócios… na administração da Justiça.
Não é mesmo?
Ah, já ia me esquecendo, Lula é mau e FHC é bom. Ou vice versa. A diferença é que quem pensa o contrário não é dono de TVs, Jornais, Rádios, Portais e Revistas. E isso, num país continental faz uma pequena diferença.

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Quem constrói esse consenso

Quem constrói esse consenso acerca da bondade/maldade do outro? Se Cristo era bom pq virou demônio nas mãos do Estado durante o julgamento em que o povo o escolheu para a forca poupando Barrabás. Acabei de comentar noutro post acerca do papel de donos da velha mídia nesse processo de demonização do outro como parte do processo penal:

A mídia como participante do processo penal é uma excrescência no mundo do Direito e nas nações civilizadas. No entanto foi exatamente isso que, , em 2004 Moro colocou no papel, link no final do comentário, ele pensou a mídia enquanto parte atuante do processo penal: como espécie de mediadora, criando consenso na opinião pública para que o pais fique imaginando o acusado seja bandido e por isso merece a prisão perpétua, é baseado nisso que acontece essa demonização de Lula, até mesmo uma canoa de lata vira iate, absurdo total, mas os tribunais superiores nada fazem pq se pelam de medo, podem eles também, ministros do STF, STJ e TSE, serem demonizados e até perderem o cargo, sabendo que Carmem Lúcia será tão logo a presidente do STF a Globo já se apressou em lhe dar o famoso premio "Aquele que faz a diferença", pra Globo, claro. E viva o Direito Penal do Inimigo

Como a Lava Jato foi pensada como uma operação de guerra

http://jornalggn.com.br/noticia/como-a-lava-jato-foi-pensada-como-uma-op...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

 

...spin

 

 

imagem de Heraldo Fernandes
Heraldo Fernandes

TRIPLEX

Olha só o triplex do Lula, como não sei como colocar imagem aqui, colocarei em números:

2018

2006

2002

A luta continua!!!!

Seu voto: Nenhum (4 votos)

José Serra também tem uma

José Serra também tem uma mansão em Trancoso, só que no condomínio Alto do Segredo. Porém está no nome da filha, Verônica Serra. Essa casa jamais foi capa da VEJA e o MP nem a opinião pública jamais quis saber como a filha do Serra ficou milionária tão jovem. Muitas matérias até já foram feitas, mas a Justiça nunca se interessou em investigar. Mesmo porque estão todos ocupados em arrumar alguma coisa pra prender o Lula...

Seu voto: Nenhum (22 votos)
imagem de veranis
veranis

E aí eu espírito de porco,

E aí eu espírito de porco, alma do mal, fiquei pensando em tsunami bem alto....nada mais de empáfia, de nariz em pé, de roubos ou não para se ter o melhor, apenas o umbral para  vagar pela eternidade.

Seu voto: Nenhum (7 votos)

2038

Se o "fegacê" frequenta esse litoral é problema dele.

Mas se isso for distorcido por mídia, polícias, judiciário, paneleiros e etc. e servir para prejudicar o candidato dele, um tal de Haddad, à prefeitura da maior cidade do pais, ai é problema da democracia.

Pior ainda se for para prejudicar a candidatura presidencial do almirante ÇERRA45, vice fegacê em 2038......viiiiiiiixe!

Ai é tentativa de golpe!

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Lembra do acidente em 2011

  Nesta região, deste aeroporto privado, no qual estiveram envolvidos Eike Batista, que cedeu seu jatinho para Sérgio Cabral, conduzir a namorada do filho deste, junto com a mulher do Cavendish ( Construtora Delta ), e ambas morreram no acidente de helicoptero, que saiu deste aeroporto em destino ao Jacumã Resort.

Seu voto: Nenhum (8 votos)

junior50

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.