newsletter

Assinar

protesto

No aeroporto de Brasília, protesto alerta passageiros sobre 'vírus golpista'

Jornal GGN - Neste domingo (12), manifestantes protestaram no aeroporto de Brasília contra o governo do presidente interino Michel Temer, alertando os passageiros que chegavam na cidade sobre o 'vírus golpista'. Organizado pelo deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) e pelo grupo Resistência Democrática, o protesto se dividiu em três pontos do aeroporto para distribuir 1000 panfletos, com manifestantes utilizando máscaras cirúrgicas e adereços denunciando o golpe.

No panfleto, estavam descritos os sintomas de percepção distorcida da realidade política brasileira e o sofrimento com a limitação da liberdade de expressão, com recomendações como "não faltar às aulas de História no colégio" e "não assistir à TV Globo". Uma das manifestantes disse que o objetivo era protestar contra o golpe de uma forma divertida. Ao final do ato, os participantes gritaram palavras de ordem contra o presidente interino.

Leia mais »

Média: 4.6 (21 votos)

Manifestantes protestam contra golpe, mesmo sem consenso sobre futuro

Jornal GGN - Na última sexta-feira, a Avenida Paulista foi palco de mais um protesto contra o governo interino e provisório de Michel Temer. Atos também ocorreram em 24 estados e no Distrito Federal. O ex-presidente Lula esteve presente em São Paulo e no Rio de Janeiro centenas de pessoas cantaram uma paródia de Carmina Burana contra Temer.

A equipe do Jornal GGN esteve em São Paulo no ato convocado pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo. Composto por movimentos sociais, centrais sindicais e grupos de trabalhadores sem-terra e sem-teto, foram 100 mil às ruas ocupar a Avenida Paulista. O músico Chico Cesar cantou músicas de protesto e o público acompanhou em vozes unificadas clamando "Fora, Temer". 

Nossa equipe entrevistou alguns manifestantes para entender se querem ou não a volta da presidente. Embora muitos pedissem o seu retorno, também fizeram críticas ao seu governo, condenando as alianças políticas e o favorecimento às elites tradicionais. Ainda não existe um consenso geral sobre a melhor forma de retorno à normalidade, contudo é importante ressaltar que, mesmo sem consenso, o público disse estar unido para barrar o golpe. Guilherme Boulos, coordenador do MTST, afirmou que "esse é apenas o primeiro capítulo de uma série de protestos contra o governo interino de Michel Temer".

Leia mais »

Média: 3.6 (9 votos)

Para Nicolelis, governo Temer é “mafioso, medieval, medíocre”

Jornal GGN – O neurocientista Miguel Nicolelis esteve presente no Grito pela Democracia, realizado no último sábado (21) na Casa de Portugal, no bairro da Liberdade, em São Paulo. Ele afirmou que “o mundo hoje sabe que é golpe” o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff e chamou de “mafioso, medieval, medíocre”, o governo interino de Michel Temer.

"Fui embora do Brasil para perseguir a minha utopia, ser cientista. Mas a ciência só existe quando vem do homem. A felicidade de milhões não pode ser subjugada pela ganância de uma minoria", disse.

"Este Brasil não pertence aos homens brancos, milionários e alguns deles criminosos, que ocuparam o poder neste momento", continuou. "Eu quero o meu voto de volta. Eu quero no Palácio do Planalto a brasileira que foi eleita por 54 milhões de brasileiros. Eu só aceito a verdadeira presidente do Brasil sentada na cadeira da Presidência da República".

Leia mais »

Média: 4.8 (19 votos)

Com bolinhas de papel, grupo protesta contra José Serra em Buenos Aires

serra_protesto_bs_as.jpg

Jornal GGN - José Serra, ministro das Relações Exteriores, foi alvo de um protesto na noite deste domingo (22), ao chegar na embaixada brasileira em Buenos Aires, na Argentina, na sua primeira viagem oficial no comando do Itamaraty. Um grupo de cerca de 35 pessoas protestava contra o impeachment e lembraram um episódio da campanha de 2010, quando Serra era candidato e relatou uma agressão após uma bolinha de papel atingir sua cabeça, em uma caminhada no Rio de Janeiro.

Os manifestantes arremessaram bolinhas de papel nos veículos oficiais, chamaram o ministro de golpista e colocaram cartazes com o rosto de Serra na região da embaixada. Eles prometem uma nova mobilização nesta segunda-feira.

Leia mais »

Média: 5 (10 votos)

Aquarius é sucesso de crítica em Cannes

Jornal GGN – O filme brasileiro Aquarius chamou atenção no país por conta do protesto do elenco no tapete vermelho de Cannes contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. O filma também é acalmado pelo crítica por sua qualidade artística e técnica.

"As complexidades da sociedade brasileira, com seus estratos sociais e raciais, e também a importância dos laços familiares, se transformam em uma teia de aranha para Clara e o enredo. No final, você fica feliz de estar envolvido naquilo, e sem vontade de se libertar", escreveu o crítico do jornal britânico Daily Telegraph, Robbie Collinm, que deu cinco estrelas, a nota máxima, para o filme, descrito como "magnífico".

Leia mais »

Média: 4 (16 votos)

Brasileiros na Argentina organizam protesto contra Serra

Jornal GGN – Brasileiros residentes na Argentina organizam um ato de repúdio ao ministro interino das Relações Exteriores, José Serra. O evento está marcado para as 17h. Os manifestantes vão se reunir no Palácio Pereda, na Embaixada do Brasil em Buenos Aires.

“Levem bastante jornal velho e também cartazes, tambores, apitos, e aparatos barulhentos em geral”, pedem os organizadores em evento no Facebook.

Leia mais »

Média: 4.5 (15 votos)

Guarda Civil agride manifestantes em protesto contra Bolsonaro e Feliciano

Jornal GGN – Os deputados federais Marco Feliciano e Eduardo Bolsonaro estiveram em Guarulhos para um encontro com partidários do PSC na Câmara Municipal. Manifestantes da Marcha Mundial das Mulheres, grupos LGBT e sindicatos ligados à CUT e à Frente Brasil Popular fizeram um protesto contra os parlamentares. A Guarda Civil dispersou os manifestantes com bombas de efeito moral e cassetetes. Alguns manifestantes acabaram feridos, outros foram presos.

Enviado por Cidadão

Guarda Municipal agride manifestante em Guarulhos

Leia mais »

Média: 2.3 (3 votos)

Vitória das ocupações: marmitas para estudantes de Etecs

Da Rede Brasil Atual

Estudantes de período integral de Etecs receberão marmitas a partir de agosto

Pressão com ocupação do Centro Paula Souza, de escolas e diretorias de ensino forçou governo Alckmin a adotar medida em escolas que não possuem restaurante

São Paulo – A mobilização de estudantes secundaristas de escolas técnicas de São Paulo obteve a primeira vitória, anunciada pouco depois da reintegração de posse do Centro Paula Souza, executada pela tropa de Choque da Polícia Militar na manhã de hoje(6). Segundo o portal G1, o governo de Geraldo Alckmin (PSDB) cedeu à pressão dos estudantes para garantir alimentação nas Escolas Técnicas (Etec) que não possuem restaurante. O anúncio foi feito pelo diretor da Etec São Paulo, Nivaldo Freire, que disse que alunos de período integral de todas as Etecs passarão a receber marmitas a partir de agosto.

A página O Mal Educado, mantida por estudantes, comemorou a decisão como sendo a segunda vitória dos secundaristas contra o governo de Alckmin, que no ano passado anunciou publicamente a desistência da chamada reorganização do ensino devido às mobilizações estudantis.

Leia mais »

Média: 4 (4 votos)

Levante da Juventude faz escracho com senadora Ana Amélia

Jornal GGN – O Levante Popular da Juventude fez um escracho em frente ao escritório da senadora Ana Amélia Lemos, em Porto Alegre, por ela ter se manifestado favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em nota pública, o movimento social chamou a senadora de golpista, corrupta, e órfã da ditadura.

“Ana Amélia não nos representa e não representa o povo brasileiro. Não descansaremos até que a democracia seja reestabelecida. Não vamos aceitar o golpe! Golpistas, ruralistas, filhotes da ditadura: não passarão”.

Leia mais »

Média: 4.1 (19 votos)

Total de títulos protestados sobe 19,9% ao longo do ano

Sudeste contribuiu com maior parcela dos títulos protestados

Jornal GGN - O número total de títulos protestados no país aumentou 19,9% no total acumulado do ano em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo dados divulgados pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Mantida a base de comparação, os protestos das empresas e dos consumidores também cresceram, registrando 9,2% e 36,4%, respectivamente.

Na comparação interanual, os títulos protestados subiram 31,2%. Os protestos aumentaram 63,9% para os consumidores e 8,5% para as empresas. Na análise mensal, o número de títulos protestados subiu 2,0%. Para as famílias os números cresceram 7,3% e para as empresas recuaram 3%. Leia mais »

Sem votos

Trabalhadores da Mercedes-Benz paralisam produção

Jornal GGN – Os trabalhadores da fábrica da Mercedes-Benz de São Bernardo decidiram em assembleia que vão paralisar a produção por um dia. O ato de hoje (4) é um protesto contra a manifestação do presidente da montadora no Brasil, Phillipp Schiemer, que disse recentemente que é contrário à renovação do Programa de Proteção ao Emprego (PPE).

“A paralisação de hoje é um recado à direção da MBB. O presidente da montadora afirmou na semana passada que o PPE se esgotou e há um excedente de dois mil trabalhadores. Queremos deixar claro que queremos negociar uma solução conjunta, mas não aceitaremos demissões”, disse o diretor administrativo do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Moisés Selerges.

Leia mais »

Média: 3.7 (6 votos)

No Rio, mulheres se reúnem contra a ditadura

Jornal GGN – Um ato relembrou as vítimas da ditadura militar no 1º Batalhão de Polícia do Exército, no Rio de Janeiro, onde funcionava um centro de tortura do DOI-Codi. Manifestantes penduraram em um varal improvisado, fotos de mulheres presas e torturadas durante os anos de chumbo.

A manifestação foi convocada pela Marcha Mundial de Mulheres, em resposta aos elogios do deputado federal Jair Messias Bolsonaro ao torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra. “A ideia é falar das mulheres perseguidas, torturadas e mortas, justamente para mostrar indignação e fazer um contraponto ao deputado, em memória dessas mulheres e de Luana Barbosa – morta e torturada pela PM de SP”, disse Paola Bettamio. Mulheres. “Apesar da diferença anacrônica entre a ditadura e o que acontece hoje, a polícia e a tortura são resquícios do mesmo passado”.

Leia mais »

Média: 4.4 (7 votos)

Em todo o país, estudantes se mobilizam contra o impeachment

Jornal GGN – Nessa quinta-feira (28), a União Nacional dos Estudantes (UNE) vai realizar uma série de manifestações em todo o Brasil contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. A data está sendo chamada pelos estudantes de Dia Nacional de Paralisação nas Universidades em Defesa da Democracia.

Os atos acontecerão dentro e fora das universidades. Estão previstas manifestações em restaurantes universitários, na porta das faculdades, dentro das salas de aula. E atividades culturais, marchas, aulas públicas e assembléias.

Além dos alunos, participam também professores, funcionários e membros do corpo técnico e administrativo das universidades. Eles já vêm promovendo diversas atividades dentro das instituições de ensino desde que a pauta do impeachment avançou no país.

Os universitários não vêem base legal no processo de impedimento da presidente e questionam a legitimidade de sua condução por um presidente da Câmara dos Deputados (Eduardo Cunha) que é réu por corrupção.

Eles também não reconhecem a autoridade do vice-presidente Michel Temer. De acordo com documento aprovado pela direção da UNE, ele “conspira e quer levar adiante um projeto extremamente conservador e atrasado, com uma agenda neoliberal radical”.

Leia mais »

Média: 3.9 (7 votos)

Jovens fazem ato de escracho em frente à casa de Temer

Da Agência Brasil e Mídia Ninja

Manifestantes do movimento Levante Popular da Juventude fizeram um ato na manhã desta quinta (21) em frente à residência do presidente em exercício Michel Temer, no Alto de Pinheiros, zona oeste da capital paulista.

Carregando cartazes com imagens de Temer, instrumentos musicais, coreografias e gritos de “Não vai ter golpe”, os manifestantes protestaram entre as 08h e as 09h da manhã. Eles deixaram o local em um ônibus.

Segundo Larissa Sampaio, uma das integrantes do movimento, o ato foi destinado a chamar a atenção para o que chama de golpe contra a presidenta da República, Dilma Rousseff.

Leia mais »

Média: 4.6 (10 votos)

Alunos da rede estadual protestam contra desvio da merenda

Da Agência Brasil

Alunos de escolas técnicas estaduais protestam contra desvios de merenda em SP

Por Fernanda Cruz

Alunos de escolas técnicas estaduais fazem uma manifestação na praça Coronel Fernando Prestes, na Luz, centro da capital paulista. Eles reivindicam punição aos desvios na merenda escolar. A concentração do protesto começou às 7h, e, por volta das 10h30, o grupo vai seguir em passeata pela região central.

A Polícia Militar não fez estimativa do número de manifestantes no protesto, mas os estudantes calculam que pelo menos mil pessoas participam do ato, incluindo escolas de São Paulo, Tiquatira, Itaquera, Paulistano, Guaracy Silveira, Parque da Juventude e Professor Camargo Aranha.

Segundo Guilherme da Silva, de 15 anos, que estuda na Escola Estadual Amélia Kerr Nogueira, um grupo pulou catracas na estação Sumaré do metrô, região oeste, para chegar à manifestação no centro. Os 15 adolescentes, da Escola Fernão Dias Paes, disseram que sofreram agressões dos seguranças do metrô e que um deles foi detido e, depois, liberado.

“Eu fui tentar trocar ideia com o cara [segurança do metrô] e ele me deu um soco no nariz e numa menina. A gente seguiu o trajeto. Na estação Paraíso, quando fomos entrar no metrô, um estudante do Fernão Dias foi puxado pelo colarinho pelo segurança. Fizemos resistência para não levar aquele estudante”, disse Guilherme.

Leia mais »

Média: 5 (8 votos)