Bolsonaro posta vídeo falso sobre desabastecimento, apaga, pede desculpas

O vídeo foi uma forma de o mandatário voltar a atacar as medidas de isolamento social recomendadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e adotadas por prefeitos e governadores.

Jornal GGN – O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, postou em suas redes sociais um vídeo falso mostrando desabastecimento no Ceasa de Belo Horizonte. Foi desmascarado. Ato contínuo, removeu o vídeo de suas redes sociais e, como desculpa, disse não ter checado a veracidade.

O vídeo aparece em suas redes sociais um dia depois do pronunciamento, onde tentou um discurso menos infeliz e pedir pacto nacional contra o avanço do novo coronavírus. Mas o vídeo foi uma forma de o mandatário voltar a atacar as medidas de isolamento social recomendadas pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e adotadas por prefeitos e governadores.

E o vídeo foi apagado, mas os internautas não pouparam o presidente e criaram uma hashtag em sua homenagem, #BolsonaroDay, alusão ao 1º de abril, Dia da Mentira. O assunto foi um dos mais comentados no Twitter.

A desculpa veio à noite, no programa de José Luiz Datena, onde o mandatário se desculpou pela postagem e justificou o motivo de ter retirado de sua conta o vídeo. Ele também pediu desculpas pelo Facebook.

O tal vídeo, onde um homem reclama do desabastecimento e isenta o presidente de culpa, pois que queria a volta da normalidade, e culpa os governadores pelo caos, foi feito em horário de limpeza do local, quando a movimentação do Ceasa é pequena. A descoberta do cenário fake foi feita pela Rádio CBN. E a Rede Globo entrou no circuito mostrando imagens aéreas do local para desmentir o presidente.

Jair Bolsonaro é o único presidente do mundo a jogar contra o povo nesta pandemia. Na entrevista com Datena, pediu desculpas, mas tentou dar corpo ao problema dizendo que tem contato com o Ceasa de São Paulo e está havendo um fluxo menor de entrada de alimentos. E joga para o terror, para assustar seus seguidores.

O Ceasa desmentiu mais esta fala do mandatário, dizendo que não há falta de produtos e que o abastecimento segue normalmente. O que mudou foi que há respeito pelas medidas adotadas de contenção, com higienização dos boxes e locais onde são comercializados os produtos.

Leia também:  Devassa: Ministério da Justiça modifica centenas de cargos e diretorias da PF

Com informações do Correio Braziliense.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. As desculpas do Bozo são falsas.
    Verdadeira, só a confusão que ele provoca.
    O saber do Bozo cabe entre o cu e as calças
    – ou seja, Bozo é o presidente-badalhoca.

  2. Enquanto este país for governado pelos três patetas, digo filhos do bozo será assim, patetices diariamente para uma plateia de idiotas que seguem à risca os ensinamentos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome