Sociedade Brasileira de Infectologia refuta ‘resfriadinho’ apregoado por Bolsonaro

A entidade considera ‘temerário’ dizer que as mortes na Itália, cerca de 800 por dia, seja somente um evento relacionado com o frio inverno europeu.

"Devemos voltar à normalidade", disse Bolsonaro em meio à pandemia. Foto: Reprodução

Jornal GGN – A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) está preocupada com as declarações do presidente Jair Bolsonaro em pronunciamento oficial da noite desta terça, dia 24. Bolsonaro pleiteia a volta às aulas e chamou, novamente, a pandemia de ‘resfriadinho’.

Para a SBI, é certo que precisamos ter preocupação com o impacto socioeconômico da pandemia, mas é preciso o distanciamento social para conter a disseminação do novo coronavírus, exatamente neste período em que atinge a transmissão comunitária.

A entidade considera ‘temerário’ dizer que as mortes na Itália, cerca de 800 por dia, seja somente um evento relacionado com o frio inverno europeu. Para ela, isso pode dar a falsa impressão à população de que medidas de contenção são inadequadas e que o Covid-19 é apenas um resfriado comum de baixa letalidade.

Veja a nota a seguir.

NOTA SBI sobre pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (1)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  “Bolsonaro deve ser responsabilizado pelas ações e omissões diante da pandemia”, diz Marcelo Uchôa

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome