Esqueçam o que ela escreveu, por Janio de Freitas

da Folha

Esqueçam o que ela escreveu

Transgênicos e religião associam-se para desmentir de uma só vez duas negações atuais de Marina

Janio de Freitas

O tiroteio verbal entre os candidatos à Presidência está estendido, por balas perdidas de Marina Silva, aos que nos jornais e na internet tratem de suas contradições atuais, pretensos desmentidos e outros malabarismos. Quem se ocupa desses assuntos faz, a seu ver, “uma das ondas de mentira, calúnia e difamação feitas pelo desespero dos nossos [lá dela] adversários”. Acusação exposta, agora, em Belo Horizonte.

O assunto pré-sal incluiu-se no centro da disputa eleitoral, o que vale até como indicador de surpreendente atenção de parte do eleitorado por tema assim sério. Daí que Marina procure fugir às restrições ao pré-sal que se ligaram ao seu nome. Mas não é tão simples a solução de culpar terceiros moralmente.

No dia 29 de agosto, formalizada já a substituição de Eduardo Campos, a seleção dos pontos mais importantes do programa de governo de Marina era divulgada com a inclusão desta proposta: “Redução da importância do pré-sal na produção de combustíveis” (“O Globo”). No mesmo dia, entre elogios a usineiros na feira de agronegócios em Sertãozinho (SP), disse Marina: “Temos que sair da Idade do Petróleo. Não é por faltar petróleo, é porque já estamos encontrando outras fontes de energia”. Depois, ao responder sobre a restrição ao pré-sal, repetiu: “Há outras fontes de energia”.

Marina Silva confirmou, portanto, a restrição presente no programa. E nele incluída pela revisão, para a sua candidatura, do programa do PSB e de Eduardo Campos. A propósito, o comentário feito aqui do novo programa, logo em seguida, notou que Marina Silva dava sinais de ignorar “o que é a Idade do Petróleo, que lhe parece restringir-se à energia”. E mencionava a clamorosa falta de percepção para a liderança do petróleo como matéria-prima, em derivados da produção industrial hoje essenciais à vida dita civilizada.

Palavras da própria Marina Silva comprovam que posição avessa às suas restrições ao pré-sal, e ao petróleo mesmo, não é mentirosa, não contém calúnia nem difamação. Ou, a haver, parte dela, ao acusar outros para se desdizer.

A segunda mais importante negação desejada por Marina é o seu condicionamento religioso. Frase sua, reiterada com diferentes formas: “Minhas decisões políticas não são ditadas pela religião”. Outra, esta em resposta a Patrícia Poeta e William Bonner no dia 27 de agosto: “Há uma lenda de que sou contra os transgênicos. Mas isso não é verdade”.

Colunista do carioca “O Dia”, Fernando Molica encontrou ao menos seis discursos da senadora Marina Silva, apenas entre 1998 e 2002, contra os transgênicos. Para contornar resistências, aliás, apresentou um projeto destinado a impedir a utilização dos transgênicos, de início, durante cinco anos. Depois, claro, seriam mais cinco, e outros mais.

Em continuidade, o “blog do Mário Magalhães”, no UOL, foi buscar um dos discursos de Marina Silva. Muito instrutivo: a senadora explica que condena os transgênicos com base em “cinco referências bíblicas” e “tendo em vista o lado espiritual”. Argumentos que torna mais substanciosos com a reprodução de um salmo em que é recomendado o respeito à integridade das sementes.

Transgênicos e religião associam-se para desmentir de uma só vez duas negações atuais de Marina. Mas não lhe falta também um modo peculiar, e muito adequado para as circunstâncias, de se desmentir. Está na adoção, como candidato a nada menos do que seu vice-presidente, do deputado gaúcho Beto Albuquerque, notório combatente no Congresso a favor dos transgênicos. E detentor de apoio eleitoral e financeiro da indústria de armas, contra a qual Marina Silva já se manifestou.

Fernando Henrique gostaria, ao que disse, de ver Marina Silva e Aécio Neves no mesmo governo. Pelo que as pesquisas sugerem, desejo para esquecer –como tantos outros esquecimentos inesquecíveis.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

69 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

André LB

- 2014-09-12 14:01:44

  Concordo plenamente.

  Concordo plenamente.

Jorge Luis

- 2014-09-12 10:36:41

Fique a vontade.

Fique a vontade.

Totó

- 2014-09-12 03:47:05

Lembre-se

Excelente! Permite compartilhar citando a fonte?

P Pereira

- 2014-09-11 23:02:15

música do Belchior

Inclua o Fagner fora dessa.

Inspirada no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto.

“A palo seco”

Se diz a palo seco / O cante sem guitarra / O cante sem; o cante; / O cante sem mais nada; // Se diz a palo seco / A esse cante despido; / Ao cante que se canta / Sob o silencio a pino // O cante a palo seco / É o cante mais só / É cantar num deserto / Devassado de sol // A palo seco é o cante / De grito mais extremo: / Tem de subir mais alto / Que onde sobe o silêncio

 

Emma

- 2014-09-11 22:14:52

LAMENTÁVEL É O SEU COMENTÁRIO

Assim como agora  você "acusa" Jânio de Freitas de ser petista, já li muitas vezes ele ser chamado de direitista, pró-PSDB etc... Ou seja, quando o jornalista, é xingado por todas as frentes significa que ele é o mais isento possível. Acontece algo parecido com o próprio Nassif que, às vezes, recebe pedradas de ambos os lados.

Se você lesse os artigos do Jânio com mais cuidados perceberia que ele critica todos os candidatos. Nesse caso específico ele apenas aponta algo flagrante: a incoerência de Marina nas suas ideias. Num momento defende uma coisa, daqui a pouco desdiz o que falou.  Você não percebe nos colunistas de "Veja", por exemplo, a mesma postura: eles são SEMPRE contra o governo atual e sempre a favor do PDSB & cia. Não há nuances. Isso sim é lamentável.

 

ana s.

- 2014-09-11 20:59:56

a palo seco

A canção é A Palo Seco, de Fagner e Belchior:

"E eu quero que esse canto torto feito faca corte a carne de vocês..."

Arthemísia

- 2014-09-11 20:58:19

Enfim, uma notícia sobre

Enfim, uma notícia sobre Erundina; e até que não é má notícia. Espero que após as eleições ela faça um mea culpa, pois poderia estar hoje com o PT em São Paulo e acabou queimando a língua com as atuais companhias. Para uma pessoa tão experiente na política, pagou mico.

ana s.

- 2014-09-11 20:54:54

AMOR

Amo Janio de Freitas! Esse texto é perfeito e demolidor pela simplicidade e irrefutabilidade da argumentação. Só espero que não tenha nenhum "companheiro" por aí xingando o cara por escrever na Falha. Sempre surge um desses nos comentários qdo os escritos de Janio aparecem por aqui.

Marina, a pobrezinha injustiçada, me dá um cansaaaaço...

 

Anarquista Lúcida

- 2014-09-11 19:30:08

Como? E a proposta de "plesbicito" sobre o aborto?

Sabendo muito bem que a maioria da populaçao é conservadora quanto a isso e iria votar com base em preceitos religiosos e/ou morais, quando a questao do aborto é de SAÚDE PÚBLICA! É uma das maiores causas de mulheres no Brasil. 

Anarquista Lúcida

- 2014-09-11 19:26:40

Ei! Erundina mesmo errada merece respeito...

Até porque ela está sem saída, nao tem um partido para o qual possa ir. E está calada, nao usando o prestígio que ainda tem nas zonas populares de S. Paulo para defender Marina. Seria tao bom se todos os adversários fossem tao dignos quanto Erundina... 

peregrino

- 2014-09-11 19:20:12

penso que...

com o rolo do avião sem dono

Marly

- 2014-09-11 18:10:47

Ô Moraes, excelente!

Nassif poderia elevar esse seu comentário.Só assim sei compartilhar.

Marly

- 2014-09-11 17:51:30

Pois é...

Baseados nessa notícia podemos dizer: E aí Sra Osmarina, não nos canse com esse blá blá blá de energia eólica. Já somos o segundo do mundo e, com grande orgulho, sem a sua ajuda. Osmarina me constrange. Não me passa sinceridade, muito pelo contrário. É como algo ruim me assombrando. Coisa estranha.  

Fernando vasqs

- 2014-09-11 17:32:34

Em vez de atacar ideias ,

Em vez de atacar ideias , ataca o autor. Velha tatica. Se prefere assim , vá à Folha e ataque os que estào contra o PT  , e por acaso do seu lado. Tirando o Janio, todos os outros . Você vai se divertir o dia inteiro.

Jorge Luis

- 2014-09-11 17:25:55

Lembre-se: Marina pode mudar

Lembre-se: Marina pode mudar de ideia quantas vezes quiser. Você, depois que pressionar "Confirma", não...

lenita

- 2014-09-11 17:21:09

Meu maior sonho de consumo

Meu maior sonho de consumo !!!!rsrs

lenita

- 2014-09-11 17:18:14

Excelente Moraes. Não

Excelente Moraes. Não conhecia estes pormenores....

lenita

- 2014-09-11 17:08:23

V c pode muito bem questionar

V c pode muito bem questionar o Jânio de Freitas. É só colocar seus argumentos, UAI !

 

Flics

- 2014-09-11 16:33:12

Não esquecer que...

... a dona Erundina, entre sua militáncia no PT e um "cargo" de ministra do governo Itamar, ela aceitou este último. De onde foi defecada rapidamente e ainda chamada de bagulho... faz por merecer a companhia atual.

anarquista sério

- 2014-09-11 15:45:38

  Há muito e muito e muito

 

Há muito e muito e muito tempo eu esqueço o que escreve o militante petista  Janio das quantas.

        De jornalista imparcial nem se recorda mais. Se é que foi imparcial um dia.

       Nome não ganha jogo e muito menos é permanente a eficiência.

            Faz exatamente o oposto que um jornalista deve fazer:

             Enxerga de um lado só.

               Se ele fosse coeremte mesmo,deveria abandonar a profIssão e se tornar ativista das ideias do PT.

                  É válido.O que não é justo é sua régua como articulista  ter apenas 20 centímetros.

                   Os mesmos que favorecem partido dele.

                            Orra Janio,.no apagar das luzes de sua carreira?

                      Lamentável fim--- fosse de qualquer partido.

Rivaldo C B

- 2014-09-11 15:38:13

Pensamento distorcido

Eu achei o texto meio generalista e não entra a fundo nos argumentos de Marina. O que ela diz sobre os transgênicos é que eles têm o seu papel - por exemplo, no combate à mudança do clima - mas que não devem ser aprovados sem observar impactos socioambientais e respondendo a lobbies de grandes empresas, como aconteceu nos últimos anos.

Sobre a questão da religião, a prova mais forte de sua defesa pelo Estado laico deveria ser a e que em 16 anos de senado ela nunca misturou religião e política, nenhum projeto tentando forçar essa relação. Isso parece muito mais contundente do que as interpretações desse ou aquele articulista.

altamiro souza

- 2014-09-11 15:19:57

os comentaristas hoje estão

os comentaristas hoje estão demais, excelentes.

muito humor, é preciso.

talvezcomesse humor consigamos descontruir essa fsa marinesca.

mas desconstrução mesmo fez o comentarista moraes.

amplo  e me fez lmbra umns versos de uma música para justificar o meu sentimento em relaçãoa essa gente

retrógrada.

não é  raiva deles, não, é poesia:

quero que esse canto feito faca fira a carne de voces (rapaz latinoamericano? cabral de mello neto?).

as estórias do moraes são muito ilustrativas dos inacreditáveis interesses que rodeiam a candiata falsamente mbientalista marina silva.

li.

vou reler e arquivar.

 

altamiro souza

- 2014-09-11 14:49:07

li o comentário do

li o comentário do cunha,

tirou de letra.

marina é mesmo fossilizada e não aceita competição, concorrencia..

é a representação egolatria

das profundezas fossilentas do obscurantismo

e porque não dizer da própria cegueira

política e economica tão antiquada  quanto o próprio homem. .

Jorge Leite Pinto

- 2014-09-11 14:42:51

Você fugiu do assunto.

Você fugiu do assunto. Desminta-o se for capaz.

saulogeo

- 2014-09-11 14:30:54

Recuo

Marcelo Cid, você acredita que a Marina recuou, na questão do casamento civil homossexual, com apenas 2 tuitadas do Malafaia?

Grato.

Maria Luisa

- 2014-09-11 14:26:17

Colisão

Não da, reptido, não da para conjugar fundamentalismo religioso com politica! Se o politico brasileiro é obrigado a mentir, dizendo que acredita em Deus para ganhar uma eleição, ele não pode ser comprometido até a medula com questões religiosas que atentem ao progresso de um povo e o desenvolvimento de seu Pais. Ja basta o lobby evangélico incessante no Congresso.

Um evangélico de carteirinha, que acredita na volta de Jesus, na salvação para os escolhidos e coisas assim, no alto escalão de um governo, vai virar uma comédia de ditos e desditos sem fim ! Se Marina ganhar, duvido muito que ela governe de fato. 

Alexandre Weber - Santos -SP

- 2014-09-11 14:21:21

Panteras Negras

Do Obama gosto da história do livro que "escreveu" e o tornou porta vóz dos negros americanos. Dizem as más línguas que ele é semi-analfabeto e que nunca poderia ter escrito o livro, cujo verdadeiro autor é um intelectual que foi dos Panteras Negras de Chicago. Ou seja, este pessoal é PHD em CTRL-C > CTRL-V.

Jaide

- 2014-09-11 14:13:13

Interessante. Um apelo de um

Interessante. Um apelo de um programa eleitoral da verde em 2010 chamou minha atenção: "preste atenção na Marina" . Atendi ao apelo e fui pesquisar a lenda. Tem tanta informação disponível para um olhar atento. A conclusão foi a mesma que vc expressa em seu comentário: um embuste. 

O comentário do Moraes (às 9:31) é bem ilustrativo.

Alexandre Weber - Santos -SP

- 2014-09-11 14:09:45

Nitidamente tateando em busca de credibilidade junto ao eleitor

O que comprova que está sem Norte, sem Rumo e sem Estrela.

Auto-justifica o apelido de BLÁ-BLÁRINA!

- 2014-09-11 14:07:36

Essa figura ridicula colocou

Essa figura ridicula colocou na cabeça que quer ser presidente....puro capicho de quem conviveu com pessoas que foram longe, tinham estofo, e essa pobre coitada, não passa da página 3!!  Péssima ministra do meio ambiente, inclusive o desmatamento, enquanto era ministra, aumentou.  Morosa demais, qualquer decisão demorava anos, atrasando obras importantes para reconstrução desse país.  Suas ligações com evangélicos de todos os naipes, banqueiros, políticos da mais antiga "estirpe", demonstra seu despreparo total.  Quer apenas realizar um capricho, como já disse.  Essa senhora só é levada à sério por aqueles que possuem um parafuso ou mais, a menos.  Só de olhar para sua equipe, já dá para notar.....não funciona e elegê-la é um retrocesso sem tamanho.  Seu programa é mais furado que "talbua de tiro ao Álvaro"....não rola.  Uma lida no programa e facilmente constatamos isso, sem falar nas mudanças que já sofreu!!  Se a mulher não consegue segurar o que prometeu, nem agora, quiçá quando presidente.  Fala sério...é preciso ser muito néscio para eleger uma desmiolada, invejosa, recalcada, dessas!!!

ana mo

- 2014-09-11 14:07:07

use os textos bíblicos na

use os textos bíblicos na igreja, no templo e não na economia. isso é fanatismo mesmo, igualzinho aos fanáticos do islamismo

MThereza

- 2014-09-11 13:47:24

Ótima mesmo. Jorge. Mas, com

Ótima mesmo. Jorge. Mas, com relação ao post: depois dona marina vem pedir direito de resposta. Primeira dúvida: a resposta seria pra quem? pra ela, pra quem escreve o capítulo do dia, pra quem tuíta mudando a versão? Vá pesscar bagre no Araguaia e deixa de ser cara de pau

André LB

- 2014-09-11 13:45:38

  UAU.   Nossa.   Isso é

  UAU.

  Nossa.

  Isso é sério???

janes salete

- 2014-09-11 13:45:14

Em todas as minhas andanças,

Em todas as minhas andanças, nos lugares que estou presente, enfim, até agora não encontrei um eleitor da osmarina. Mas, falando em fantasmas, onde anda a erundina? Ou já virou banqueira, também? Acho que estão fazendo pesquisas só em sp, o curral mais dominado do planeta pela mídia velhaca.

mrltym

- 2014-09-11 13:44:01

Mais uma coluna do Jânio

Mais uma coluna do Jânio procurando minúcias em discursos dos seus adversários políticos, tudo para poder justificar o petismo. Conta algo novo!

luiz valentim

- 2014-09-11 13:42:50

O fundamentalismo de conveniência já não cola mais!

Evangélico é gente de carne e osso e merece respeito ,principalmente dos Pastores midiáticos.

E como gente normal sempre tem um parente ou amigo/a homosexual,  

Quê mal tem isso? Nenhum! o resto é fingimento.

Aceitar a cnvivência com os diferentes faz parte da vida dos cidadãos de bem.

O ambientalismo de conveniência também não cola mais.

Marina escolheu uma Entourage que não tem nada a vê com seu passado.

Não tem nada a vê com seu presente!

E não terá nada a vê com seu futuro !

Essa mesma turma sairá voando dela quando Marina virar bagaço e não der mais caldo. Tudo a ver com suas alianças oportunistas de ambas as partes.

Seu castigo virá a cavalo 

 

 

 

Marcelo Cid

- 2014-09-11 13:42:48

Diferente

Esta sua crítica é mais sincera do a do artigo.

Mas a questão é: alguém busca a Deus para justificar os seus próprios erros e decisões ou para acertar nas escolhas pois busca conselhos em quem relamente pode ajudá-la?

Para quem não crê em Deus qualquer uma das opções não leva a nada. Mas são situações bem distintas.

A Bíbila está cheia de exemplos de pessoas que achavam que estavam fazendo o certo e aquelas que sabiam que estavam fazendo o certo segunda vontade de Deus. Os resultados foram claros.

Logicamente, isto somente faz sentido para quem crê.

morallis

- 2014-09-11 13:36:43

Sim, não creio na morte

Sim, não creio na morte prematura do Aécio..ele vai

prá cima de Marina aos 40 do segundo tempo. PSDB

moribundo pode tudo.

El Cid

- 2014-09-11 13:34:56

Jorge,

Acabo de engasgar aqui (estava tomando um suco) por sua causa !! kkkkkkkkkkkkkkk !!

peregrino

- 2014-09-11 13:33:39

acredito...

tirando as mesmices ambientais, e que mesmo assim estão sendo alteradas, todo resto fica parecendo adaptações de especialistas para coincidirem com o discurso da oposição, redes de comunicação, para que Aécio consiga melhorá-las, bem ao gosto dos eleitores de centro, nem petista nem tucano

peregrino

- 2014-09-11 13:21:30

também já notei...

depois da passagem trágia de EC, muitos declarando que não votam nela de jeito nenhum

seria interessante que um entendido acompanhasse mais atentamente as oscilações dos indecisos

naturalmente era para ter subido bastante

 

acredito que se existe alguma armação para levar Aécio pro segundo turno, de surpresa, só pode ser por aí

Maria Silva

- 2014-09-11 13:19:25

Ao gosto do fregues

Ja esta mais do que claro que o "programa" de Marina é ao gosto do fregues, em todos os pontos, até na reforma politica. Depende da plateia ... A democracia é mais "intensa" quando fala ao povo comum, e menos "intensa" quando fala aos empresarios e lojistas. E por ai vai. Isso sem falar do misticismo, que varia conforme a ocasião.

Claudio Antunes

- 2014-09-11 13:16:30

Neca escreveu o que? Ctrl-c e

Neca escreveu o que? Ctrl-c e Ctrl-v kkkkkkkkkkkkkkkk

nilo walter

- 2014-09-11 13:12:58

      Fonte alternativa de

 

 

 

Fonte alternativa de energia .

 

Brasil, só perde para a China na questão da eólica .

 

Estamos em segundo lugar .

 

 

vera lucia venturini

- 2014-09-11 13:10:56

Com tantas contradições acho

Com tantas contradições acho que nem a Marina sabe quem é Marina mais. Ou não foi ela que estabeleceu os pontos básicos de seu projeto de governo, Ou ela não leu o seu projeto de governo. Ou Marina quer se eleger presidente a qualquer custo e por isso se adequa a cada novo segmento que lhe traga votos.

Seria bom que Marina se perguntasse como ela vai fazer para juntar os cacos da sua imagem para fundir numa nova imagem pública no pós eleição. Seja ela eleita ou não.

 

peregrino

- 2014-09-11 13:09:28

quem nunca se preocupou com todos os brasileiros...

Marina nunca me inspirou confiança durante todas as suas participações públicas

com Marina o pobre vai viver das promessas que serão vendidas e de bons conselhos

 

exatamente como FHC:

não lute por melhores salários; não se aposente; procure outro emprego; contrate plano de saúde; faça seguro; crie cooperativas de crédito entre amigos; pegue emprestado e guarde para pagar as prestações

Domenico

- 2014-09-11 13:06:31

E cada vez que ela reescreve,

E cada vez que ela reescreve, vem uma onda ( Malafaia, Setúbal, Gianetti, Beto) e apaga.

altamiro souza

- 2014-09-11 13:03:50

 marina desmente a cada

 marina desmente a cada momento

o que pensou no momento imediatamente anterior, é isso?

é o fim da picada?

o problema não é só 

o que ela está pensando neste momento.

é o que os grupos de interesses

que estão em volta dela estão pensando sobre o brasil.

esses gruipos hegemonicos nacionais

consorciados aos oligopólios internacionais

que mandam e desmandam nos mercados

disfarçados e fantasiados algumas vezes de ambientalistas

pedem arrocho descaradamente assim à luz do dia

(e muitos ainda engolem - esses tolinhos!) 

esses grupos donos de toda a riqueza financista e especulativa

pedem no programa economico de dona marina mais

desemprego,

alta dos juros ,

diminuição do crescimento como na era fhc

(opísquebrou tres vezes) 

e como ocorre desgraçadamente na europa atualmente

(metade dos jovens espanhóis não têm acesso a qualquer emprego),

cada vez mais desemprego, portanto,

mais problemas sociais,

mais dramas familiares (suicídios? - como ocorreu na´grécia!

o ironico é que os meninos

fizeram manifestações na europa contra essa crise eles lá

e aqui a meninada acabou imitando uma primavera

que pode se transformar num pesadelo para eles ,

mas, o que é muito pior senão trágico,

 que acabará atormentando toda a nação brasileira.

 

morallis

- 2014-09-11 13:01:03

A conta naõ esta fechando, há

A conta naõ esta fechando, há algo de estranho nessas

pesquisas.Andando pelas "plagas" onde a possibilidade

de Marina ter um bom "eco" ando me deparando  com 

uma negação firme e embasada de seu discurso. Isso

desde "possiveis sonháticos ,seres sustentáveis,verdes

eco-chatos, neo e pos manifestantes , ex alguma-coisa

e etc. Sem contar grupos organizados, estranhissimo.

Jorge Luis

- 2014-09-11 13:00:19

Apenas duas palavras: roleta

Apenas duas palavras: roleta bíblica.

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/roleta-biblica-o-dia-em-que-marina-silva-decidiu-que-sua-biografia-deveria-ser-escrita.html

Marcelo Cid

- 2014-09-11 12:54:49

Texto fora de contexto é pretexto

É fácil aceitar qualquer prova quando se quer condenar alguém.

O discurso dela contra os transgênicos era de ter mais cuidado antes de adotar esta tecnologia, assim como muitos outros cientistas na época e creio ainda hoje recomendam. Portanto nada mudou, entre aquela época e hoje.

Usar textos bíblicos não é ser fundamentalista. Os textos bíblicos falam de cuidado com a natureza, de pensar em gerações futuras. Naturalmente por ela crer em Deus vê também um lado espiritural nisto. Mas qualquer ateu que tenha uma agenda ambiental concorda em se ter cuidado com a natureza e pensar em gerações futuras. Isto é comum. Mas quando ela faz à Bíblia, pronto ela é fundamentalista, está tomando decisões baseadas na Bíblia e aí é um prato cheio para quem que posar de defensor dos "livres de fundamentalismos". É preciso ficar claro que existem os cegos a favor religião e os cegos contra a religião. Nenhum dos dois nos faz bem.

Museu SP batista neto

- 2014-09-11 12:34:17

Cobertura da GROUBO

Será que a gRoubo vai fazer a cobertura desse movimento de comunistas?

Cunha

- 2014-09-11 12:33:03

Marina é um fóssil.  Daí não

Marina é um fóssil. 

Daí não querer concorrência com o petróleo.

alexis

- 2014-09-11 12:32:30

O mundo parou em 2010

Essa frase que dá título ao post é mais para o FHC, que pelo menos foi Presidente do Brasil e escreveu mesmo alguma coisa.

Para Marina, o Jânio poderia ter citado outra frase: "Esqueçam tudo o que a Neca escreveu"

Já a própria Marina, do fundo do seu coração, parado em 2010, diria: "Esqueçam tudo o que a Dilma fez".

Moraes

- 2014-09-11 12:31:41

A queridinha de banqueiros e latifundiários

A queridinha de banqueiros e latifundiários. 

Sim, prezado leitor, é dela mesma que estamos falando.  Mas, antes, uma estorinha anterior. Repare - as semelhanças não são coincidências.

Era uma vez, em 2004, uma banqueira do estado americano de Illinois, Penny Pritzker. O banco da dona Penny tinha sido multada pela justiça federal por alguns crimezinhos de sonegação, comportamento racista e outras gracinhas. Ela estava furiosa e procurava algum governante ou partido que lutasse “contra tudo isso que está aí”. Daí, ela conheceu um discreto político local, chamado Barak Obama. Gostou do moço e apresentou-o a outros círculos ricos de Chicago. Apresentou-o também a um figurão nacional, o rei da rua dos bancos, Wall Street. O nome dele é Robert Rubin, ex-chefe do tesouro no governo Clinton e chefão de dois grandes bancos especializados em golpes e falcatruas – o Goldman Sachs e o City Bank (também conhecido como Citigroup).

Rubin olhou para Obama e disse: esse cara tem potencial, vamos cultivar porque pode ser útil no momento exato. O momento chegou. Os democratas tinham perdido o apoio de muitos negros, trabalhadores pobres e jovens que tinham simplesmente desistido de votar, engrossando o número da abstenção. Rubin disse a Obama: é você! Obama, simpático, bem falante, tinha mostrado muita facilidade de trabalhar com jovens de Chicago, nas chamadas redes sociais. Rubin começou a passar o chapéu entre os banqueiros. Obama reuniu três vezes mais dinheiro do que seu adversário republicano, McCain.

O esforço do lobo de Wall Street não foi em vão. Assim que eleito, Obama chamou os banqueiros para uma reunião na Casa Branca. Abriu o encontro exatamente assim: O que posso fazer pelos senhores? Não, não é ficção: foram essas exatamente as palavras do mordomo dos banqueiros. E os banqueiros disseram: queremos um presente de um trilhão de dólares. E Obama deu – 800 milhões na primeira parcela e 200 em seguida. Na maior boa vontade. Obama fez mais: nomeou os meninos de Robert Rubin para os cargos importantes – eles iriam dirigir livremente a economia. Eram os mesmos caras que tinham desregulamentado tudo e permitido as fraudes bancários com hipotecas, empréstimos e créditos podres. Agora iam salvar os bancos. E Rubin recebeu 100 milhões de bônus de seu banco quase falido, o City. Comissão pelo assalto. Os contribuintes pagaram os custos e os fundos de pensão, que tinham investido nos bancos, ficaram com papéis sem valor.

Mais um detalhe curioso, que para os brasileiros também é sugestivo: o Citygroup, patrão do Rubin (e do Obama, claro) começara a investir em programas “verdes”, de “energias alternativas”. Investir, não: o City pegava dinheiro do Depto. de Energia para essas operações.

O City Bank é velho conhecido do Terceiro Mundo e do Brasil. Foi o banco mais envolvido nos famosos empréstimos dos anos 1970, que por sua vez acabaram na crise da dívida dos anos 1980. Seus executivos percorriam o mundo reciclando os petrodólares - subornando ditadores para que endividassem seus países. Depois, quando a conta chegou, pressionavam para que privatizações e reformas neoliberais esfolassem os povos desses países. Missionários do progresso. Nos anos 1980 e 90, eles eram os donos da dívida externa brasileira. Por um tempo dormiram no ponto e foram suplantados por outros bancos estrangeiros – HSBC, Santander, Chase. Mas logo perceberam que deviam reagir.

No meio dos anos 90, o City nomeou um executivo para “alavancar” o banco. Alvaro de Souza, que é homem de confiança do presidente mundial do grupo.  Souza também foi presidente da CAmara de Comércio Americana no Brasil. Homem de confiança dos gringos.

Bom, acontece que Souza é nada mais nada menos do que... o tesoureiro da Marina, desde 2009. Foi ele que organizou o encontro dela com investidores estrangeiros em Nova York, no hotel Palace. Também conectou a candidata com a imprensa financeira e grandes corporações.  E é ele quem organiza a coleta de fundos para a campanha, entre bancos e grandes empresas. Ah, sim, ele também é dirigente de uma ONG ambientalista, a WWF.

Daí podemos perceber que Neca, a dona do Itaú, é apenas uma ponta do iceberg. Serve para sustentar a candidata, dando muito dinheiro para o Insituto Marina e para a “empresinha” de palestras que ela criou. A maior parte dos fundos dessas ONGs da Marina vem da Neca. Amigo é para essas coisas. Bom, também foram esses amigos que conseguiram um outro amiguinho, um latifundiário do DEM que cedeu um “apartamentinho” para a candidata morar em São Paulo. Um apartamentinho de 10 milhoes de reais! É mais ou menos a metade do que vale o prédio de apartamentos em que moro, inteirinho.

E assim chegamos a um programa de candidata verdinha que promete privatizar a formulação de política econômica – cambio, moeda, crédito, política fiscal... Tudo isso ficará a salvo da “política”, será colocado nas mãos de um “banco central independente”, isto é, de uns operadores do mercado financeiro. Tudo gente “do bem”, claro.  E nas mãos de uma “comissão de homens bons”, também imunes à influência perniciosa da política. Como as eleições também seriam unificadas e mais espaçadas, a cada 5 anos, eles teriam tempo para gerir suas malas de bondade sem depender dos humores da plebe.

Bom, é só uma estorinha. Não tem final feliz. Na verdade, não tem final. É só o começo. Como se vê, não tem nenhum exagero em dizer que Marina é a queridinha dos bancos, de latifundiários “do bem”. E de pastores zelosos,  claro, porque a alma precisa ser salva do demônio e das tentações da carne.  

Jorge Luis

- 2014-09-11 12:22:25

Você Decide!

Se você acha que Marina deve ser a favor dos transgênicos, ligue para 0800-3330.

Mas, se você acha que não, Marina não deve ser a favor dos transgênicos, ligue para 0800-3331.

Esperamos sua ligação. E não perca o próximo episódio, onde VOCÊ vai decidir se Marina deve ou não apoiar o pré-sal.

 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=pCTmqeUcLi0]

João Sabóia Jr.

- 2014-09-11 12:21:48

Tudo por...

Apontadas as fortes e claríssimas incoerências da Candidata da "nova política" fica evidente, transparente que a "nova política" já nasceu velhaca.

- 2014-09-11 12:21:19

nova guinada

Agora ela enterrou o Mais Medicos e os conselhos populares  :    vejam o que seus correligionarios andaram dizendo nos Jardins

" Marinismo se ajoelha nos jardins para ter apoio da elite paulistana" http :// tijolaco.com.br/blog/?p=21070

Nao me espanto com mais nada que venha desta senhora.

Assis Ribeiro

- 2014-09-11 12:18:53

Esqueçam o que ela escreveu.rsrsrsrsrsrsrsrs

Quando candidato diverge do seu principal assessor é porque a coisa não vai bem

Ajuste fiscal e ações sociais virão juntos, diz Marina
http://www.valor.com.br/eleicoes2014/3691274/ajuste-fiscal-e-acoes-socia...
 

Giannetti, também  no Valor, diz com todas as letras que os compromissos na área social assumidos pela candidata do PSB serão cumpridos conforme as condições fiscais permitirem.  

“É um erro grave – alerta – imaginar que o que está colocado no programa vai se materializar no primeiro orçamento. Não será o caso. É preciso construir condições adequadas para que isso possa acontecer ao longo do mandato”

 http://www.contextolivre.com.br/2014/09/giannetti-as-promessas-de-marina-sao.html

CB

- 2014-09-11 12:16:54

Uso muito, mesmo, o

Uso muito, mesmo, o verdadeiro nome dela, Maria Osmarina porque este caso tem tudo a ver com atores e personagens. Marina é uma personagem que chegou a colocar o Brasil em risco de um desastre institucional por que setores reacionários perceberam seu potencial eleitoral e "engordaram o porco" (sem querer ofender) para o dia da festa. Agora que ela tem que aparecer pra valer, revela-se a realidade. Personagem e atriz embaralham-se. Seus patrocinadores devem estar arrependidos, porque ela tem um passado tão bem definido que é difícil nestes tempos de internet enganar todo mundo. Marina está tentando agir como tantos demagogos que conhecemos, mas sobra-lhe passado e falta talento. Marina não servia pro papel, foi má escolha do diretor de elenco e do diretor da novela.

Álvaro Noites

- 2014-09-11 12:16:15

Essa candidatura da Marina se
Essa candidatura da Marina se converteu em um dos maiores embustes de todos os tempos.

Schell

- 2014-09-11 12:16:07

A Maria Osmarina é exemplo

A Maria Osmarina é exemplo (case, diriam os cabeças de planilha) acabado da picaretagem político-social: qualquer curva mal feita, reinventa a roda; já que se diz tão roleta-bíblica, esquece o principal (quer dizer, esquecer, não, que ela é ladina): ninguém pode servir a dois senhores ao mesmo tempo. Só espero que os eleitores consigam processar seus malabarismos-midiáticos-empulhadores na hora de votar.

Agenor Luiz Voltolini

- 2014-09-11 12:12:18

programa de governo

Marina tem um programa de governo, só que ela o escreveu na areia.

Marco Antonio L.

- 2014-09-11 12:11:13

 ((( É Dilma reeleita. Pela
 ((( É Dilma reeleita. Pela margem de erro no Vox Populi, Dilma 38,2%, Marina 25,8% e Aécio 12,8%. A presidenta Dilma vai vencer no primeiro turno. )))

 BLOG DO SARAIVA: Pesquisa Vox Populi: Dilma tem oito pontos de vantagem no primeiro turno e...saraiva13.blogspot.com

 

Marco Antonio L.

- 2014-09-11 12:09:04

Booora salvar o Pré sal! Vais

Booora salvar o Pré sal! Vais ser épico, vai ser histórico! Dia 15 na Cinelandia, centro do Rio! Ato em defesa do Pre-Sal! Eu vou....

 FUP E MOVIMENTOS SOCIAIS FARÃO ATO NO DIA 15/09 EM DEFESA DO PRÉ-SAL: Reunidos na sede da Federação Única dos Petroleiros, nesta sexta-feira, 05, os petroleiros junto com as centrais sindicais, movimentos sociais e estudantis, definiram a realização de um grande ato em Defesa do pré-sal, da Petrobrás e do Brasil, no próximo dia 15/09, às 10h, na Cinelândia, no Rio de Janeiro, com a presença do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ato está sendo construído pela FUP em conjunto com a CUT, CTB, UGT, MAB, MST, UNE, UBES, UEE, FETEERJ, UEE MPA E CNM, FAMERJ, FAFERJ, entre outros movimentos sociais.

O objetivo do ato é alertar a sociedade para os riscos que sofre o projeto de desenvolvimento em curso no país, em função dos ataques contra o pré-sal e a Petrobrás.

Em apenas oito anos, o pré-sal já produz mais de meio milhão de barris de petróleo por dia, gerando uma riqueza que será aplicada em educação e na saúde pública. Nos próximos 35 anos, isso significará R$ 1,3 trilhão em royalties que se destinarão à saúde e à educação dos brasileiros. Isso equivale a mais de dez vezes o atual orçamento do governo federal para essas áreas.

"Tudo isso só está sendo possível em função dos investimentos e da competência da Petrobrás. Nos últimos 12 anos, os governos Lula e Dilma fortaleceram a estatal para que ela cumprisse o seu papel de empresa pública, gerando empregos e renda para milhares de brasileiros.", ressalta o Coordenador Geral da FUP, José Maria Rangel.

Só os investimentos da Petrobrás representam 13% do PIB do país. Mas nem sempre foi assim. Em 2000, a participação da indústria de petróleo no PIB era de apenas 3%. A Petrobrás quase foi privatizada nos anos 90 pelos mesmos setores que hoje atacam a empresa e que querem interromper os investimentos no pré-sal.

Por isso, as centrais sindicais e os movimentos sociais estão nas ruas, defendendo o pré-sal, a Petrobrás e o Brasil da ameaça de retrocesso. "Não permitiremos que este setor tão estratégico para o país caia novamente nas mãos dos que defendem a privatização do estado.", alerta Rangel.

Fonte: FUPFederação Única dos Petroleiros

FUP E MOVIMENTOS SOCIAIS FARÃO ATO NO DIA 15/09 EM DEFESA DO PRÉ-SAL: Reunidos na sede da Federação Única dos Petroleiros, nesta sexta-feira, 05, os petroleiros junto com as centrais sindicais, movimentos sociais e estudantis, definiram a realização de um grande ato em Defesa do pré-sal, da Petrobrás e do Brasil, no próximo dia 15/09, às 10h, na Cinelândia, no Rio de Janeiro, com a presença do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ato está sendo construído pela FUP em conjunto com a CUT, CTB, UGT, MAB, MST, UNE, UBES, UEE, FETEERJ, UEE MPA E CNM, FAMERJ, FAFERJ, entre outros movimentos sociais.

O objetivo do ato é alertar a sociedade para os riscos que sofre o projeto de desenvolvimento em curso no país, em função dos ataques contra o pré-sal e a Petrobrás.

Em apenas oito anos, o pré-sal já produz mais de meio milhão de barris de petróleo por dia, gerando uma riqueza que será aplicada em educação e na saúde pública. Nos próximos 35 anos, isso significará R$ 1,3 trilhão em royalties que se destinarão à saúde e à educação dos brasileiros. Isso equivale a mais de dez vezes o atual orçamento do governo federal para essas áreas.

"Tudo isso só está sendo possível em função dos investimentos e da competência da Petrobrás. Nos últimos 12 anos, os governos Lula e Dilma fortaleceram a estatal para que ela cumprisse o seu papel de empresa pública, gerando empregos e renda para milhares de brasileiros.", ressalta o Coordenador Geral da FUP, José Maria Rangel.

Só os investimentos da Petrobrás representam 13% do PIB do país. Mas nem sempre foi assim. Em 2000, a participação da indústria de petróleo no PIB era de apenas 3%. A Petrobrás quase foi privatizada nos anos 90 pelos mesmos setores que hoje atacam a empresa e que querem interromper os investimentos no pré-sal.

Por isso, as centrais sindicais e os movimentos sociais estão nas ruas, defendendo o pré-sal, a Petrobrás e o Brasil da ameaça de retrocesso. "Não permitiremos que este setor tão estratégico para o país caia novamente nas mãos dos que defendem a privatização do estado.", alerta Rangel.

Fonte: FUP

 

Ivan Arruda

- 2014-09-11 12:08:24

Com seu talento invejável

Com seu talento invejável Janio de Freitas interpreta e desmascara a nova opção dos coxinhas: Marina e a sua nova política. Com sua opção preferencial aos banqueiros, sonegadores trambiqueiros e ao Malafaia, cada dia ela tem um discurso se desdizendo e jogando no lixo seus próprios conceitos. Se ela evoluiu em conhecimentos nesse pouco tempo de campanha, pouco provável, ótimo. O eleitor já está conseguindo distinguir os oportunistas, não tanto como o Janio. 

Manoel Ribeiro dos Santos

- 2014-09-11 12:04:36

Marina e suas convicçôes

De Xapuri até Recife  da  Marina "seringueira"  até os dias de hoje as derrapagens foram muitas, agradando sempre quem lhe oferecesse algum degráiu. Para um ser que se alfabetizou aos dezesseis anos  a moça subiu vertiginozamente; longe de mim dizer Ela não tem valor! Mas que é um caniço ao sabor do vento não tenham dúvidas.

Francy Lisboa

- 2014-09-11 11:56:23

Boa Jorge, rindo aqui.

Boa Jorge, rindo aqui.

Jorge Luis

- 2014-09-11 11:39:57

Marina é tão indecisa que

Marina é tão indecisa que quando o eleitor pressionar o botão "Confirma", a urna vai perguntar 3 vezes se você tem certeza disso.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador