2 comentários

  1. Boa tarde, Rita.
    Gostei da sua abordagem corajosa. Penso de forma semelhante, mas sinto falta de fundamentação.
    Gostaria de recomendações de leitura sobre esta frase:
    Por isso, não é de hoje que teço críticas ao “lugar de fala” e a “linguagem politicamente correta”.
    Faz tempo que venho tentando buscar formas de entender como estes dois termos favorecem pessoas empoderadas pelo Bolsonaro.

  2. elo texto, Rita. A implicação da psicanálise como ferramenta para pensar a política nos acontecimento nessa época, do ‘populismo de direita’ é indispensável. Afinal a partir da teoria crítica freudo-marxista e da retomada de Althusser nas contribuições de Freud-Lacan soltou as amarras de uma Psicanálise presa ao conservadorismo até então vigente, sob a influência da psicanálise inglesa. A ciência política, com seu funcionalismo americano oriundo do positivismo que matou a sociologia política não dá conta da tarefa de explicar, nem tampouco possibilita reagir(grifei) ao que se apresenta historicamente a nós. As formas de violência de um paranoico ( para alguns um perverso), na política, podem gerar passagens ao ato, gerando identidades diferenciais para representar o espaço comunitário, ou seja, um sistema com “significantes vazios” (Laclau).

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome