Revolução dos Cravos: “La vecchiaia è brutta”. Parte 1, por Rui Daher

O que poderão ter achado nossos irmãos lusitanos do esculacho de sexta-feira passada, nesta Terra de Santa Cruz, esquecido Brasil, depois de um 25 de abril, quando estariam comemorando a derrubada de uma ditadura, que durou desde 1933?

Revolução dos Cravos

Revolução dos Cravos: “La vecchiaia è brutta”. Parte 1

por Rui Daher

Ah, quantas vezes ouvi isso de minha mãe, que durou 85. Lindinha mulher. Meu pai foi cedo. Eu ainda não tinha 20 anos de idade. Tenho 30 e poucos 45 a mais. Merda, não? O que aqui espero?

E como deveria ser? O texto abaixo era para ser publicado em 25 de abril ou no dia seguinte. Não que o COVID-19 tenha aqui chegado, mas todas as demais doenças de altos (?) – tenho 1,56 metros –riscos de ilusões e frustações, afloraram em altos índices.

Não fosse isso, também, a delicadeza de não incomodar o fim de semana de meu anjo Lourdes da guarda, me fez adiá-lo enviar-lhe este texto para o GGN, um blog besta que lá insisto alimentar.

Desta vez, insistente, vou ao assunto em duas partes, pois mocinha da Folha se antecipou, e escreveu pobre texto sobre o tema. Assim pedem editores, a quem quiser, porventura, se consagrar.

O que poderão ter achado nossos irmãos lusitanos do esculacho de sexta-feira passada, nesta Terra de Santa Cruz, esquecido Brasil, depois de um 25 de abril, quando estariam comemorando a derrubada de uma ditadura, que durou desde 1933?

Terão eles se preocupado, lamentado, jantado Alheiras ou Amêijoas à Bulhão Pato? Bebido seus cada vez melhores vinhos, um cálice de Porto ou de Gininha? Talvez, simplesmente, tenham-nos ignorado. Na Alfama, discutiram:

“Ah, esses brazucas. Poucos dias depois de datas significantes, em que os livramos da dor de arrancar dentes e descobrirmos suas terras, dando-lhes toda dimensão, eles arrumam tal presepada. Datas em que só os protegemos. Aos portugas, como eles nos chamam, esquecemos até o perdão, quando em revanche a Tiradentes, mandaram para cá milhares de dentistas”.

Leia também:  Celular “5G”: soberania nacional amesquinhada, por Arnaldo César

Pois é, senhores e senhoras, que fizeram, fazem, e farão esboroar história de 520 anos, poucos conflitos, fases ditatoriais superadas, e que poderia ser linda se, em 2018, não tivéssemos escolhido um Regente Insano, o Primeiro, covarde, com seus mais três filhos políticos, o quarto machão, até que não o sabemos quanto, namorou meninas (só?) de todo um condomínio na Barra, RJ.

Mais do que 20 ministros patetas, que Hollywood não precisou mais do que três, para se eternizar.

Não foi assim, pois, em Portugal, depois de 41 anos, tiveram coragem de se rebelar.

Bolsonaro brada, parodiando, em parco francês: “Je suis le President, la Constitution!”. De onde tirou? Maria “Brioche” Antonieta? Idi Aimin Dada? Enver Hodja, da Albânia, o gordinho da Coreia do Norte? Bostas desconhecidos da democracia,

A todos que ainda o apoiam peço, de forma encarecida, inteligência. Após 16 meses, me expliquem o que esperam do mito a que elegeram, e no que essa besta despreparada poderá fazer pelo desenvolvimento social do Brasil.

Mas, sem oportunidade, antropologicamente símios, um bando de imbecis, continua tendo esperanças nele. Muitos, os mais lúcidos, me confessam erro e desilusão, trazem-me alguma esperança.

Agora? Não os avisei com dois anos de antecedência?

Se insistirem, não tenho mais idade para combater a idiotia, mas voltarei ao assunto, analisando Portugal.

Inté!

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Nossos Irmãos Lusitanos derrubaram, nos anos de 1970, o Estado Fascista que durava desde 1933. Aqui em Terras Tupiniquins vamos preservando este Estado Fascista desde 1930. E não está sendo fácil para o atual Presidente, lutar contra tal Estado. Suas Elites e Coronelatos se juntam e se apoiam na estrutura criminosa que foi formulada naquele Golpe Civil Militar. É STF apoiando Maia, Maia apoiando Temer. Temer apoiando Lula, Lula apoiando Dória, Dória que apóia OAB, que traz para seu comando o Filho de Terrorista. Certos Veículos de Imprensa, dito Progressistas, dão palanque a ‘Renan Filho’, ‘Barbalho Filho’. Os Portugueses conseguiram sua Liberdade há muio tempo. Nosso atraso explica nossa Tragédia. A quadrilha se junta para não ser aniquilada.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome