EUA lidera pesquisas de vírus e doenças infecciosas, antes do coronavírus

Produção acadêmica do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA superava 1.200 pesquisas entre 2014 e 2018

Jornal GGN – Em tempos de coronavírus e de uma verdadeira corrida no mundo científico para encontrar o tratamento do Covid-19, institutos de pesquisa tentam responder rapidamente às necessidades de saúde pública. E antes mesmo do surto do 2019-nCoV, como é chamado cientificamente o novo coronavírus, os Estados Unidos já lideravam em investimentos e número de publicações sobre doenças infecciosas.

Um mapa divulgado pelo Instituto Elsevier mostra que a produção acadêmica do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA superava 1.200 pesquisas entre 2014 e 2018. O país em segundo lugar com maior produção é a Suíça, por ser a sede da Organização Mundial da Saúde (OMS), com 514 estudos científicos na área. E em terceiro lugar, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China já se destacava, com 338 estudos.

O relatório, que não incluiu o ano de 2020, também mostrou que após um surto de alguma doença, ocorre um aumento acentuado nas publicações específicas, como se pode verificar nos infográficos.

Após um surto de doença, observamos um aumento acentuado nas publicações específicas da doença, mostrando a capacidade da comunidade de pesquisa de responder rapidamente às necessidades de saúde pública. (Fonte: infográfico da Elsevier com base nos dados do Scopus e Scival)

Leia o relatório completo aqui.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Brasil é o 4º país com mais mortes, ultrapassando a França

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome