Fator Bolsonaro poderá impulsionar mais ainda o IPCA, por Luis Nassif

As maiores altas do mês fora Vestuário, Transportes e Saúde. Mas o maior impacto foi, pela ordem, Transporte, Alimentação e Bebidas e Saúde.

Agência Brasil

Não há indícios de que o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) irá refluir nos próximos meses. 

Há um quadro internacional de alta do dólar e de fuga das aplicações de risco. Nem se fale da queda generalizada das criptomoedas. Mas o real estará nessa faixa de risco devido à alta da inflação e às dúvidas sobre as tentativas golpistas de Bolsonaro e seus militares.

A elevação da Selic reflete esse aumento do risco, tentando manter o fluxo de dólares sob controle. Será pouco para que os investidores enfrentem o risco Bolsonaro.

Um check up do IPCA mostra a disseminação das altas, conforme você poderá conferir

Em maio, a alta foi de 0,47% no mês, 11,73% em 12 meses, contra índice mensal de 1,06% e de 12 meses de 12,13% em abril.

Pode parecer um refluxo. Afinal, foi inferior a maio de 2021, que fechou em 0,83% e em . Mas foi o maior índice trimestral desde maio de 1995, o maior semestral desde maio de 2015 e o maior anual 

As maiores altas do mês fora Vestuário, Transportes e Saúde. Mas o maior impacto foi, pela ordem, Transporte, Alimentação e Bebidas e Saúde.

Ponto importante são os índices de disseminação, que mede o comportamento de todos os produtos levantados pelo IPCA. Em maio houve uma pequena queda no número de altas – de 283 em abril para 273 -, e peuena alta nas quedas – de 71 para 85.

Ponto importan

Quando se mede pelos subgrupos, permaneceu alta em 40 deles e houve redução no númro de quedas, de 8 para 7.

Na conta anual, destaca-se a Saúde, com 19,92% de alta –  e será mais pressionada ainda pela alta dos planos de saúde autorizada pela Agência Nacional de Saúde. Na sequencia, entram Transportes e Vestuário.

Jornal GGN produzirá documentário sobre esquemas da ultradireita mundial e ameaça eleitoral. Saiba aqui como apoiar

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador