PCdoB protocola convocação de Moro na Câmara

Inicialmente, Moro deveria comparecer amanhã, dia 26, na Comissão de Constituição e Justiça e de cidadania, após acordo firmado entre os presidentes de Comissões e o líder do Governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO).

Jornal GGN – O vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA) protocolou pedido de convocação para que Sergio Moro, hoje ministro, preste esclarecimentos sobre os fatos revelados pelo The Intercetp em Audiência Pública Conjunta da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. O protocolo do pedido foi feito hoje, dia 25.

Inicialmente, Moro deveria comparecer amanhã, dia 26, na Comissão de Constituição e Justiça e de cidadania, após acordo firmado entre os presidentes de Comissões – a de Constituição e Justiça e de Cidadania, Direitos Humanos, Fiscalização Financeira e Controle e Trabalho e de Administração e Serviço Público – e o líder do Governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO).

Moro, no entanto, modificou sua agenda com a inclusão de uma viagem aos Estados Unidos, logo após as novas evidências publicadas pela imprensa em que a atuação do ex-juiz com procuradores foi apontada. A quebra do acordo não caiu bem na Câmara. Em seu requerimento, Jerry questiona o real motivo de uma viagem ‘de última hora’, para ‘visitar órgãos de inteligência dos Estados Unidos da América, anteriormente envolvidos na espionagem de autoridades’.

Jerry entende que é urgente a convocação do ministro da Justiça ‘para que sejam dadas as explicações necessárias à sociedade brasileira’.

Além de Moro, também Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato, citado regularmente nas denúncias do The Intercept, também foi para os Estados Unidos. Ele está em Michigan para palestrar em um evento promovido pelo Acton Institute.

Leia também:  Omissão no CNJ: 55 ações contra Moro, nenhuma conteve os abusos

Hoje, terça-feira, Glenn Greenwald, editor do site, falará às 15h na Comissão de Direitos Humanos sobre a atuação de juízes e procuradores brasileiros.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

1 comentário

  1. Culpado não é quem pratica o crime, é quem o revela. Condene-se pois o Hacker, absolva-se o $érgio Moro e mantenha-se o Lula na gaiola.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome