Rodrigo Maia é expulso do DEM por ‘infração disciplinar’

Como foi expulso do partido, segundo o Código Eleitoral, Maia poderá manter seu mandato e filiar-se a outro. Se tivesse pedido desfiliação, tal fato não ocorreria, pois o mandato pertence ao partido.

Foto MC Camargo - Agência Brasil

Jornal GGN – O deputado federal e ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia foi expulso do DEM – o Partido Democratas – nesta segunda, dia 14. O partido alegou que a medida foi tomada por ‘cometimento de infração disciplinar’ e que Maia teve amplo direito de defesa garantido.

A tensão já estava instalada entre Maia e o partido, tanto que já chegou a pedir a desfiliação ao TSE, alegando discriminação e mudança de posicionamento político do partido, que se aliou ao presidente Jair Bolsonaro. Maia já estava em atrito aberto com o presidente do DEM e prefeito de Salvado, ACM Neto, desde a eleição para a presidência da Câmara, em fevereiro, quando o partido resolveu pela neutralidade na disputa entre Baleia Rossi (MDB-SP) e Arthur Lira (PP-AL).

Maia declarou ao jornal Correio Braziliense que já esperava pela expulsão e chamou ACM Neto de ‘Torquemada Neto’, referindo-se ao inquisidor espanhol Tomás de Torquemada. Nas redes socais, Rodrigo Maia criticou a decisão e considerou sua expulsão lamentável.

O deputado relatou que o DEM decidiu por sua expulsão e que ‘o presidente Torquemada Neto’ usou de poder para calar críticas à sua gestão. ‘É lamentável o caminho imposto pelo Torquemada para o partido’, disse ele.

Maia afirmou que não só por isso, mas também pela deslealdade e falta de caráter de Neto que pediu sua desfiliação. Criticou ter o partido se tornado moeda de troca junto ao governo Bolsonaro. ‘Agora é virar a página e juntar forças para um projeto de desenvolvimento do Brasil e em prol dos brasileiros’, disse ele.

Como foi expulso do partido, segundo o Código Eleitoral, Maia poderá manter seu mandato e filiar-se a outro. Se tivesse pedido desfiliação, tal fato não ocorreria, pois o mandato pertence ao partido.

As apostas vão para o PSD, para onde o prefeito do Rio Eduardo Paes entrou recentemente. Alguns analistas já veem um movimentar do PSD para construir um time forte no Rio para disputar as eleições de 2021.

Com informações do Correio Braziliense.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

  1. Nassif: você sabe que isso é briga de roto com rasgado. Que Malvadezinha Jr. sacaneou Botafogo isso é fato notório. Foi a forma pela qual o herdeiro da Bahia uniu-se com o Capitão Jagunço, garantindo (se necessário) envio de Forças Nacionais para o dono do Senhor do Bonfim manter a Capitania Hereditária dos Demonícos (antigo PFL) na geografia do nordeste. Evidentemente, mestre Malvadeza original era mais firme e inteligente que o atual. Mas foi o que sobrou pro gasto. Quem não tem cão caça com gato. Agora o chileno vai para alguma sigla de aluguel e continua sua gloriosa trajetória no grupo junto ao Amigos de Ali Babá.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome