“Gabinete do ódio” orientou Bolsonaro a fazer pronunciamento para polarizar nas redes

Militares ficaram sabendo da estratégia e tentaram dissuadir Bolsonaro

Jornal GGN – Antes de fazer o pronunciamento em cadeia nacional a noite de terça (25), defendendo que o País volte à normalidade em meio à crise do coronavírus, Jair Bolsonaro se encontrou com integrantes do “gabinete do ódio”. Entre eles, o filho Carlos Bolsonaro.

Um assessor do Planalto disse à Folha de S. Paulo que a estratégia traçada tem objetivo claro: dar aos eleitores que ainda estão do lado de Bolsonaro algum argumento e motivo para voltar a defendê-lo nas redes sociais. A decisão ocorreu depois que constaram que as milícias digitais do bolsonarismo estão se desmobilizando em meio à pandemia de COVID-19 e decisões desastrosas anunciadas pelo governo.

“A avaliação é a de que, diante do clima de animosidade, era hora de orientar a militância digital apontando inimigos, no caso os veículos de imprensa e os governos estaduais, mobilizando os eleitores fiéis a responderem às críticas contra a gestão federal”, anotou o jornal.

De acordo com o diário, militares ficaram sabendo da estratégia e tentaram dissuadir Bolsonaro. “Para eles, aumentar o clima de conflagração pode ter o resultado oposto ao pretendido: o de fortalecer o discurso dos governos estaduais e o de levar eleitores do presidente a abrirem mão do apoio.​”

Além de Carlos, participaram do encontro os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Onyx Lorenzoni (Cidadania), Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Walter Braga Netto (Casa Civil). O senador Flavio Bolsonaro (sem partido-RJ) e o ex-jogador de futebol Paulo César Tinga também estavam presentes.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Enquanto Moro vazava delação contra PT, Bolsonaros eram poupados na eleição

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome