CPI convoca Facebook, Twitter e Instagram para falar sobre posts de Bolsonaro

Comissão também vai chamar Luís Miranda (DEM-DF) e seu irmão, Luís Ricardo Miranda, e aprovou nova sessão reservada com Wilson Witzel

Foto: EDILSON RODRIGUES/AGENCIA SENADO

Jornal GGN – A CPI da Pandemia aprovou uma série de requerimentos de convocação nesta quarta-feira, como de representantes do Facebook, do Google e do Twitter.

Segundo a Agência Senado, a convocação de tais empresas foi feita a pedido de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), para esclarecer os procedimentos das redes sociais em relação à publicação de conteúdos falsos.

A comissão também aprovou diligência para ouvir em sessão reservada o ex-governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel – o que gerou debate acalorado, uma vez que os senadores governistas Marcos Rogério (DEM-RO) e Ciro Nogueira (PP-PI) questionaram a ausência do local da sessão secreta. Jorginho Mello (PL-SC) afirmou que o ex-governador, cassado pelo Superior Tribunal de Justiça por acusações de corrupção, não pode determinar onde será ouvido.

Os requerentes, Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), lembraram o fato grave apontado por Witzel — a existência de uma máfia que controla os hospitais federais do Rio de Janeiro — e as ameaças à vida do ex-governador para justificar a diligência.

“Ele fez uma acusação muito grave: os hospitais federais do Rio têm dono. E não podemos fazer ouvidos de mercador”, concluiu o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), acrescentando que o local do novo depoimento de Witzel será definido oportunamente, podendo ser até mesmo em uma sala do Senado Federal.

A comissão também vai ouvir o deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) e seu irmão, Luís Ricardo Miranda, chefe da Divisão de Importação do Ministério da Saúde, por requerimento do relator, Renan Calheiros, para esclarecer denúncia de irregularidades na compra da Covaxin.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome