“Não acredite no que ela está dizendo”, diz Aziz sobre Nise

Médica afirma que vacinação e tratamento precoce são estratégias diferentes, o que levou à intervenção do presidente da CPI

Presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM); relator da CPI da Pandemia, senador Renan Calheiros (MDB-AL). Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – A declaração da médica Nise Yamaguchi de que vacinação e tratamento precoce são estratégias diferentes, mas igualmente importantes, levou o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM) a realizar uma intervenção para pedir a quem está escutando o depoimento a ‘desconsiderar o que ela está dizendo’.

“Existem evidências científicas robustas falando que o tratamento precoce salva vidas e, portanto, não é necessário vacinar aleatoriamente uma população inteira dizendo que é a única saída”, disse Nise, em vídeo de um evento virtual realizado pela Câmara dos Deputados e apresentado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI, nesta terça-feira (01/06).

Sobre o vídeo, Nise afirma que vacina não é o único tratamento – “Aliás, vacina não é tratamento. Vacina é prevenção. Tratamento é tratamento aos primeiros sintomas. Então, uma coisa é a vacina para prevenção, e outra coisa é o tratamento inicial, que se chama precoce, aos primeiros sintomas. Então, um não compete com o outro”.

Novamente confrontada com o vídeo, Nise afirma que “não se deve vacinar aleatoriamente, dizendo que a única saída é a vacinação, porque o tratamento precoce é um tratamento. A vacina não deve ser vista como um tratamento (…) Eu digo o seguinte: tratamento é tratamento, vacinação é vacinação. Prevenção é prevenção”.

“Objetivamente, existem dois lados: a medicina da prevenção, que é a vacina, e aí a medicina do tratamento, que é o tratamento, que são coisas diferentes”, insiste Nise, “e como a vacina não trata o que já está infectado, então a ideia é o tratamento precoce”.

Tal insistência levou o senador Omar Aziz a realizar uma intervenção. “Eu pediria para as pessoas que estão acompanhando e para os assessores (…) porque a doutora Nise, com essa voz calma, tranquila, ela é convincente, porque quem grita não consegue convencer ninguém – mas quem fala baixo, de uma forma bastante calma, parece que passa mais credibilidade”.

“Na realidade, quem está nos vendo nesse momento, eu peço que desconsidere essas questões que ela disse aqui em relação à vacina. Desconsidere o que ela está dizendo em relação à vacina. Ela não está certa – eu não sou médico, mas vacina – desde que a gente se entende por gente – sempre preveniu. É melhor prevenir do que remediar, isso é histórico”, ressalta Aziz.

“Então, a sua voz calma, a sua forma de falar, convence as pessoas como se a senhora estivesse falando a verdade. Infelizmente, doutora Nise, o que os seus colegas me falaram eu retiro completamente. Eles estão totalmente equivocados em relação à senhora”, afirma Omar Aziz. “A senhora está aqui omitindo muita coisa, e eu sou o presidente dessa comissão, e eu estou alertando que a senhora será convocada novamente, e não mais convidada”.

Acompanhe a CPI da Covid pela TV GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome