Presidente do PTB em São Paulo depõe à CPI da Pandemia nesta quinta-feira

Empresário bolsonarista Otávio Oscar Fakhoury é apontado como “o maior financiador de disseminação de notícias falsas”, segundo Randolfe

Divulgação PTB

Jornal GGN – O empresário bolsonarista Otávio Oscar Fakhoury, presidente do PTB em São Paulo, será ouvido pela CPI da Pandemia na próxima quinta-feira, dia 30 de setembro, a pedido do vice-presidente da Comissão, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), em requerimento aprovado pelos parlamentares nesta terça-feira (28).

Fakhoury entrou na mira da CPI em agosto, quando os senadores aprovaram a quebra dos sigilos bancário, telefônico, telemático, desde abril de 2020. A Comissão também teve acesso ao sigilo fiscal do empresário, desde 2018. O requerimento foi apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Segundo a Agência Senado, a CPI já recebeu documentos da Receita Federal e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Itaú Unibanco, Santander e Paypal também encaminharam informações sobre o empresário.

De acordo com Randolfe Rodrigues, Otávio Fakhoury “foi identificado como o maior financiador de disseminação de notícias falsas”, citando como exemplo os canais Instituto Força Brasil, Terça Livre e Brasil Paralelo. “Esses canais estimularam o uso de tratamento precoce sem eficácia comprovada, aglomeração e diversas outras fake news sobre a pandemia”, justifica o autor do requerimento.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador