Randolfe quer ouvir Osmar Terra sobre gabinete paralelo

O vídeo, divulgado pelo site Metrópoles, mostra o virologista Paolo Zanotto, a médica Nise Yamaguchi, o deputado federal Osmar Terra e o presidente Jair Bolsonaro.

Foto Agência Brasil

Jornal GGN – Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Pandemia, apresentou requerimentos para a convocação do deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) e do médico Paolo Zanotto para que se expliquem à comissão sobre vídeo divulgado pela imprensa que mostra reunião do tal ‘gabinete paralelo’ ao Ministério da Saúde. O objetivo do grupo seria aconselhar o presidente Jair Bolsonaro sobre os passos a serem dados na pandemia. Para Randolfe, o vídeo seria ‘prova definitiva da existência do gabinete paralelo’.

O vídeo, divulgado pelo site Metrópoles, mostra o virologista Paolo Zanotto, a médica Nise Yamaguchi, o deputado federal Osmar Terra e o presidente Jair Bolsonaro. Nos diálogos, Bolsonaro chama Osmar Terra de ‘padrinho’ e ‘assessor’. As discussões se dão em torno do uso de vacina e hidroxicloroquina. Todos estão sem máscaras.

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Pandemia, o vídeo confirma a tese do gabinete paralelo e explicaria a afirmação do general Eduardo Pazuello, de que a vacinação ‘iniciaria no dia D, na hora H’. Para Aziz, está claro que Pazuello esperava as ordens do gabinete paralelo.

O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI, torna-se ‘inegável’ a existência do gabinete paralelo. Calheiros aponta que a reunião ocorreu em setembro de2020, após a primeira oferta de vacinas da Pfizer, e que foi ignorada até março de 2021. Calheiros considera o ‘ministério da doença em ação’.

Com informações da Agência Senado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome