O que houve em Congonhas que Moro só liberou áudios antes do dia 6 de março?

Por Marcos

via Facebook

Prezado Luis Nassif,

gostaria de compartilhar esta reflexão:

Um aspecto curioso a respeito das gravações divulgadas é que nenhuma das conversas trata diretamente da tentativa malograda de condução coercitiva de Lula no dia 6 de março. Que eu me lembre, nos áudios que ouvi até agora, um faz menção ao episódio, mas só menciona, é não é de pessoa que esteve lá no aeroporto de Congonhas ou que sabe em detalhe do que ocorreu lá.

É curioso porque foi o episódio mais bombástico de todo o período abrangido pela escuta, e suponho que os petistas espionados tenham falado muito sobre ele. Creio que muita gente estava curiosa para ouvir alguma coisa a respeito, daria um grande IBOPE.

O que será que houve em Congonhas que o juiz Moro prefere que não venha a público?

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

45 comentários

  1. Se você estiver se referindo

    Se você estiver se referindo ao testemunho de Lula propriamente dito, acredito que não será veiculado a publico. Simples. Não tem nada de relevante no depoimento. Lula respondeu todas as perguntas com serenidade e algumas inclusive ele questionou (no caso do sítio). Então, se forem vazadas, vão fazer pouca diferença pra quem quer vê-lo na forca mas farão muita diferença pra militancia que acredita nele.

    • (Voce nao entendeu o assunto,

      (Voce nao entendeu o assunto, Braga, e eh importantissimo.  Moro escondeu a razao que o sequestro de Lula nao deu certo:  esse eh o assunto.)

    • Grampos seletivos.

      Braga BH, você já imaginou se forem divulgadas as gravações dos telefones do moro, da pfv(polícia federal de vazamentos), dos promotores, do gilmar mendes, do janot ?

      Meu amigo … ia ser a mó farra. Vísceras expostas … ia faltar corvos para tanta carniça.

       

    • Ah, mas tem!

      Embora o assunto não seja a gravação do depoimento de Lula, a transcrição da dita oitiva é bem interessante.

      Eu já fiz, há algum tempo, a seguinte pergunta:

      (…) o que quis dizer o Delegado da PF nesse momento do depoimento transcrito? O que seria a coisa que “Curitiba” precisava ter e para a qual não poderia contar com ele (delegado)?

       

      Delegado da Polícia Federal:­ “Eu só preciso que vocês nos deixem informados do que está acontecendo aí da porta de fora porque nós estamos totalmente perdidos. E outra coisa, Curitiba, eventualmente, precisa ter alguma coisa que … não vai poder contar comigo, nem com vocês.”

      (o grifo é meu)

       

  2. Tenho duas hipóteses:
    1- Acho

    Tenho duas hipóteses:

    1- Acho que as Forças Armadas participaram do episódio de Congonhas, e o paranaense não foi “bafejado” com apoio naquele momento…

    2- Lula e Dilma SABIAM que estavam sendo grampeados e ele aproveitou para dizer que o rei está nú, ou seja, que o STF está acovardado!

  3. O que precisa ser conhecido em detalhes..

    é o que realmente aconteceu que frustou os golpistas de levarem o Lula preso para o Paraná, onde já havia a imprensa e oposicionistas graudos esperando para a apoteose final.  

    Segundo relatos na internete,  tudo foi frustado pela enérgica ação do oficial da Aeronáutica responsável pela segurança do Aeroportoque deu ordens expressas para que o jatinho que estava esperando o Lula não levantasse voo. Já foi até dito que ele mandou furarem os pneus da aeronave.

    O que me espanta é que ninguém até agora procurou investigar isto. O responsável pelo Aeroporto é o IV Comar- Comando Aéreo da Aeronáutica  Quem procurar informações, obviamente deve fazê-lo não somente com os altos comandos, pois se é verdade que o que dizem realmente aconteceu,  isto significa uma clara inversão de rumos  da situação e nós temos um heroi a comemorar.  Mas o alto comando deve estar fazendo de tudo para evitar mais confusão na cena política.  Funcionários da ANAC, controladores de voo que estavam em serviço no momento, e mesmo inside da PF, poderão ser muito mais útil para revelar o acontecido.

  4. Segundo alguns relatos

    Houve resistência legalista por parte do Comando Militar do Aeroporto, com mobilização da Polícia Aeronáutica.

    E aí, mermão, ganhou o lado mais forte. E os 200 palhaçinhos da PF, com roupas camufladas e fantasiados de Rambo enfiaram os fuzis no saco. Literalmente: ARREGARAM.

    Cadê o áudio da operação, Moro?

    • Não creio

      Infelizmente, acho que essa suposta intervenção do “comando militar do aeroporto” é boato. Pleno 2016, estranha ninguém ter uma filmagem de celular, uma foto ou qualquer coisa que indique alguma movimentação suspeita de oficiais da aeronáutica no local. Ademais, se fosse verídico, creio que a aeronáutica se pronunciaria. Ou, mais correto, a própria presidente Dilma o faria, depois de ser informada do ocorrido. Afinal, tal revelãção em caráter oficial seria uma pancada forte no braço judiciário do golpe e nos meganhas da pf.

      • Também não acredito em tropas

        Também não acredito em tropas impedindo decolagem e nem em comandante esbravejando pela “legalidade”… algum detetivão teria resistrado movimentações nesse sentido.

        O fato (ou os fatos) que impediu o traslado do prisioneiro à Curitiba deve ter sido bastante sutil…

      • Acho que rolou uns MIBs!Pois

        Acho que rolou uns MIBs!

        Pois tambem acreditava que era puro delirio.Mas quando li a coluna do Janio de Freitas.Me fez acreditar que algo envolvendo a PA,aconteceu.Não de forma cinematografica..como os primeiros relatos.

        Outra o Silencio geral é muito esclarecerdor.

  5. Entendo o absoluto silêncio

    Entendo o absoluto silêncio da FFAA à respeito do assunto: Elas não querem se envolver e tomar partido na atual situação, querem apenas cumprir seu papel institucional.

    O que ocorreu em Congonhas realmente é um grande mistério.

    Não acredito que apenas o ex-deputado Professor Luisinho tenha conseguido frustrar a ação da República do Paraná naquele momento, apesar de sua valentia em enfrentar a horda de fascistas e a PF no saguão do aeroporto.

    É revelador como NENHUM orgão de imprensa foi atrás do que ocorreu.

    Mas me causa estranheza o fato de a blogosfera também estar deixando o fato “passar batido”.

    Será que ninguém tem fonte na Aeronáutica ou em Congonhas para jogar luzes neste episódio?

    PS: Que show deplorável foi a tal Reportagem da Semana do “Domingo Espetacular” da TV Record ontem sobre a Lava Jato: uma mera repetição de lugares comuns, ilações, meias verdades (“o Brasil inteiro apoia Moro”) endeusamento do delegado aecista e da equipe vaza a jato, causando inveja nos filhos do Roberto Marinho.

  6. Boa reflexão.
    A condução coercitiva foi fato. A tentativa malograda foi de condução ao Paraná, o que poderia ser a camuflagem de outra tentativa malograda: a da não descartável prisão preventiva.

    A PF com 100% de certeza tem uma grande quantidade de áudios contendo críticas à condução coercitiva, se ATÉ A OPOSIÇÃO A CRITICOU PUBLICAMENTE, imagina quantas pessoas (incluindo possivelmente juristas) se solidarizaram com Lula através de conversas telefônicas (TODAS grampeadas).

    Parece-me óbvio que a liberação desse conteúdo poderia tirar a atenção do caráter de fofoca com sua aptidão para produzir os danos irreparáveis à reputação dos envolvidos, o verdadeiro objetivo dos vazamentos, e desta forma comprometer ainda mais a aparência clara de ilegalidade dessa ação policial.

  7. o teor poderia ser defintivamente explosivo
    Não o do depoimento, mas o da coerção desbragada, das possíveis ameaças ilegais ainda não relatadas por Lula, quem sabe o que mais, que poderiam sim atear fogo definitivamente ao cenário. Neste caso Lula poderia estar poupando o país do incêndio final, preocupado com as cinzas que iriam restar. Mas pode ser também que revelem a ação decidida de uma força militar comprometida com a legalidade, com potencial para reavivar antigos fantasmas que ainda assustam as castas militares.

  8. Congonhas
    Quando li sobre a suposta reação dos militares da aeronáutica, a princípio achei mais uma fantasia.
    Mas depois, analisando com calma, ela é bastante factível. Sou filho de militar, cresci no contexto militar, visitando OM’s e sei como é a cabeça de comandante dessas OM’s.
    Não duvido que tenha ocorrido até coisa pior, tipo, o coronel ter enxotado a PF de lá sob ameaça de prender a todos.

  9. Houve resistência da Aeronáutica?

    http://cartamaior.com.br/?/Editorial/Pelotao-da-Aeronautica-impediu-o-sequestro-politico-de-Lula-/35665

     

    Carta Maior relutou em transcrever o relato de autoria de Jari Mauricio da Rocha (leia a íntegra nesta pág.) que lança uma luz sobre o elo que faltava no episódio de condução do ex-presidente Lula ao aeroporto de Congonhas pela PF, em 04/03, a mando dos procuradores da Lava Jato.
     
    Não convenceu a ninguém a justificativa para a escolha do local  inusitado  –‘melhor para a segurança do próprio Presidente’, disseram policiais  não fardados que o levaram de sua casa, em São Bernardo, na manhã do dia quatro de março.
     
    A opacidade dos movimentos, ademais do seu arbítrio exclamado, como denunciou um ministro do STF,  ganharia cores alarmantes com a informação de que uma aeronave, pronta para decolar rumo a Curitiba, aguardava desde cedo em um hangar de Congonhas.
     
    Retirado de sua casa, como foi, com a desculpa de um depoimento em local seguro, e de lá forçado a embarcar para Curitiba, Lula já não seria mais um ex-presidente constrangido.

     
    Seria vítima de um sequestro político.
     
    Por que, felizmente, o desenlace explosivo não se consumou – se de fato se acumulam indícios de sua plausibilidade?
     
    Quem ou o quê teria força capaz de impor um recuo à fria determinação do aparato diante da caça tão longamente cobiçada, então sob o seu desígnio?
     
    O relato oferecido por Jari Maurício da Rocha afirma que um pelotão da Força Aérea brasileira, estacionado regularmente em Congonhas, sob comando de um coronel, ao saber do que se cogitava, enfrentou agentes armados não fardados da PF e interditou o uso da aeronave.
     
    A gravidade do episódio –ademais dos desdobramentos que ensejaria–  levaram  Carta Maior a buscar elementos adicionais que justificassem a reprodução da narrativa isenta de Jari Maurício.
     
    Carta Maior obteve a confirmação de que há fortes elementos de veracidade na narrativa.
     
    Carta Maior obteve a informação de que as maiores  autoridades da República tem ciência do ocorrido.
     
    Carta Maior tem ciência de que o ocorrido não é um fato solteiro.
     
    Ele se encadeia ao potencial de conflitos embutidos nas manifestações e ações  em curso, planejadas  por  forças determinadas a interferir no livre curso dos conflitos da democracia brasileira, a contrapelo das urnas e do Estado de Direito.
     
    A pressa que os move empresta credibilidade adicional ao relato do que se passou e do que se pretendia com Lula levado a Congonhas na manhã do dia quatro de março.
     
    O intento da derrubada do governo e da inabilitação do ex-presidente ao escrutínio de 2018 não sobreviverá a um longo relento sob as intempéries de uma resistência que já transborda para as ruas.
     
    Mais que isso,  se verdadeiro o relato sobre Congonhas, pulsaria em setores  das Forças Armadas o mesmo sentimento que espalha por diferentes setores da sociedade: o inconformismo com uma instância do Judiciário que exorbita de suas prerrogativas e agora avança em espiral descontrolada para colidir com a soberania de outros poderes, cujo equilíbrio forma a blindagem da democracia. Uma vez rompida, o sistema esfarela em rota de colisões sucessivas.
     
    O conjunto dos fatos aqui relatados e seu potencial explosivo requer que os detentores de mandatos democráticos tomem medidas cabíveis.

     

     

  10. Talvez seja isso que ele não quer divulgar

    http://cartamaior.com.br/?%2FEditoria%2FPolitica%2FO-plano-de-prender-Lula-poderia-ter-acabado-em-tragedia%2F4%2F35659

     

    O plano de prender Lula poderia ter acabado em tragédia

     

    Cem soldados da Polícia da Aeronáutica cercaram o jatinho que levaria Lula a Curitiba. A equipe da lava-jato desiste do plano A.

     

    Jari Mauricio da Rocha – http://texticulosdojari.blogspot.com.br/

     

    O que teria, de fato, atrapalhado os planos de levarem o ex-presidente Lula para Curitiba é umas das questões mais levantadas após a última tentativa da equipe de Moro.

    Aeroporto de Congonhas, sexta-feira, 04 de março, cedo da manhã.

    Soldados da polícia da aeronáutica estranham a movimentação de outros policiais armados.

    Bloqueiam a entrada e não deixam eles entrarem no aeroporto. Não teriam reconhecido a farda que foi usada pela Polícia Federal, que estava fortemente armada.

    Um dos soldados avisa ao coronel o que está ocorrendo.

    O coronel fica furioso.

    O reforço é chamado. Em poucos minutos a polícia da aeronáutica está preparada com centenas de homens para, se preciso for, confrontar os policias da PF.

    A confusão é enorme, então descobre-se que o ex-presidente estava sendo conduzido. Neste momento, o coronel assume o comando do aeroporto e dá ordens para que cem homens da Polícia da Aeronáutica cerquem o jatinho que, segundo lhe informaram, levaria o ex-presidente Lula para Curitiba.

    Mais tensão.

    Sabe-se então que Lula está na sala da PF para interrogatório. Neste instante é aventada a decisão de invadir a sala para resgatar o ex-presidente. Há uma negociação, mas o coronel, que segundo consta é legalista, teria perguntado: “O que vocês pensam que estão fazendo com um ex-presidente?”.

    Em meio a isso, o ex-deputado, professor Luisinho já estaria protestando contra a detenção de Lula e há uma baderna enorme defronte a sala da PF. Manifestantes contra Lula entram em êxtase.

    Desmentidos surgem, mas o coronel do aeroporto não dá sinais de recuar. A PA permanece a postos, pronta para qualquer tentativa de condução de Lula.

    A equipe da lava-jato desiste do plano A, que seria levar Lula à Curitiba – onde deputados de oposição já estariam comemorando.

    Além disso, decidem reduzir o tempo do interrogatório, que era pra ser bem mais longo e, consequentemente, mais cansativo ao ex-presidente.

    A Polícia da Aeronáutica, sob o comando do coronel, não arreda pé.

    Diante do impasse, o juiz Sergio Moro teria dado ordens para abortar a operação.

    O ex-presidente Lula é libertado.

    A operação fracassou.

    Quem forneceu essas informações, relatou tudo isso, exatamente desta forma.

    Provavelmente quem esteve no local, naquela fatídica manhã de sexta-feira, possa ter visto parte desse impasse.

    Sobre a veracidade desta versão, cabem duas questões:

    De fato aconteceu desta maneira, a partir da ótica do narrador.

    Ou, como disse a personagem do filme “Cortina de Fumaça”, Paul Benjamin, interpretado por William Hurt, após ouvir a história de natal de Auggie Wren (Harvey Keitel):

    “Para se contar uma boa história tem-se que saber apertar as teclas certas. E nisso, você é mestre”.

    Quando o narrador dessa história terminou de contar, me disse: “Podia ter acontecido uma tragédia. Foi muito tenso”.

    A mim coube apenas a fidelidade do relato sem o uso de qualquer recurso literário.

    • Não apenas isso
      Quase meteram bala na PF mesmo!
      Quase!
      A tropa tem nome, são os CARCARA!

      E tem mais, no dia seguinte divulgaram comunicado, informal, via FB, em que diziam que estavam indo para SP…Porque estavam com vontade de ir.

      Tem gente que não liga pontos…Então eu desenho.

      • Tem mais…
        Eu digo por aqui Que a solução para o Brasil é dividir SP Em 3 Estados.
        E o pessoal não acredita, acha que é coisa de maluco.

        Igual ao meu mantra: é a OAB estúpido!

        Coisa de maluco!

        Vai querer fazer um país? Quer mesmo? Pense bem! Quer?

      • Tou comecando a acreditar

        Tou comecando a acreditar nessa historia mesmo, Athos, inclusive porque se mesmo um fio de cabelo de alguem do exercito (nem fale em mortes) saisse do lugar o proprio Moro nao sobreviveria.  Lliteralmente.

        • Intervenção
          É questão de ponto de vista.
          O ponto de vista do Exército, acredito eu, é que estariam defendendo a vontade popular e a democracia.

          Mas a Globo vai discordar!

  11. Lula e Gandhi.

    Longe de mim querer comparar Lula a Gandhi.

    Mas o ex-Presidente, entronizado na articulação politica do governo com o aval de quase 300 mil pessoas na Paulista no último dia 18, deveria tirar proveito da prerrogativa de estadista que tem perante o mundo e passar a fazer atos simbólicos.

    Diante das injustiças sobre seu povo, cometidas barbaramente pelo Império Britânico, Gandhi utilizou uma arma peculiar e poderosíssima para minar o adversário: o constrangimento.

    Diante de prisões injustas e infundadas passou a fazer greves de fome, chamando a atenção do mundo para as atrocidades britânicas cometidas num país pouco conhecido do ocidente, lá pelos anos 20 e 30 do século passado.

    Contra uma das maiores arbitrariedades para a soberania da Índia, promoveu uma caminhada antológica (Marcha do Sol) para pregar a desobediência civil em contraponto à proibição dos ingleses da extração do sal na Índia sem o seu expresso consentimento.

    Imaginemos pois um Lula em greve de fome, nas celas de Curitiba, vitimado pelas crescentes arbitrariedades de Moro, em tabela espúria com Gilmar Mendes.

    Imaginemos também um Lula alquebrado, depois de solto, ao invés de se dirigir para São Berbardo, indo ao litoral fluminense e pegando um barco para uma certa ilha em Paraty que possui uma bela mansão, segundo consta, sem dono.

    O mundo então entenderá o recado, sem necessidade de traduções linguísticas, de que o maior lider popular deste país está sendo acusado e julgado por juízes tendenciosos, que só fazem o que fazem, atropelando leis, porque ancorados por uma das mais poderosas empresas de comunicação do país, que dita a pauta de outros veículos de comunicação e de políticos da oposição.

    Daí para a análise internacional sobre o caráter dos políticos e asseclas que conspiram para a derrubada de um governo eleito por 54 milhões de votos e a suspenção do estado democrático de direito no Brasil será um pulo.

    E essa gente detestaria ficar mal vista aos olhos estrangeiros, pois perderiam a paz para usufruir as belezas das Avenue Foch e de paraísos fiscais espalhados pelo mundo.

  12. o “capo” é…….

    É por demais evidente que a operação Congonhas foi planejada para Lula ser preso e transferido nas masmorras do menino moro. Todo este circo de guerra exige um “capo” em permanente comunicação com os duzentos esbirros executores de cada tarefa. A cada etapa, tal qual algoritmo devem ser previstas correções prováveis e naturais em tamanha patacoada, para serem superadas em tempo real, e com este poder somente o “capo” ou o seu staff nas decisões.

    Claro que tinha esta estrutura de comando, nenhum general manda as tropas e fica esperando o resultado sentadinho, acompanha e corrige. Desvendar estas comunicações (gravadas?) colocariam o menino moro, o beato dallagnol, a pf amestrada em provável qualificação criminal de quadrilha comprometendo a lava jato obrigando-a refluir em aparente normalidade judicial.

    Resta saber o que apavorou o menino moro e etc. nesta operação messiânica que no fim ficou parecida a uma “armada Bracaleone” patética e trágica.

  13. tantos misterios não desvendados

    sao muitos mistérios que só saberemos algum dia…

    1- quem era o dono do jatinho que vitimou Eduardo campos?

    2- o que (ou quem) deu errado que abortou a prisão/sequestro do Lula?

    3- porque a Dilma manteve o ministro Zé na justiça por tanto tempo?

     

     

     

    •  
      sao muitos mistérios que só

       

      sao muitos mistérios que só saberemos algum dia… ou não:

      A quem pertencia os 450 kg de cocaína apreendida no helicóptero do senador ZezéPerrela?

      Por que a Polícia Federal não investiga os envolvidos na Lista de Furnas?

      Por que PF não prende nem Aécio Neves nem os outros políticos doPSDB?

    • E tem o mistério …
      Dos canceres.

      Nos chefes de Estado que contrariam a vontade do Depertamenti de Estado dos EUA.
      Faça a lista!

      Só pode ser consequência de Chernobyl ou Fukushima. Essa energia nuclear é um perigo mesmo.

  14. Ótimo questionamento!..


    Parafrasenado o Rubens Ricupero: O que interessa a gente mostra, o que não interessa a gente esconde!…

     

    Também acho que peidaram em Gongonhas, Moro, a trupe do MPF e a PF!….

  15. A interferêcia da FAB pode ter sido de outra forma.

    Não creio que a Aeronáutica tenha algum efetivo expressivo no aeroporto de congonhas, pois não é militar ou compartilhado civil/militar.

    Seria mais provável que, sabendo da situação (que a certa altura já era pública e notória) o comandante da aeronáutica tenha avisado que, se o ex-presidente fosse embarcado, o plano de voo da aeronave da PF seria rejeitado pela aeronáutica.

    Nenhum piloto ( que não seja clandestino) é louco o bastante para voar sem plano de voo aprovado, pois as implicações legais são bastante sérias. 

    Em todo caso, um dia a história completa vai vazar.

  16. Bravos homens da Aeronautica.

    Bravos homens da Aeronautica. Evitaram o sequestro de Lula, e Moro amarelou, abortando a operação. Por que os homensa da pf nao enfrentaram a Policia da Aeronautica, acovardaram tambem? Estavam em menor numero? e o japones da federal?

  17. Como é que estão achando que

    Como é que estão achando que vai ter golpe, tanta gente informada, inteligente, comprometida com o que há de mais decente, com a convivência democrática, com o respeito às leis, e que o golpe será desferido pela escória dos brasileiros, o que há de pior, de mais indecente, um bando de delinquentes, todos denunciados ou suspeitíssimos da prática de roubo, de assalto ao dinheiro público? Ficaram todos imbecilizados? Acham que as forças armadas ficarão só assistindo a Nação ser assaltada por essa cambada, a Constituição rasgada, e que deixariam, numa boa, a gangue se apossar do Brasil?

    À muito o Brasil deixou de ser uma republiqueta. Nossas instituições funcionam, não com a perfeição desejada, mas cumprem suas funções.

    Imaginem a Presidenta cassada pela iniciativa de um bando de ladrões e seus sócios cultores da perversão, do escatológico, o poder sendo entregue ao Temer e sua tropa de degenerados,e o Brasil inerme, parado, assistindo esse filme de putaria de quinta categoria!  Ora, me deixem. Vou me preparar para assistir esses poltrões tentarem o golpe e se borrarem todos quando se defrontarem com a reação de nós todos que somos a maioria decente do povo brasileiro.

  18. Eu li (ou vi) em algum lugar

    Eu li (ou vi) em algum lugar uma reportagem com o Ministro Celso de Mello que o próprio ministro dizia que ele estava no aeroporto naquele dia e horário do sequestro do Lula… Isso também pode ter alguma coisa com o não envio do Lula para curitiba?

    • Nao.  Numa operacao de porte

      Nao.  Numa operacao de porte desses ja teria vazado e a oposicao ja estaria tentando assassinato da reputacao dele desde o proximo dia.

      Alguma coisa aconteceu naquele aeroporto que nao deixou uma unica testemunha ou video.  Alguma coisa que assustou as pessoas.

      O causador dessa coisa nao eh reputacionalmente assassinavel.  Essa eh a razao que Moro baixou a crista.  “Porque tava lidando com o Exercito” permanece a tese mais acreditavel.

    • Mais uma ponta logica que

      Mais uma ponta logica que ficou fora:  se Mello tivesse alguma coisa com isso e eles nao tivessem assassinado instantaneamente a reputacao dele, nao faria sentido.  Agora, se pudessem acusar Mello de furar o sequestro, ele diria o que aconteceu pois estava la e sabe que havia armas pra todo lado.

      O que causaria um escandalo.  E Moro sabe disso, a media sabe disso, a PF sabe disso.  Ninguem mais voltou ao assunto -totalmente atipico tambem.

      Por enquanto…  o complexo de inferioridade ganha.  Mas um dia vamos saber essa historia direitinho.

  19. Forte Apache

       O que ocorreu na realidade poucos sabem, quem sabe não irá falar, portanto são poucos, e se ocorreu uma intervenção externa, veio da area politica ou judiciária, do Forte Apache ou de Thor , não veio nada.

        É bom tomar muito cuidado com supostas afirmações e noticias, publicadas em blogs, face, twitters, relativos a movimentações militares, como a recente noticia que Aldo Rebelo teria convocado os 3 ComFFAA, mentira, nenhum deles estava em BSB, ou uma da semana passada ( das varias ), sobre mobilizações em POA, CTBA, RJ, que tb. não aconteceram, as escalas continuaram normais, nem a GLO * de Campinas teve suas escalas alteradas, apenas foi aumentado o “plantão de oficiais” ( em casa ).

         E DE NOVO : Baseados no Aeroporto Internacional de São Paulo – Congonhas, oficiais superiores em serviço, só tem 2 ( um TCel do DECEA , e outro que pode estar ( Major ou TCel ) no SRPV, e nem sempre fica, quanto a PAs o BINFA -14 possui contingentes no IV COMAR, na BASP (Cumbica) e em Marte, já em CGH, no maximo de 1 pelotão de guarda de instalações, somete reforçado quando BSB, normalmente o GTE, solicita um aumento de guarda VIP ( recepção, escolta e transporte de autoridades ).

          Pela lei brasileira, a segurança, tanto ativa como passiva, de aeroportos civis, é responsabilidade na externa das Policias Estaduais, nas “internas” ( gates, rampa, aeronaves civis, pista ) é do DPF , e a circulação de policias federais armados até os “dentes” ( os rambinhos do Daiello ), é comum.

           Quanto a aeronave da PF, pouco importa se identificada ou não ( a PF utiliza-se tb. de aeronaves apreendidas ), elas emitem um código radio/ voo obrigatório “Caçador – numeral “, portanto cabe a ANAC a resposta sobre o plano de voo destas aeronaves, e meus caros, “planos de voo” , ainda mais de um “caçador” ( aeronave MJ/DPF em serviço ), podem ser emitidos diretamente da aeronave, por tablet, smartphone, computador da aeronave, nem é necessário lista de pax , apenas solicitação de slot de pista (prioritário ), informe de rota.

    • Junior50,seria legal,o SR nos

      Junior50,seria legal,o SR nos brindar com um post,Sobre a suas impressões, do que pode ter ocorrido de fato no dia 04/03/2016.

  20. Se quiserem…………

         Analisar movimentações militares, as quais creio que não irão ocorrer, a observação deve ser esta :

         11a Bgda Inf Leve ( GLO – Campinas/SP ) 

         12a Bgda Inf Leve ( Aeromovel – Caçapava/Taubaté – SP )

         26o BTL INf Pqd ( VMilitar – RJ )

          Batalhão Tonelero do CFN

          Unidades mistas das Forças Especiais, sediadas em Campo Grande/MS, como o BTlForEsp/Ex e o ParaSar.

           Dos BINFA da FAB, os de Santa Maria (RS), Galeão e Afonsos (RJ).

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome