Quase 70% dos brasileiros são contra privatizações, aponta Datafolha

Jornal GGN – Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça (26) mostra que sete em cada 10 brasileiros são contra as privatizações pensadas pelo governo Temer, que se assemelham a ideias defendidas por partidos como PSDB e aliados. Segundo o estudo, a maioria (67%) da população também vê mais prejuízos que benefícios na venda de companhias brasileiras.

Privatizar só é uma ação menos indigesta entre aqueles com renda superior a 10 salários mínimos por mês. Nesse nicho, 55% se disseram favoráveis. A rejeição é maior entre os que ganham até dois salários mínimos, onde apenas 13% são a favor.

“As privatizações sofrem resistência até de eleitores de partidos e políticos em geral favoráveis à venda de estatais. Entre quem aponta como partido de preferência o PSDB —que historicamente apoiou e promoveu desestatizações—, 55% se disseram contrários, e 37%, a favor”, destacou a Folha.

“Essa resistência é o principal entrave para as desestatizações que o governo pretende concluir até o fim de 2018, segundo analistas —a Eletrobras é a maior delas”, acrescentou.

PETROBRAS

A privatização da Petrobras é fortemente rechaçada: 70% se disseram contrários, e 21%, a favor. Os demais não souberam responder ou se disseram indiferentes.

Em 2015, 24% se declararam favoráveis à privatização da Petrobras e 61%, contrários.

“Uma possível participação de capital estrangeiro na Petrobras tem oposição ainda maior: 78% se disseram contra, e 15%, a favor”, apontou Folha.

O Datafolha ouviu 2.765 pessoas. A pesquisa tem margem de erro de dois pontos percentuais.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora