Reportagem cria outra mira de investigação da Lava Jato a Lula

Síndico motivou busca e apreensão em outra cobertura do prédio, que foi investigada por imprensa e que, com isso, pode levar a outro depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
 
Jornal GGN – “Não sou proprietário de nenhum apartamento no Edifício Green Hill”, afirmou o advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Roberto Teixeira, que publicou nota de esclarecimento sobre as informações “inverídicas em circulação na imprensa” sobre a segunda cobertura utilizada por Lula no mesmo edifício em que vive, em São Bernardo do Campo.
 
Após o Estado de S. Paulo publicar que o imóvel pertence a um primo de José Carlos Bumlai, amigo de Lula e atualmente preso na Operação Lava Jato, a equipe comandada pelo juiz Sergio Moro começou a investigar se a cobertura é, de fato, de Glaucos da Costamarques, primo do empresário.
 
O segundo imóvel tornou-se alvo de busca e apreensão da 24a fase da Operação Lava Jato, na última sexta (04), somente após o síndico do prédio informar aos delegados da Polícia Federal que Lula também utilizava o apartamento. E os mesmos investigadores afirmaram ao jornal que “apreenderam nesse apartamento vários documentos que reforçam indícios de que o sítio em Atibaia pertence a Lula”. O jornal vai além: a cobertura de São Bernardo “é mobiliada como uma moradia, e não apenas utilizado para guardar pertences”.
 
A notícia enfatiza que o ex-presidente não havia sido questionado sobre essa segunda cobertura, na condução coercitiva da última sexta, porque os investigadores não tinham a informação sobre a existência do imóvel e que só souberam disso “por meio da reportagem”. 
 
O advogado Roberto Teixeira esclareceu que o apartamento 121 do Edifício Green Hill já “era locado pela Presidência da República/Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para servir de apoio ao ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva”. Com a morte do proprietário, em 2010, os herdeiros notificaram o gabinete, informando a intenção de venda e indicando o valor sugerido. Teixeira sugeriu a compra a Glaucos da Costamarques, que passou a alugar ao ex-presidente Lula.
 
A nota de esclarecimento lembra que os pagamentos feitos ao primo de Bumlai constam na Declaração de Imposto de Renda do ex-presidente. “Como visto, uma vez mais deturpam a realidade dos fatos, utilizando-se do vazamento de um documento dotado de sigilo legal, como é o caso da Declaração de Imposto de Renda, para atacar a minha atuação enquanto advogado”, afirmou.
 
Leia aqui a reportagem do Estadão e, a seguir, a nota do advogado:
 
Nota de esclarecimento

Diante de informações inverídicas em circulação na imprensa a respeito do apartamento 121 do Edifício Green Hill, em São Bernardo do Campo (SP), esclareço o que segue:

1 – Não sou proprietário de nenhum apartamento no Edifício Green Hill;

2 – O apartamento 121 do Edifício Green Hill era locado pela Presidência da República/Gabinete de Segurança Institucional (GSI) para servir de apoio ao ex- Presidente Luiz Inácio Lula da Silva;

3 – Em 08 de março de 2010, falecido o proprietário, os herdeiros do imóvel notificaram o GSI, com base no art. 27, da Lei de Locações, informando a sua intenção de venda, já indicando o valor sugerido;

4 – Como advogado especialista em Direito Imobiliário e conhecedor dessa intenção de venda, indiquei o referido imóvel ao Sr. Glaucos da Costamarques, que concretizou a compra mediante escritura de cessão de direitos hereditários. O processo judicial correspondente (inventário) ainda aguarda finalização;

5 – Em 31/01/2011, o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva passou a ser o locatário do imóvel, pagando aluguel ao novo proprietário ao valor de mercado;

6 – Esses fatos vieram a tona em virtude do reprovável vazamento da Declaração de Imposto de Renda do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, onde constam expressamente os pagamentos feitos ao Sr. Glaucos da Costamarques;
 

Como visto, uma vez mais deturpam a realidade dos fatos, utilizando-se do vazamento de um documento dotado de sigilo legal, como é o caso da Declaração de Imposto de Renda, para atacar a minha atuação enquanto advogado.

Roberto Teixeira

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Jaques Wagner defende reforma geracional no PT e mais independência de Lula

19 comentários

  1. Se houvesse o mínimo de

    Se houvesse o mínimo de seriedade neste país,o nome do presidente Lula somente seria proferido nas aulas de história para lembrar do melhor e talvez único presidente realmente democrata neste país.

    É incrível mas parece que sucesso é uma palavra que faz mal ao país.

  2. A nossa brava polícia investigativa!

    Nossa brava polícia investigativa jamais questionou a pujança, a magnitude, a enormidade da importância da cidade de Cláudio (MG), quase uma capital secreta do mundo, que sempre esteve a merecer um aeroporto digno do nome. Quem sabe não seria uma boa vereda para a Lava-Jato se embrenhar? Lula não poderia ser preso (aliás, Dilma também) por haver negado o progresso à cidade de Cláudio, enquanto desperdiçava dinheiro público com coisas da mais absoluta menosquência, como ferrovias, hidrelétricas, pré-sal…?

  3. As pessoas falam, falam é

    As pessoas falam, falam é lógico que é mobiliado, ele tem direito a segurança 24 horas por dia, onde esses servidores descançar, despachar quando o presidente esta em casa….falta de bom senso, que desespero

  4. Não entendi

    Se tivesse havido vazamento da Declaração, já saberiam que o Lula paga o aluguel.

    Pelo que consta, foi o síndico do prédio, que deve adorar o Lula, que deu a dica para a PF.

    Se deu para a PF, té bem provável que ambém deve ter dado para a imprensa.

    Ou alguém acha que a imprensa ia perder a chance de “conversar” com o síndico ?

    Onde está o vazamento do IR ???

    Chama o Tim Maia !

     

  5. Será que não tem ninguem

    Será que não tem ninguem acima do Exmo sr. Srgio Moro e seus comandados.

    Só a Globo.

  6. acho que falta mesmo ao

    acho que falta mesmo ao Advogado, entulhar o STF de ações contra essa imprensa da “GLOEBELLS”..

    Aliás acho mesmo que o STF legalista deveria agir e suspender todos os políticos citados no lava jato e em outros processos, incluindo o presidente do Senado e da Câmara.

    Além disso o STF deveria mandar reabrir, com lei ordinária sei lá.. todas as denuncias arquivadas desde os tempos do Collor até os dias de hoje..

     

    Em Síntese:  Somente o STF tem ligitimidade para intervir nessa bamburdia anarquista-facista que tomou conta do país..

     

    Isso é para ontem… começando com o CUnha e o Renan.. e os o políticos com

     

  7. Mais uma bobagem de quem tem

    Mais uma bobagem de quem tem já tem condenado e precisa arranjar com urgência alguma prova.

    Não consigo entender onde foi parar o RGI – Registro geral de Imóveis. Por R$ 70,00 ou R$ 80,00 se tira uma certidão de imóvel. Aí fico imaginando que esse pessoal do Moro já deve ter feito isso, mas não conseguiram encontrar o que queriam…

    o nome do Lula, ou de alguém da sua família. Aí além de porteiro, síndico bisbilhoteiro também tá valendo.

  8. Devassa

    Quando uma pessoa, sem acusação formal, tem contas, sua e da família,  dados pessoais, vida pessoal e social escancarado na imprensa e na justiça isto tem nome. Chama-se devassa. Teoricamente a lei deveria impedir. Mas parece que os operadores da lei são agora nossos vingadores. Isto não vai sair barato e não estou falando do Lula ou sobre o que ele pode fazer.

    Horacio Duarte

  9. Vão procurar picuinha

    Do Tijolaço

    Lula: rico, corrupto e ladrão

    Luiz Fernando Emediato

    O título acima reproduz o que ignorantes, irresponsáveis, pobres diabos principalmente de classe média alta – aqueles que têm inveja dos ricos e raiva dos pobres – vivem dizendo por aí, manipulados pelas porcarias que lêem de vez em quando.

    Vejamos: Lula recebeu 104 salários ao longo de seu mandato, algo em torno de R$ 3 milhões de reais, que não precisou gastar, pois vivia à custa do Estado. Portanto, aplicou. Em oito anos, esses R$ 3 milhões viraram algo em torno de R$ 6 milhões. Ao sair da presidência – como Fernando Henrique Cardoso e Bill Clinton – andou pelo Brasil e o mundo fazendo palestras regiamente pagas por construtoras multinacionais (sim), bancos, instituições diversas e até pelas Organizações Globo. Cobrou caro, mais que Fernando Henrique, no que fez muito bem.Palestra de Lula vale mais, pois são mais divertidas e nem um pouco pedantes.

    Essas palestras – palestras verdadeiras, documentadas felizmente pelo escritor Fernando Morais , que está escrevendo um livro sobre Lula – renderam, para nosso ex-presidente, algo em torno de R$ 30 milhões, que ele pode ter usado comprando a cobertura onde mora, os pedalinhos dos netos, a canoa de lata de Dona Marisa, engradados de cerveja e toneladas de picanha.

    Parece que doou uma pequena parte para filhos, e fez bem em não doar mais, pois filhos precisam trabalhar e ganhar o seu próprio dinheiro, até mesmo – se um dia tiverem competência – para comprar o Friboi. Se os donos do Friboi quiserem vender, do que duvido.

    Não usou para comprar o tal triplex no Guarujá (uma porcaria, na verdade, apesar do puxa-saquismo da Construtora, que nela colocou até elevador, ansiosa para agradar e vender). Nem para comprar o tal sítio em Atibaia, que lhe foi oferecido por amigos e filho. (Vi umas fotos aéreas do sítio e fiquei abismado com a má conservação do piso ao redor do lago, cuja água me pareceu bem suja).

    Agora vamos falar de corrupção.

    Consideremos que Lula tivesse se corrompido de verdade, como aquele presidente africano que não sai da cadeira há quase 30 anos e cuja filha é a mulher mais rica da África.

    Suponhamos que tivesse se corrompido como algum ex-agente da KGB ou general soviético, que hoje possui algo em torno de US$ 10 bilhões. Ou como algum anônimo militar chinês, que enriqueceu a família inteira, na casa dos bilhões de yuans, claro que arriscando ser executado de joelhos, com uma bala na nuca.

    Mas suponhamos que ele não tivesse desmedida ambição. Que quisesse enriquecer apenas como enriqueceram – como o uso de informação privilegiada, claro, pois jamais pegariam “propina” – os antigos economistas de José Sarney, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso, que se contentaram em ser “modestos” banqueiros e em terem apenas uns R$ 5 bilhões de patrimônio. Cada um deles, é claro.

    Se Lula – presidente da sexta, ou sétima, vá lá, economia do mundo – se corrompeu, e restou com apenas R$ 30 milhões em caixa, ele seria, me perdoem, um perfeito incompetente. E isso ele não é.

    Tudo bem que ele, do ponto de vista da classe média, “enriqueceu”. Mas convenhamos: andar pelo Brasil e o mundo fazendo palestra de graça para grandes empresas e grandes instituições seria o cúmulo da burrice. Nesse caso, melhor seria ele se internar num mosteiro franciscano.

    Tenham dó.

     

  10. Mais uma tentativa….

    Aí provavelmente estará mais uma cagada dos arapongas do Daiello que atiram no que veem e acertam no que não viram.

     

    Se eles foram a outro local que não estava coberto pelo mandato judicial o descuido pode causar a nulidade de toda a farsa. Pelo menos era assim, antes de ser implantada a doutrina da “Teologia da Vazação” do menino maluquinho de Curitiba.

     

    O conjunto probatório da Operação Satiagraha foi derrubado, se não estou enganado, porque foram utilizados como provas documentos do Opportunity que estavam em outro departamento em outro andar da empresa que, segundo os magistrados, não estava coberto pelo mandato de buscas. Então, nesse caso, contra o Daniel Dantas havia provas robustas mas o meio desqualificou a prova (????). Naquele dessa matéria, na tal cobertura, não há prova nenhuma e o processo será requentado repetidamente mercê da parceria dos Agentes  PÚBLICOS corruptos os as quadrilhas das empresas PRIVADAS de comunicação. Já passou da hora de por esse Daiello para fazer segurança de casa noturna em alguma cidadezinha distante de fronteira. Já vai tarde.

  11. Neste caso, há duas

    Neste caso, há duas irregularidades graves, que precisam ser questionadas judicialmente pelos advogados do Lula:

    1) Se o síndico confidenciou à PF o uso do apartamento vizinho pelo Lula e esta informação vazou para a imprensa, fica claro, desta vez, que o vazamento partiu da própria PF ou de outro integrante da Vaza Jato.

    2) Qualquer apreensão, em qualquer imóvel, precisa ser autorizada pelo juiz, de maneira formal (mandado de apreensão). No mandado da sexta-feira consta apenas o apartamento do Lula. Se fizeram apreensão no apartamento vizinho, sem o devido mandado judicial, foi cometida outra ilegalidade, grave, entre tantas outras já cometidas. Isto compromete toda a operação. 

    Estes procedimentos precisam ser imediatamente levados a juizo, no STF.

  12. Simplórios e medíocres…

    Como disse o LULA: “Eles querem que “essa merda de torneiro mecânico não tenha nada”…

    O LULA é uma ESTRELA MUNDIAL e se tornou PARTE DA HISTÓRIA VIVA DESTE PAÍS…

    Qual investidor deixaria passar a OPORTUNIDADE DE ADQUIRIR UM IMÓVEL AO LADO DO DO LULA?

    O estadão vai pela lógica de pobre, que é o que IMAGINAM O QUE LULA É PELA SINERGIA QUE TEM COM O POVO e publica uma palhaçada destas…

    Imagina um cantor MUNDIALMENTE FAMOSO morando no edifício do LULA?

    Qual investidor não gostaria de comprar um apartamento ao lado?

    O apartamento ao lado do LULA seria posta a venda, imagina se a eliane catanhede comprasse o apartamento ou um cabo eleitoral do aécio, do agripino?

    Seria o INFERNO!

    SABIAMENTE DIRECIONARAM A VENDA PARA UM INVESTIDOR, QUE LÓGICO SAIRIA LUCRANDO…

    Os apartamentos deste prédio devem ser vendidos ou alugados por preço superior ao de mercado na região!

    Coitado do porteiro, caiu no “conto da mídia” e se deu mau…

    É duro estadão…

    Notícia para pegar BESTAS E DESAVISADOS…

  13. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome