SP à beira do colapso por falta de kit intubação

Jornal GGN – O governo de São Paulo encaminhou ao menos nove ofícios para o Ministério da Saúde pedindo medicamentos do kit intubação para pacientes graves de covid-19, para repor os estoques e evitar o desabastecimento. O prazo solicitado é de 24 horas.

“Em 40 dias, a Secretaria do Estado da Saúde mandou o quantitativo de nove ofícios para o Ministério da Saúde. Ontem foi o último ofício que nós mandamos porque nós precisamos do apoio do Governo Federal para a produção centralizada dos kits intubação”, afirmou o secretário Jean Gorinchteyn em entrevista coletiva, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

O objetivo é repor estoques e evitar o desabastecimento de remédios essenciais para o tratamento da doença e, assim, evitar o colapso no atendimento. “Em face desse cenário, é imprescindível o envio de medicamentos para o Estado de São Paulo em até 24 horas, minimamente para suprir o abastecimento de 643 hospitais para os próximos dias”, diz o documento encaminhado ao governo federal.

A lista de medicamentos inclui quatro bloqueadores neuromusculares, três fármacos para sedação contínua e de um fármaco para analgesia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora