GGN recebe Prêmio Alceri Maria Gomes 2021 por defesa dos Direitos Humanos

A luta pelo direito à memória, verdade e justiça rendeu ao GGN uma menção honrosa. Movimento "Mães de Maio" será o grande homenageado do ano

GGN recebe Prêmio Alceri Maria Gomes da Silva, da Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura de SP
GGN recebe Prêmio Alceri Maria Gomes da Silva, da Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura de SP

O GGN, portal de jornalismo independente criado por Luis Nassif em 2013, será homenageado pelo Prêmio Alceri Maria Gomes de 2021 por sua luta pela memória, verdade e Justiça. A premiação é feita pelo Departamento de Educação em Direitos Humanos, da da Secretaria de Direitos Humanos da Prefeitura de São Paulo. A menção honrosa será entregue durante cerimônia pública no auditório do Museu Brasileiro de Escultura (MUBE), na próxima sexta-feira (10/12), a partir das 18h30.

Neste ano, o GGN receberá a menção honrosa como pessoa jurídica. Em anos passados, Agência Pública, Ponte Jornalismo, o Memorial da Resistência e a Central Única das Favelas ganharam o prêmio na mesma categoria. Na categoria pessoa física, a menção honrosa de 2021 será entregue a Maurice Politi, preso político da época da ditadura e militante da Aliança Libertadora Nacional. Atualmente é defensor dos Direitos Humanos junto ao Núcleo de Preservação da Memória Política.

A grande homenagem da noite será concedida para o Movimento Mães de Maio, uma rede de mães, familiares e amigos de vítimas da violência do Estado. Formado a partir dos chamados Crimes de Maio de 2006, o grupo luta verdade, memória e justiça para todas as vítimas da violência institucional e policial contra a população pobre e negra.

A noite de premiação faz parte do Festival de Direitos Humanos, que ocorre entre 06 a 10 de dezembro (confira a programação aqui).

Prêmio Alceri Maria Gomes de 2021 por Memória Verdade e Justiça:
Homenagem: Mães de Maio
Menção Honrosa (Pessoa Física): Maurice Politi
Menção Honrosa (Pessoa Jurídica): Jornal GGN

O Museu Brasileiro de Escultura (MUBE) está localizado na Rua Alemanha, 221.

SOBRE ALCERI MARIA GOMESAlceri lutou contra a ditadura militar e, de acordo com a Comissão Nacional da Verdade, morreu em decorrência de ações perpetradas pelo Estado. Ela é considerada desaparecida pela CNV, uma vez que seus restos mortais jamais foram encontrados. Presa no DOI-CODI, ela foi torturada e há divergências sobre as circunstâncias de sua morte.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador