70% das crianças que vivem nas ruas do Brasil sofrem violência doméstica

Estudo mostrou que 70 mil crianças viviam em situação de rua em todo o Brasil, no ano passado

Imagem ilustrativa./ Foto: Adobe Stock

do Observatório do 3º Setor

70% das crianças que vivem nas ruas do Brasil sofrem violência doméstica

por Maria Fernanda Garcia

Uma triste realidade que afeta milhares de crianças no Brasil é a violência sofrida na própria casa. O medo de viver em suas próprias casas leva muitas crianças e adolescentes brasileiros a viverem nas ruas. Entre os que vivem com suas famílias nas ruas, a violência também é uma realidade.

Um estudo feito pela ONG Visão Mundial apontou a existência de 70 mil crianças em situação de rua em todo o Brasil, no ano passado. Na capital paulista, são 1.800 crianças em situação de rua. Destas, 900 vivem nos bairros centrais.

A ONG Visão Mundial atua no Brasil desde 1975 e já está em 10 estados brasileiros, atendendo milhões de pessoas que vivem em comunidades empobrecidas e em situação de vulnerabilidade.

Das crianças que vivem nas ruas entrevistadas pela Visão Mundial, 70% são vítimas de violência doméstica. E quase 19% dormem com fome.

Contrariando o pensamento da maioria das pessoas, 79% informaram que nunca tiveram contato com furto ou roubo.

Infelizmente, o abuso sexual é um dos tipos de violências que levam crianças a terem medo de viverem nas suas próprias casas. De acordo com o balanço anual do Disque 100, 17 mil crianças e adolescentes foram vítimas de violência sexual ao longo de 2019. Em 73% dos casos, o crime ocorreu na casa da própria vítima ou do suspeito. Os principais abusadores foram os padrastos (21%) e os pais (19%).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. “…70% das crianças que vivem nas ruas do Brasil sofrem violência doméstica…” E 100% destas Crianças nasceram sob o Manto de uma farsante Constituição Cidadã. Já são a segunda, não raramente, a terceira Geração. Filhos, Netos, Bisnetos do continuísmo deste Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista, que beira seu centenário. Também Constituição erguida e arquitetada por um pária, Figura Abjeta como Ulisses Guimarães e cumpliciado por toda Elite Fascisto-Esquerdopata em pseudo Partidos Progressistas, que se mantém desde 1930?! Esperar mais o que, fora a perpetuação do ‘Projeto de Latrina Planetária’? O mais surreal, na Pátria da Surrealidade é falar em ‘Violência Doméstica’ entre Crianças que moram nas ruas. Estas Elites, este Estado “Redemocrático” garantiu a continuidade de secular Violência, para Brasileiros que nunca souberam o que é ter uma Residência !! Realmente Violência “Domesticada” e “Naturalizada” dentro desta tal Constituição Cidadã. Pobre país rico. A culpa, esta, deve ser dos outros. Imperialismo NorteAmericano, talvez? Talvez Trump?! Mas de muito fácil explicação.

  2. Triste realidade…
    só quem já passou por isso sabe que só conseguimos dormir com fome quando a fraqueza do corpo passa a nos proteger como se fosse um cobertor para a alma……………………………….
    ponto da fome que segue destruindo pouco a pouco todas as memórias do nosso corpo………………..
    mil vezes mais doloroso e desastroso quando numa criança, porque a única memória que ela perde é a de ser humana……………………………………..umas voltam, outras não

    passei por isso em 1960. Talvez por isso é que posso me………………………………………….ser como eu sou

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome