Governo Lula retira Correios e EBC do programa de privatizações

Tatiane Correia
Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.
[email protected]

Edição extra do Diário Oficial da União destaca ainda as retiradas de outras estatais, como Ceitec, Dataprev, Serpro, Nuclep e ABGF

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva oficializou a retirada de sete empresas estatais do Programa Nacional de Desestatização (PND) e de outras três empresas do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI).

Edição extra do Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira revogou decisões que foram tomadas durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Segundo o DOU, as empresas que foram excluídas do PND e tiveram as qualificações para o PND revogadas foram:

 – Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT;

 – Empresa Brasil de Comunicação – EBC;

 – Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência – Dataprev;

 – Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A. – Nuclep;

 – Serviço Federal de Processamento de Dados – Serpro;

 – Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias S.A. – ABGF;

 – Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada S.A. – Ceitec.

As estatais que tiveram suas qualificações no PPI oficialmente revogadas foram:

 – Os armazéns e dos imóveis de domínio da Companhia Nacional de Abastecimento – Conab;

 – A Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. – Pré-Sal Petróleo S.A

– Telecomunicações Brasileiras S.A. – Telebras.

Confira abaixo a íntegra da publicação do Diário Oficial da União.

DOU060423

Leia Também

Tatiane Correia

Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.

3 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Faz sentido. Se os bilionários vagabundos querem ter lucro eles devem correr riscos construindo empresas novas e inovadoras. As empresas públicas foram construídas com dinheiro da população brasileira e não podem ser entregues aos picaretas que querem auferir lucros exorbitantes sem correr riscos de perder suas fortunas.

  2. Para o alto e adiante!

    Lula 3 tem que investir e gastar para gerar demanda ala FDR e seu New Deal.

    Por favor, esqueçam o BC que está fazendo um trampo otimizado de falência bancária. Em breve, efeito manada nos bancosprivados.

    Obrigado Bob Fields! Esse neto foi seu maior legado

  3. Precisa ir além. Nessa história de privatização precisa haver um comportamento mais racional. Tudo bem, o governo Lula tem boas intenções e age racionalmente. Mas num próximo governo em que existam outras características? Quer dizer que estamos ao sabor da vontade dos governantes?
    Temos de ter um pouco mais de racionalidade.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador