Contra a fome, MTST faz protesto em frente à mansão de Flávio Bolsonaro

O MTST explicou que enquanto brasileiros têm recorrido a restos de carne para se alimentar, os Bolsonaro "multiplicam seus imóveis

Foto: MTST

Jornal GGN – Enquanto a fome voltou a assombrar os brasileiros, o saldo de mansões da família Bolsonaro só cresceu neste ano. Com isso, o Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) protestou nesta quinta-feira, 30, em frente a residência luxuosa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), adquirida por cerca de R$ 6 milhões. 

Flávio é alvo de investigação pela suposta prática de esquema de “rachadinha”, ou seja, o desvios dos salários de seus assessores quando era deputado estadual da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). 

LEIA TAMBÉM: Contra a fome e o desemprego, movimentos sociais ocupam Bolsa de Valores em SP

Segundo a investigação, ele ainda é suspeito de realizar a lavagem de dinheiro por meio da venda e compra de imóveis.

Nas redes sociais, o MTST explicou que enquanto brasileiros têm recorrido a restos de carne para se alimentar, os Bolsonaro “multiplicam seus imóveis”.

:: A PARTIR DE R$ 10 VOCÊ PODE AJUDAR A MANTER O JORNALISMO INDEPENDENTE DO GGN. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS ::

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome