Avanço da imunização nos EUA aumenta pressão sobre Joe Biden

Jornal GGN – Enquanto Joe Biden consegue uma proeza importante ao acelerar a vacinação nos Estados Unidos, o presidente norte-americano tem sido cada vez mais pressionado para ajudar os países que estão atrás na imunização – e uma das pautas é a queda de patente das vacinas na Organização Mundial do Comércio (OMC).

O último debate foi realizado no início do mês, e a pressão interna aumentou: 31 congressistas norte-americanos endossaram tal proposta, e democratas dizem que articulam o apoio de quase 100 nomes.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, a posição de Biden não é das mais confortáveis:  o governo Trump comprou mais vacinas do que o necessário, o que deve levar à imunização de toda a população elegível até o segundo semestre, e a decisão de vacinar toda a população primeiro não foi bem vista principalmente devido à vacina AstraZeneca, que se encontra sem uso no país.

O próximo encontro da OMC está programado para abril, e tudo indica que o debate será igualmente complicado: tanto os governos como o setor privado que são contra a medida afirmam que a infraestrutura é o gargalo para produção do imunizante, o que é contestado pela Organização Mundial da Saúde.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora