Barroso determina abertura de CPI da Covid-19

Decisão atendeu pedido de senadores que querem apurar a condução da pandemia pelo governo de Jair Bolsonaro

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quinta-feira, 8, que o Senado instale uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a condução do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a pandemia da Covid-19.

Senadores já haviam protocolado em fevereiro o pedido para abertura da CPI. Segundo os parlamentares, o governo Bolsonaro vem “incentivando até mesmo tratamentos sem nenhuma evidência científica, além de atrapalhar os esforços de prefeitos e governadores” no contexto da pandemia da Covid-19.

A comissão, no entanto, ainda não tinha sido criada pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), até esta quinta. Pacheco declarou, inclusive, que é contra a CPI, mas que respeitaria eventual decisão da Suprema Corte.

Barroso analisou uma ação apresentada pelos senadores Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO). Ao todo, 31 senadores assinaram o pedido de criação da CPI, dos 27 exigidos pelo regimento.

“Defiro o pedido liminar para determinar ao Presidente do Senado Federal a adoção das providências necessárias à criação e instalação de comissão parlamentar de inquérito”, escreveu Barroso na decisão.

Com informações do G1.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora