#LivroSim: Eleitores levam livros às urnas em manifesto contra Bolsonaro


O ator e diretor Enrique Diaz – Foto: Instagram Pessoal
 
Jornal GGN – Como manifestação silenciosa contra o candidato da extrema-direita Jair Bolsonaro (PSL) e a favor de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República, eleitores levam livros na mão para votar. 
 
Com a hashtag #LivroSim e #LivroNaMão, o manifesto é uma referência a favor da democracia e dos direitos humanos e uma oposição às armas na mão, uma das propostas do presidenciável Bolsonaro. Ainda, como Fernando Haddad é professor, as expressões foram usadas durante a sua campanha como slogan de governo.
 
Os livros escolhidos pelos eleitores são, em sua maioria, de temas de direitos humanos, ditadura do regime militar no Brasil, de sociólogos, história e clássicos da literatura. 
 
Abaixo, algumas pessoas que levaram livro para votar neste domingo, em homenagem a Haddad e contra Bolsonaro. As imagens são de internautas do Twitter:
 
 
 
 
 
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora