Alexander Parvus e a ação alemã na Revolução Russa

ARVUS E A AÇÃO ALEMÃ NA REVOLUÇÃO RUSSA – Um romance digno de Ian Fleming a espera de um filme de ação. O antigo socialista revolucionario de 1905, Alexandr Helphand, nascido Israel Lazerecih Gelfand na então Russia branca, conhecido no ambiente revolucionario como Parvus, companheiro de Trotsky na fracassada Revolução de 1905, em 1915 milionario como negociante de trigo, será então o intermediario crucial do Estado Maior Imperial da Alemanha do Kaiser para levar Lenin à fronteira russo-finlandesa abastecido de grandes fundos para bancar a revolução. Objetivo alemão: derrubar o enfraquecido governo do Czar Nicalu II, fazer ocupar o poder pelos bolcheviques e em sequencia a Russia pedir a paz negociada com o Imperio Alemão.

Os fundos foram providenciados por bancos alemães em Copnehagen, o transporte de Lenin de Zurich à fronteira da Finlandia atravessando toda a Alemanha em um trem lacrado foi parte principal do acordo negociado por Parvus, que tinha a confiança dos alemães e dos revolucionarios de Zurich.

Os resultados foram os esperados, com Lenin à frente e o dinhiro alemão a Revolução foi desencadeada em um ambiente inflamado pela fome e pela derrotas militares, o nvo governo sovietico assume o poder pela mobilização das ruas e propõe à Alemanha a paz.

Russia e Alemanha assinam o Tratado de Brest Litwosk, a Russia cede territorio em troca de tempo indispensavel para a consolidação da Revolução, combatida de 1917 a 1920 pelo Exercito Branco de tchecos e cossacos financiado pela Inglaterra e Estados Unidos.

A Paz de Brest Litwosk permite à Aleamnha transferir da Frente Leste para a Frente Oeste 4 milhões de soldados, com o que dsencadeia uma nova e inesperada ofensiva no Marne, que chega a 30 quilometros de Paris, quase ganhando a Guerra.  Não ganhou pela entrada dos EUA no final do conflito e pela calamitosa situação de falta de alimentos e combustivel na Alemanha e para o Exercito.

A Alemanha perde a Guerra sem ter sido invadida em um unico metro quadrado de seu territorio.

A iniciativa do Estado Maior Imperial Alemão tornou possivel a vitoria da Revolução Sovietica.

Parvus morre riquissimo em Berlim, em 1925, dizem alguns historiadores que ficou com boa parte dos fundos alemãos dos quais foi o “”mala”” para financiar a Revolução.

A TV Russa produziu uma serie sobre a extraordinaria vida de Parvus, eis o 3º capitulo.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome