EUA voltam atrás e decidem não apoiar entrada do Brasil na OCDE

Carta enviada pelo secretário de Estado de Trump, Mike Pompeo, ao secretário-geral da OCDE revela que o governo de Donald Trump não cumpriu desejo de Jair Bolsonaro

Jornal GGN – Apesar dos esforços do mandatário brasileiro Jair Bolsonaro de aproximação com Donald Trump, o governo dos Estados Unidos não irá apoiar mais a entrada do Brasil na OCDE (Organização de Cooperação e de Desenvolvimento Econômico). A informação foi divulgada nesta quinta-feira (10) pela agência Bloomberg. “EUA recusam proposta de Brasil entrar na OCDE, depois de endossá-la publicamente”, manchetou o jornal.

“O governo dos EUA voltou atrás de apoiar a tentativa do Brasil de ingressar na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, representando uma revés ao Brasil, após meses de apoio público das autoridades”, anunciou a Bloomberg.

A decisão teria sido definida em carta enviada pelo secretário de Estado de Trump, Mike Pompeo, ao secretário-geral da OCDE, Angel Gurria, em agosto passado. A agência de notícias estadunidense teve acesso ao documento, que mostra a desistência do governo dos EUA em apoiar o Brasil no clube dos países mais ricos do mundo, como queria Jair Bolsonaro.

Na carta, ainda segundo a Bloomberg, Pompeo apoiou a entrada da Argentina e da Romênia no grupo. Desde o início da aproximação do Brasil da atual gestão com Donald Trump, os norte-americanos deixaram claro que a Argentina seria o país indicado pelos americanos na OCDE. A Romênia, por outro lado, vem da indicação do bloco europeu.

Apesar da informação e de que até o ministro da Economia, Paulo Guedes, teria sido informado da indicação da Argentina para o grupo, o presidente Donald Trump havia endossado as ânsias de Bolsonaro recentemente, em março deste ano, quando o mandatário brasileiro cumpriu agenda oficial na Casa Branca, em Washington, uma vez mais mostrando ser fiel ao EUA.

Leia também:  Trump inunda o Judiciário com conservadores, inclusive sem qualificação técnica

Do lado de cá, Bolsonaro decidiu elevar a cota para importações anuais de etanol sem tarifa, passando de 600 milhões para 750 milhões de litros, por um ano, o que foi comemorado por Trump, uma vez que o país é o principal exportador de etanol ao Brasil.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

10 comentários

  1. Que eu me lembre o Brasil tinha desistido de vantagens na omc em troca dessa idiotice, e isso como fica?

    Esse governo de Zé ruelas…..só destroem o que já está estabelecido, o que depende deles não sai do chão…..

  2. Pelo meno Trump corrigiu uma gafe alheia! Deve ser a primeira vez na vida dele que ele encontrou algum governo mais gafioso que o dele.

    Ja pensou?!

  3. Donald Trump vai se salvar do Impeachment cagando em Jair Bolsonaro e Führer bananeiro vai ter que fugir para um bananal.

  4. Bozo não pode ver uma vergonha e já quer passar…
    Ele é “o capacho”: ele pede pra ser pisado e ser feito de otário.
    E, como a política mundial é “uma briga de faca” pelos recursos do mundo, os outros presidentes estão se aproveitando do amadorismo e da falta de “tato público” com o patrimônio do país, que o acéfalo tem com o que é nosso e com nós (o povo que nasce e mora aqui).
    Estão comprando tudo que podem: empresas, terra, petróleo, floresta… muitos usando o BNDES para financiar a compra (hein?), gerando ótimos empregos lá fora e para nos sobrando “o resto” com alguns carguinhos técnicos e uma ou outra coisinha mais…
    Vamos pagar caro no médio e longo prazo por causa de erros tão idiotas e pelo amadorismo desse FD* que não sei se sobreviveremos como país nos próximos 30 anos…
    Ou a luta vai ser grande… E o instituto Rio Branco (desde que livre dos canalhas como o ministro do momento) vai ter muito trabalho pelos próximos anos para reaver direitos e vantagens (não só comerciais mas como de vistos, entre outros) que este canalha está jogando no lixo sem ter troca alguma na maioria das vzs… afundando a soberania, que nunca foi tão grande quanto o nosso tamanho e quanto “merecemos”, mas que tinha sim aumentado nos governos anteriores e agora nos escorre pelos dedos, pelas mãos de um despreparado total que não sabe o que faz, o que fala, o que pensa, não sabe se comportar, não tem carisma…
    Tristeza sem fim e sentimentos de impotência perante tudo o que vem acontecendo. Me sinto culpado por ter emprego enquanto cada dia mais vejo a miséria na rua com semi-zumbis se arrastando por esta terra arrasada que estão fazendo de nós…
    O que será de nós?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome