Pai de Linus Torvalds afirma que NSA pediu brechas no código aberto do Linux

Enviado por Gão

do Tecmundo

NSA teria pedido para Linus Torvalds deixar brechas no código do Linux

A informação veio através do pai de Linus durante um inquérito sobre a vigilância em massa dos cidadãos europeus

Por Fabio Jordão

As histórias sobre a NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA) se envolvendo com grandes corporações ainda estão dando o que falar — e parece que essa história vai longe.

Semana passada, um vídeo publicado no YouTube mostrou como foi uma sessão do inquérito instaurado na Europa para tentar descobrir quais empresas teriam liberado dados para a NSA.

E, no meio de tantos esclarecimentos, surgiu a informação de que a NSA teria solicitado a Linus Torvalds para inserir alguma brecha (backdoor) em seu sistema operacional de código aberto.

Falando sobre o Linux, mas atacando o Windows

Durante uma série de questionamentos direcionados a um representante da Microsoft, Nils Torvalds, o pai de Linus, aproveitou o ensejo para comentar que seu filho havia sido abordado pela NSA nessa mesma história das brechas. Todavia, Nils comenta que a resposta de Linus em público foi diferente:

“Quando fizeram a mesma pergunta a meu filho mais velho: ‘Ele teria sido abordado pela NSA sobre a questão das backdoors?’, ele disse ‘Não’, mas ao mesmo tempo assentiu. Então, ele estava em uma posição jurídica tranquila. Ele tinha dado a resposta certa… Todo mundo entendeu que a NSA o abordou.”

NSA teria pedido para Linus Torvalds deixar brechas no código do Linux (Fonte da imagem: Divulgação/Linux Foundation)

Logo em seguida, Nils disparou sua opinião sobre Windows, comentando que o sistema tem uma série de brechas, pois ele é mal programado. Os bugs do sistema são todas backdoors. Para finalizar, o pai de Linus ainda falou que a Microsoft diz que corrigiu um bug, mas que há suspeitas de que os programas do Windows tenham centenas de backdoors.

Fonte: Muktware

8 comentários

    • Lookin’out my back door by John Fogerty

      Oi Ricardo César, pelas suas afirmações, acredito que não programa nem em Basic. Todo o programador durante o desenvolvimento cria back doors para facilidade de correção do software. Depois de pronto, elimina as linhas de código e recompila. Você acha tão fácil encontrar back doors? Então você é um gênio. Richmond o espera de braços e coração abertos.

  1. Não é possível fazer isso que

    Não é possível fazer isso que a NSA queria em um software livre. O código fonte do kernel do Linux está disponível para todos e é vaculhado por centenas de especialistas do mundo todo. Quem desconfiar que o binário tem algum gato só tem que recompilar o kernel a partir dos fontes. A natureza aberta do software livre não permite esse tipo de manipulação que certamente está presente nos principais softwares proprietários, incluindo o Windows mas não limitando-se a ele.

  2. Quando os governos brasileiros proibirão software proprietário?

    É claro que sistemas operacionais e aplicativos proprietários têm portas dos fundos que são exploradas pelos EUA. Quando é que o poder público brasileiro vai parar de comprar estes programas? Agora mesmo a Empresa Brasileira de Notícias está fazendo uma grande compra de produtos Microsoft!

    • A guerra Windows x Linux.

      Meira da Rocha, boa noite. Já houve nesse governo disposição para substituir software proprietário (principalmente o S.O. Windows pelo código aberto Linux), mas conforme o governo foi ficando sob pressão da imprensa, parece que a ideia foi abandonada. No início do governo Lula a Revista do Esgoto publicou que a troca de S.O. no governo federal era puramente ideológica, devido ao “Custo de Propriedade” do Linux, que seria mais caro do que o Windows. Acredito que você é do ramo, bastaria o governo federal financiar a juros negativos computadores para todos os professores da rede pública com Linux instalado e o compromisso de não trocá-lo por Windows. Em 2 anos, teríamos centenas de milhares de especialistas em Linux no Brasil, muitos deles participando do desenvolvimento desse sistema operacional de código aberto, que tem um atrativo irresistível: é completamente gratuito, além de ser muito bom e mais seguro. Com dinheiro gasto em software proprietário, daria para o governo reformar todas as universidades federais mais antigas (prédios) e instalar maravilhosos laboratórios de Informática até em Roraima..

  3. 100% Linux

    Não é perfeito, não me importa. É honesto e tem muita gente trabalhando, pública ou anonimamente. Meus parabéns aos desenvolvedores de Linux. Break the Windows.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome