Xadrez da tacada de 2,5 bilhões da Lava Jato, por Luis Nassif

E, como sempre ocorre com poderes exercidos de forma absoluta, criou-se uma larga cadeia improdutiva da Lava Jato, permitindo ganhos expressivos em várias modalidades de negócio

Peça 1 – os delatores da OAS

A delação da OAS foi central para a condenação de Lula. Agora, executivos da empresa revelam que houve pagamento de R$ 6 milhões para diretores que aceitaram combinar versões com a empresa. Quem definia as condições para a delação era a Lava Jato, procuradores e o juiz Sérgio Moro. E as versões invariavelmente foram no sentido de condenar Lula.

Lula se transformou no toque de Midas da Lava Jato, a condição para indulto plenário a qualquer abuso cometido e a qualquer suspeita levantada. A perseguição a ele teve alguma dose de motivação política pessoal da Lava Jato. Mais que isso, foi a oportunidade para, em um primeiro momento, garantir poder e projeção ao grupo. Em um segundo momento, para abrir mercados promissores.

Peça 2 – o negócio Lava Jato

Graças ao antilulismo, permitiram-se todos os abusos. E, como sempre ocorre com poderes exercidos de forma absoluta, criou-se uma larga cadeia improdutiva da Lava Jato, permitindo ganhos expressivos em várias modalidades de negócio.

Indústria da delação premiada

No início, os acusados recorreram a escritórios de advocacia reconhecidos nacionalmente. Em pouco tempo receberam sinais da Lava Jato, sobre a necessidade de relações de confiança dos advogados com os procuradores.

Da noite para o dia, advogados desconhecidos, sediados no Paraná, se tornaram milionários, tendo como único trunfo o bom relacionamento com os procuradores da Lava Jato e com o juiz Sérgio Moro.

O fato mais ostensivo foi a entrada no mercado de delações premiadas do advogado Marlus Arns. Marlus não tinha nenhuma experiencia no setor. Mas era parceiro de Rosângela Moro que, como diretora jurídica da APAE do Paraná, encaminhava para ele todas as ações das APAES do estado inteiro. As APAES foram presenteadas com verba de R$ 450 milhões, liberada pelo então Secretário de Educação do Paraná, Flávio Arns, o homem que nomeou Rosângela para o cargo de diretora jurídica. E um curso à distância da família Arns, preparatório para concursos para juizes e procuradores, tinha entre seus professores delegados e procuradores do grupo da Lava Jato.

O mercado de delações também foi acessado por irmão de procurador da Lava Jato.

Leia também:  Flávio Dino: é inaceitável 'articulação clandestina' entre Lava Jato e americanos

O mercado de palestras

O discurso ideológico – e o medo – abriu para procuradores da Lava Jato e para o juiz Sérgio Moro, o mercado milionário de palestras. No caso de Moro, agenciado pela esposa Rosângela.

A maior parte dos eventos foi bancado por instituições financeiras. De um alto executivo da XP ouvi exclamações de espanto com a ganância de Deltan Dalagnol negociando o cachê.

Quando revelados seus ganhos, o notável procurador anunciou que o dinheiro seria para constituir uma fundação para promover o combate à corrupção. Até hoje nao se sabe do destino de tão benigna iniciativa.

Ao mesmo tempo vazavam informações de que o ex-Ministro da Fazenda Antonio Palocci decidira incluir o sistema financeiro em sua delação. Seja qual for a verdade, o fato é que sua delação foi rejeitada pela Lava Jato e por Sérgio Moro.

O princípio de que “à mulher de César não basta ser honesta: tem que parecer honesta” foi deixado de lado, tal o apoio recebido pela Lava Jato do público e dos grupos interessados em se apossar do poder.

O caso Zucolotto

O advogado Tacla Duran apresentou provas irrefutáveis de uma oferta do primeiro amigo de Sérgio Moro, Carlos Zucolotto, de reduzir a multa de US$ 15 milhões, proposta pela Lava Jato,  para US$ 5 milhões, mediante o seguinte artifício: a Lava Jato imporia a multa de US$ 15 milhões a Tacla, mas relacionaria uma conta dele, no exterior, com saldo baixo, deixando de lado a conta principal. Não encontrando saldo, ele seria multado em US$ 5 milhões, salvando o restante. Da economia de US$ 10 milhões, metade, R$ 5 milhões, seria de honorários.

A proposta foi seguida de um e-mail da Lava Jato, no dia seguinte, com as condições prometidas por Zucolotto. Não havia apenas indícios, mas documentos periciados mostrando o arranjo.

Eram falsos? Eram verdadeiros? Fossem falsos, a própria Lava Jato exigiria nova perícia. Em plena campanha política, juiz e procuradores calaram-se, e a imprensa se calou.

Poderia ser uma caso de abuso de amigo. Mas, mesmo depois de revelada a manobra, o amigo continuou próximo a Moro, viajando juntos para Nova York, se associando a Rosangela no mercado de promoção de palestras e, agora, obtendo o status de lobista oficial, dividindo escritório com ela.

Leia também:  "Essa linha de defesa de hackers não vai resistir muito tempo", diz Kennedy Alencar sobre Moro

O caso Trafigura

A Lava Jato bateu no mega mercado de venda e transporte de combustíveis. Nele, operavam as empresas mais corruptas do planeta, Trafigura, Glencore, Vitol.

Deteve um membro do board mundial da Trafigura, Mariano Marcondes Ferraz, responsável pela megaoperação de suborno em Angola. A detenção foi noticiada pelos principais jornais do planeta, tal a fama e a dimensão da Trafigura, integrante da lista das 50 maiores empresas globais da Fortune.

Tendo à mão figura chave para desvendar um espaço de corrupção maior do que o das empreiteiras, a Lava Jato preferiu enquadra-lo em corrupção menor, de subornos para a Decal, empresa pequena (perto da Trafigura) que atuava em Suape. O caso foi levantado aqui pelo GGN. Só depois que blogs internacionais, ligados a ONGs, repercutiram a notícia, é que a Lava Jato voltou os olhos para as comercializadoras. Deu um ano de vantagem para a Trafigura apagar pistas e preparar a defesa.

Vezo político, de priorizar o que atingia Lula? Ou outra explicação? “À mulher de César não basta ser honesta”.

Peça 3 – marcando território e ampliando o poder

Com esse exercício amplo e irrestrito de poder e de blindagem, a Lava Jato passou a disputar cada quinhão das investigações.

A 13ª Vara de Curitiba, de Sérgio Moro,  tirou do Ministério Público Estadual paulista o caso do triplex. E, agora, tirou de seus colegas do Ministério Público Federal de São Paulo o caso Paulo Preto, cuja corrupção foi praticada estritamente nos limites do estado de São Paulo.

Ao mesmo tempo, ampliou seu poder de vazamentos e fuzilamento de reputações. A Receita Federal tem uma tradição histórica de profissionalismo e sigilo, assim como o COAF (Conselho de Controle de Operações Financeiras), enquanto sob controle do  Ministério da Fazenda. Bastou a notícia da mudança para o Ministério da Justiça para ocorrerem os primeiros vazamentos, coincidentemente contra adversários da Lava Jato. A operação foi atribuído a um fiscal ligado à Operação Calicute, da Lava Jato do Rio de Janeiro.

Leia também:  Telegram: Não há evidências de que celulares foram hackeados

Peça 4 – a tacada de 2,5 bilhões de reais

E de ousadia em ousadia, de cumplicidade em cumplicidade, de blindagem dos centros de poder, mídia, Judiciário, em benefício do objetivo maior de anular Lula, a Lava Jato chega ao grande momento. Um acordo firmado entre procuradores regionais de 1ª  instância (!), um juiz de primeira instância (!), permitiu a criação de uma fundação de direito privado, controlada por um procurador nomeado pelo procurador regional da República do Paraná, e convalidado pela 13ª Vara Federal, com recursos de R$ 2,5 bilhões (!) fornecidos pela Petrobras, dentro de um acordo de indenização.

O recurso, maior que o orçamento da própria Procuradoria Geral da República, será utilizado para cursos e campanha em defesa da ética e da moralidade, para avaliações periódicas de compliance de empresas.

Segundo o Código Civil:

Artigo 62. Para criar uma fundação, far-lhe-á o seu instituidor, por escritura pública ou testamento, dotação especial de bens livres, especificando o fim a que se destina, e declarando, se quiser, a maneira de administrá-la”.

Ou seja, terá plena liberdade para contratar palestrantes, consultores, empresas de auditoria, universidades, cursos à distância, agências de publicidade etc. Bastará que justifique cada projeto como pedagogia contra a corrupção ou benefício social.

Questionada pelo GGN, a Procuradora Geral da República Raquel Dodge disse que nada teria a dizer. Não tem força para se opor à República de Curitiba. Espera-se que o STF e a mídia se dêem conta do absurdo dessa proposta e do caminho que abre para a corrupção institucionalizada.

Do Facebook de Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador que anunciou a aposentadoria para se dedicar ao mercado de compliance:

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

46 comentários

  1. Para destruir o Lula, empoderaram alguns moleques de Curitiba e com esse poder destruíram a economia nacional e nos mandaram a essa recessão profunda, como todos puderam ser tão cegos?

  2. Isso é ilegal………em qual codigo está escrito que agentes publicos podem receber dinheiro de empresas publicas ou privadas em função do exercicio de suas obrigações? O contrário está em todos os códigos de ética e em todos os estatutos penais……………………………….

    Por que essa turma teria que receber essa grana? Foram lesados de alguma forma? Foram vitimas dos diretores da petrobras?

    Só tem uma forma de se referir a isso: escandalo……..

  3. Fomos Ludibriados?
    Nossa! Não sabia! Quero saber agora se é para ser TIRADENTES e fazer algo ou continuar sendo refém das Oligarquias Racistas do Brasil

  4. esta gangue poderia ser pega pelo STF. Ah, desculpe a gangue foi esperta e arquitetou dossiês contra muitos e vários personagens de calibre estão em suas mãos. Estes são os paladinos da luta contra a corrupção.
    Desculpe novamente é pura especulação. Estes senhores pelo que fizeram só este ano já mostraram que são figuras do mais alto caráter. Só é triste para o país que entrou em trilhos tortos muito difíceis de sair.

  5. É de embrulhar o estômago!
    Quem deveria estar preso era essa verdadeira gangue da Lava Jato de Curitiba. Aliás esta porcaria de Lava Jato deveria era se chamar Camorra ou Conluio entre Amigos. Destruíram o Brasil para se locupletarem todos.
    São elementos extremamente perigosos! O que me dói e ver que muita gente usa adesivo de apoio a Lava Jato e ao Sérgio Moro, quanta ingenuidade!

  6. Inconsciência, alienação de si mesmos ou pura cara-de-pau, puro banditismo? Essa turma está combatendo a corrupção da mesma forma com que safados das chamadas “igrejas da prosperidade” são ungidos do senhor. Com a diferença de que aqueles são funcionários públicos. Mas com algo em comum: a absoluta cegueira sobre o que eles mesmo fazem. Ou isso ou uma cara-de-pau, uma desfaçatez e um cinismo nunca antes vistos…

    A gente consegue mas vai dar um trabalhão desinfestar o estado desses privatistas, afastar da administração pública esses traidores da Brasil.

  7. no popular…
    foi vendendo proteção ou criando tudo isso aí que enfraqueceram ainda mais a capacidade investigativa do Estado

    zero de contribuição para a coletividade e para o combate direto, sem negociatas

    e 2,5 bilhões para um novo ramo de atividade, empresarial, entre amigos e apoiadores

  8. Todos sabem que eles, montaram um esquema para prejudicar o Lula , fazendo com que ele fosse difamado e não, pudesse disputar as eleições. Porque venceria no primeiro turno. O amigo do Moro o Aécio é um intocável, meteu a mão em tudo e quase nunca é citado.

  9. Ok. Quero saber se vão investigar isso a sério. Até agora, apenas este site, a Revista Forum e o Brasil 247 noticiaram isso. Queremos celeridade também no caso do laranjal e das milícias. Quando esses trastes todos vão cair?!

    • Na atual conjuntura nenhum deles vai cair. Estão blindados pelo Depto. de Estado dos US, DoJ, Pentágono, Cia, FBI, etc….
      Ou seja, todas nossas instituições estão sendo chantageadas e ameaçadas, desde fins de 2014 / início de 2015 —- quando o Plano A ( que seria a vitória de Aécio ) veio a pique.
      Aí a lavajato (Plano B ) entra a todo vapor…..
      E, agora, com Bolsonaro-Moro-República de Curitiba-FFAAs no Poder. Ou seja, os interesses estadunidenses à frente dos brasileiros.
      Então, para uma vigorosa mudança de cenário, talvez a queda de Trump, ou o estouro da nova bolha inflada no pós-2008 ( crise subprime )—- que replique fortemente no Brasil, e aí alterando o ânimo do apático e alienado povo brasileiro.

  10. A Leva Jeito (de Vigarice) é um grande conto do vigário (ou dos vigaristas) após o Mentirão e articula-se com este mesmo que seus operadores não tenham tido, pelo menos não aparentemente, grandes pontos de contato público mas o ‘script’ é o mesmíssimo, com semelhante modus operandi.

  11. LUIZ NASSIF, vc, tanto quanto eu, sabe que as FFAA são as principais responsáveis por este quadro PAVOROSO ..foi ela quem deu força a este BANDO.

    Aqui, desde sempre, qdo o JUDICIÁRIO se amotina, NENHUMA lei funciona ..e o judiciário só se atreve a tanto, se houver ARMAS – e agentes públicos – que o proteja, iniba ou compactue com tamanha barbárie.

    Fossem os homens que a servem, as FFAA, em maioria, providos de senso civilizatório, cívico, democrático, ético e de JUSTIÇA, nada do que o BRASIL tem passado estaria existindo.

    O GOLPE foi URDIDO por defensores contrários aos interesses do BRASIL.

    OS ESTRAGOS são dantescos, no econômico, no social, no institucional e no MORAL ..o retrocesso, o que já foi DESTRÍDO desta NAÇÃO esta impossível de ser reposto pelos próximos VINTE ANOS.

    AS FFAA devem respostas, e DESCULPAS URGENTES, ao POVO que HOJE ela mantém como REFÉM

    ..a PÁTRIA, hoje, esta sendo ferida e agredida por quem jurou defendê-la ..e junto com ela o MAIOR dos seus líderes.

    Só com ajuda INTERNACIONAL e com um REALINHAMENTO destas FORÇAS LEGALISTAS, em prol da democracia e da INSTITUCIONALIDADE, do respeito aos cidadãos, das leis e da CONSTITUIÇÃO, só com apoio deles o BRASIL se libertará dos grilhões que hoje nos sub julgam e HUMILHAM todo dia.

    NÃO É HORA de contemporizar, mas de chamar À RAZÃO os que foram equivocadamente seduzidos e/ou INDUZIDOS a cometerem tantos erros e injustiças contra seu PRÓPRIO POVO e país.

    AS FORÇAS ARMADAS ainda carregam a chave da NOSSA LIBERTAÇÃO !!!!!

  12. Moro deve estar riquíssimo. Vai passar uns dias enrolando na política e depois vai curtir a grana. É só esperar para ver.

  13. Que tal os moralistas de verde oliva que estão a frente do golpe se preocuparem com isso? Não, eles estão mais preocupados com, como já disseram, e “em desideologizar o país”.

  14. Graças a lava-jato o povo ficou sabendo de todas as maracutaias envolvendo agentes políticos administradores públicos e privados.
    Sou a favor de uma limpeza ética completa.
    Doa a quem doer.
    VIVA A LAVA-JATO

    • Amigo, de qual limpeza ética vc está falando? Quando a pessoa de confiança do presidente testemunha na justiça que recebia dois terços dos salários dos assessores do filho do mandatário da republica na assembleia do RJ e surgem depósitos nas contas deste filho e da própria esposa do presidente e o paladino da justiça agora Ministro fica quieto com um covarde ou como um cúmplice não parece que a tal limpeza ética esteja em vigor.

  15. Prezados Nassif e camaradas
    Nunca foi contra a corrupção, já sabíamos.
    Era apenas política, antes
    Porque não roubar também

  16. Será possível que diante de tais situações a sociedade brasileira continuará sendo enganada? Se está gente juntar-se a algum grupo armado de milícia nós não teremos mais saída e será caus total. O que tem que ser feito é uma união entre imprensa, juízes, policiais, os deputados e senadores interessados em equilibrar está balança.Acho que se deve jogar com as mesmas armas deste grupo. O patriotismo é isso: defender o povo dos aproveitadores e abutres de plantão.

  17. QUEM AVISA AMIGO É ?

    Eu há 5 anos PUBLIQUEI uma enquete sublinhada “DITADURA JURIDICA” O NOVO PARTIDO POLÍTICO.

    Aí está, ninguém deu crédito NINGUÉM deu ouvidos não foi? Agora aos poucos, passo a passo, essa nova forma, com um apoio maçico e cega da sociedade, estamos a merce dessa nova inquisição.

    O que vou comentar abaixo é para todos nois brasileiros… que possamos deixar as bandeiras partidárias a lado e que possamos ver a frente. Independente da esquerda, centro e direita, goste ou não desse ou daquele, DIGO e alerto para:

    Guardem mais do já guardaram este nome *SÉRGIO MORO* ele e eles traçaram uma manobra tão grande para chegar aqui (MINISTRO DA JUSTICA) ? NÃO.

    Vagarosamente e posso assim afirmar que Jair Bolsonaro deu a tacada de mestre ao trazer o entao JUIZ mais por aclamação popular e propagandista do que pela vontade própria.

    JAIR inocentemente apontou um canhão para si mesmo. Vejam que Moro está aos poucos controlando tudo e todos com seus pedidos a JAIR (COAF – um dos demais)… Jair está dando a vara, a isca e o peixe na mão de MORO… que agora tem sob seu poder todo o sistema financeiro de cada pessoa, do pobre ao rico, do vereador do interior até os da Suprema Corte (STF)… ATÉ DO PRESIDENTE… DE TODOS SEM DESCRIMINAÇÃO DE CLASSE E OU CATEGORIA… TODOS estão nas mãos de MORO, todos.

    Com o controle total das finanças e receitas, aposentadorias, contas bancárias etc etc e etc, MORO tem total poder, mais do o próprio JAIR BOLSONARO, que passa a ser submisso ao seu MINISTRO.

    MORO já levou várias pauladas e puxões de orelha (agora por último com a revogação da tal por ele nomeada) que repercutiu mal ante a visão dos BOLSONARISTAS de PLANTÃO nas mídias sociais… MORO humilhado teve que (em menos de 24 horas corridas) REVOGAR se não quem seria exonerado era ele (MORO).

    AGORA QUESTIONO:

    Como um Juiz que engatinhando ou lesmando, com uma fama internacionalmente reconhecida, aguentou e aguenta passar por mais essa humilhacao e, tenha todos a ciência, de outras virão e MORO IRÁ aguentar ou achamos nois que o título de Ministro, segundo palavras ditas por sua esposa, ROSANGELA MORO : ” VAMOS TRABALHAR PARA 2022″ anotaremos na nossas agendas… sua esposa esta em plena campanha para que seu MORO seja o presidente… é suficiente esse carguinho a ele ?

    JAIR deu poder deu o controle absoluto e não tão somente um Ministério mas também sua PRESIDÊNCIA… tanto que mandou MORO ficar quieto quando do COAF (respeitava no todo e de todos o absoluto SIGILO) passou a vazar (pós MORO, por incrível coincidência, como é PRAXE de MORO) as ilegalidades corruptas da família BOLSONARO. MORO ficou caladinho por tratar da família do patrão maior.

    Entre outras MORO ira aguentar caladinho, sob total submissão porque essa é a sua “ARDUA” CRUZ, se assim posso dizer (kkkkkkkkk)…

    Estamos a poucos dias de todos nois estarmos sob o imperialismo de uma pior classe politica, que nem no Rio de Janeiro, com um juiz como governador, esta dando certo, A DITADURA JUDICIÁRIA NACIONAL.

    Temos aí a visão do querem ou não ver… já um STF morto… imagina um Juiz presidente… aí queridos, mais uma vez, NÃO DIGA QUE NÃO AVISEI.

    Um abraço a todos.

  18. Já pensou se depois do Hino inventam que as crianças tem que respeitar pai e mãe, professor, policial, falar por favor e obrigada

  19. A sorte desses caras é que o partido dos trabalhadores nao usa praticas anti-humana, pq se nao assim como fizeram Dn Marisa subir tampada poderia fazer o mesmo, atingir moro pelo coraçao, ate quando vagabundo que nao constroi nada pro brasil vai viver fazendo o que bem intende com o povo.sera que os grandes empresarios brasileiro que se diz brasileiro vai concordar com isso, cade os fabricantes produtores trabalhadores sindicais. Caramba sera que vamos ter que fabricar um novo binlander.pq nao vamos aceitar isso mais, chega basta .

  20. E tem também a Adv Cata Preta, que se mudou pra Miami depois de ganhar uns bons trocados nos primeiros anos de lava jato, uns 10MM… e então, do nada, “decidiu” não trabalhar mais como advogada das delações.

  21. Até quando esse grupo vai subestimar a inteligência do brasileiro? Até quando vão ocultar esse golpe? Até quando vão usar a rede social pra desviar a atenção dessa nação? Acorda Brasil, deixemos de ser massa de manobra.

  22. Não me entra na cabeça acontecer uma coisa dessas,tirar o dinheiro q poderia ir para toda a sociedade e dar para a República de Curitiba, inimaginável,se acontecer façam o seguinte,fechem as Instituições e deixem a República de Curitiba governar já q podem tudo!!
    Obs: Pq certas pessoas defensoras de interesses antinacionais estão preocupadas em serem descobertas ??

  23. Este é um dos casos mais escabrosos. Como e porque a presidência da Petrobrás e o seu conselho consentiu com esta doação? Uma doação bilionária que duvido tenha sido aprovado nos conselhos administrativos de uma Petrobrás. Quem terá sido o responsável por isto. Os acordos firmados por Parente junto aos fundos abutres de Wall Street, já haviam sido vergonhosos. Mas bastante lucrativos para alguns. Mas este absurdo é completament surreal.
    Para se ter uma pequena noção do absurdo, no fomento a pesquisa o CNPq, de 2010 a 2015, isto é cinco anos investiu em todas as pesquisas cientificas do país R$ 2.87 bilhões. Este foi o dinheiro para compra dos equipamentos necessários para desenvolver as pesquisas em todos estes anos. No ano de 2015 investiu R$ 319 milhões. Em bolsas no Brasil e exterior no ano de 2015 o investimento foi de cerca de R$ 2.38 Bilhoes. Isto corresponde a 90 151 bolsas de doutorado/ano. Isto implica que esta dinheirama, é mais do que todo o dinheiro investido em pesquisas científicas e tecnológicas, e nas ciências humanas e aplicadas em todo o país durante um ano. E foi quase que oito vêzes maior do que a quantia investida em equipamentos, materiais e suporte para as centenas de laboratórios de pesquisa em todo o país em 2015.
    Creio que nenhuma fundação brasileira e provavelmente estrangeira nasceu com tanto dinheiro para tão pouco.Sem nenhum objetivo claro, sem um projeto que possa ser avaliado, a não ser a retórica da luta contra a corrupção veremos que os Lava jateiros resolveram seus problemas financeiros por toda a vida.

    • Com tantas possibilidades de lucro, vemos, que a corrupção não pode acabar.
      Esse grupelho, agora monetarizado, tudo fará para fortalece-la.

  24. Nassif, agora consegui fazer meu login e meu nome aparece no alto da página à direita. Mas quando envio um comentário ele não aparece, apesar da notificação de que ele foi enviado com sucesso.

  25. A República da Beócia ou, se preferirem, para aprofundarmos a beocidade, Republic of Boeotia, nasceu, cresceu e irá acabar enrolada em teias de corrupção. Todavia, dada a beoticitude dos beócios que por cá habitam, estes acreditam que a corrupção foi um evento isolado oriundo da falta de preparo e estrutura moral e ética dos petistas, esse bando de pobres que se instalou e locupletou-se no poder. No extremo da beocidade ignoram evidências e negam fatos. A PF e o MP na sua ânsia persecutória desvairada investigaram o PT e Lula à exaustão. Conseguiram que o judiciário condenasse e condenasse até o talo, Lula, Dirceu, Delúbio, Vaccari e André Garcia. Aliviaram a barra para Palocci e Delcídio que cantaram o chilreio que a Lava-Jato queira ouvir e não provaram nada. Aliás, de todos os condenados do PT, estes foram os únicos onde riqueza sem lastro foi comprovada e são os únicos que Moro deixou ir para casa levando consigo o produto do crime, a grana ou boa parte dela.
    A Lava-Jato, além do PT, pegou na rede, muitos sem querer ou por não ter como não puxar para dentro do barco, políticos de 13 outros partidos. Condenou 8. Lascou no PP, do MDB, do PR e do SD, pegando ninguém do PSDB, of course, dear boeotios. Há dezenas cujos processos estão em andamento. Agora na velocidade regulamentar, a de sempre, devagar quase parando. Dentre estes temos os tucanos emplumados e de bico grande, Serra, Geraldo, Beto, Aloysio e o famoso neto de Tancredo, só para citar os destaques da comissão de frente. O fato negado na Republic of Boeotia e que, incomodamente, salta aos olhos é a escavação em busca do tesouro escondido por Lula, o Maior Ladrão e seus asseclas, que nada achou de espúrio além da grana com a dupla “aliviada” Palocci e Delcídio e umas merrecas aqui e ali. Nada comparado com apartamentos e bunkers abarrotados e menos ainda com contas movimentadas em paraísos fiscais, off shores e por laranjas. No caso dos partidos de cidadãos de bem que vestiram camisa da seleção e dançaram em praça pública onde a PF e o MP, incauta e desavisadamente, metem a pá saem baús e baús. Mas, isso, como diria certo juiz de piso, não vem ao caso.
    Reorganizando a biblioteca aqui de casa, e sim, tenho biblioteca 🙂 , achei um exemplar de uma coletânea de charges de Glauco e Angeli publicada pela Folha, em 1993, intitulada ‘Era Itamar – 100 charges’. Ali descobri um tesouro enterrado que divido com os “colegas” de GGN. Irei ater-me às legendas e à data de publicação original das charges.
    – pág. 105 – “Itamar perde a confiança no ministro da Fazenda, Eliseu Resende, depois das denúncias de favorecimento ilícito à construtora Odebrecht, em que Eliseu trabalhava, para obras no Peru.”
    – pág. 107 – “Enquanto o presidente se preocupa em responder ao xingamento do presidente petista, Lula, o caso Odebrecht enlameia o governo Itamar”.
    – pág. 109 – “O presidente Itamar hesita em demitir o ministro da Fazenda, Eliseu Resende, protagonista do caso Odebrecht”.
    Bem, o desfecho é: Itamar demite Eliseu e nomeia FHC. O que parece esquecido é que o caso Odebrecht não nasceu ontem, sequer no governo Itamar e muito menos com Lula e o PT. Muito, mas muito menos cessou com FHC. Não esqueçamos que no fim de seu governo FHC passou o pires sem constrangimento algum, nem próprio nem de outrem que seja, para fundar o seu instituto e dentre os solicitados estava a Odebrecht. Donde difere das doações recebidas pelo Instituto Lula? Difere nos endereços. Um titular ostenta residências em Higienópolis e em um endereço emprestado avenida Foch, o outro em São Bernardo e em um endereço emprestado em Atibaia.
    Eu não me preocuparia com os lavajateiros, de Moro a Dallagnol, passando pelo white mouse da camiseta. Eles foram instrumentos, usados para uma dada tarefa que chegou ao fim. Sem serventia tornaram-se estorvos, inconvenientes e expostos. Por enquanto seguem na inércia do impulso inicial. Veremos um a um cair em desgraça e, cedo ou tarde, até poderão vir a ser processados. Não por terem usado seus cargos e o exercício de suas funções contrariando a Lei e em próprio benefício. Mas, porque não lhes será permitido pisar nos calos dos pés errados.
    Quanto ao “empreendimento” em tela, troco de nome se sair do papel.
    Quem viver verá.

  26. Desde o julgamento absolutamente farsante, um escândalo juridico, da tal juiza preconceituosa e arrogante, que não tenho mais nenhuma esperança de que Lula saia da prisão tão cedo (prisão domiciliar é prisão). A unica forma hoje e tenho sido insistente é fazer muito barulho internacionalmente. Por isso volto a falar: os jornalistas corajosas e justos e todos os cidadãos dignos desse Pais vamos lançar uma campanha forte e bonita , com a historia de Lula, para o Nobel da Paz deste ano. Em maio havera a votação, é agora ou sera tarde.

    Outra coisa, quem viu o excelente filme Vice de uma cineasta jovem, Amy Adams, vai identificar Rosângela Moro no papel da mulher de Dick Cheney, que o impulsinou em sua carreira politica. Muito ambiciosa e mais inteligente que o marido, é ela quem traça o caminho de Cheney.

  27. A meu ver, a hora para reverter o processo de dissolução do sistema judiciário já passou. Não há nenhum ministro do STF com dignidade e altivez para se sacrificar em nome da restauração da legalidade.

  28. Isso se chama ‘pagamento’, pelos préstimos de doar a Petrobras ao mercado estrangeiro e privado nacional. 2,5 bilhoes é fichinha perto do que irão lucrar com o petróleo de qualidade do pré-sal vendido a preço de banana. Banana, aquilo que sintetiza a América Latrina.

  29. Poderia perguntar: Como que setores de cabelo branco do sistema judiciário, foram ludibriados por essa garotada malandra da Lava Jato? Mais na verdade não tem nem um santinho neste meio! Quando as primeiras ilegalidades começaram a ser cometidas, aceita por alguns, vista grossa por outros. Com o tempo, todos que poderiam por um fim no esquema, já estavam atolados até pescoço. Alô STF, chapéu serviu? Hoje, se aparecesse alguma Madelana arrependida, querendo denunciar como funciona esquema, documentos etc, ia amanhecer com boca cheia de formiga. Cosa Nostra é brincadeira de criança perto do esquema da Lava Jato. É tanta gente graúda envolvida nisso, que levarão tudo para seus túmulos.

  30. O Brasil dos brasileiros imunes ao abestalhamento promovido pela mídia corporativa não pode, EM HIPÓTESE NENHUMA, prescindir de uma severíssima investigação sobre a Lava Jato e a República de Curitiba, expondo-lhes as aparentemente podres tripas!

  31. Da coluna de Aroldo Murá, de Curitiba, 30/11/2018 Dallagnol está morando em flat “de sonhos”

    O procurador Deltan Dallagnol, dos mais loquazes e midiáticos membros da Lava Jato em Curitiba, tem bom salário no MPF.

    E fatura muito mais, certamente, com conferências e palestras que dirige em todo o país. É solicitadíssimo.

    Dizem que ele só fala “pro-bono” quando convidado por igrejas evangélicas. Ele é ativo membro da Igreja Batista do Bacacheri.

    Muito exposto na mídia, e dentro do “espírito bolsonarista” de renovação, Deltan não é unanimidade na direita. Alguns do próprio entorno em que ele circula em Curitiba, MPF e PF, chegam a classificá-lo de “ótimo show man”. Maldade, é claro.

    O que pode denotar mágoas ou invidia.

    BOM GOSTO

    Fato é que o procurador é homem também de bom gosto: comprou e está morando com a família num milionário apartamento que, se não fosse a crise, valeira pelo menos R$ 3 milhões ou mais. (adquirido de herdeiros do ex-banqueiro e economista Belmiro Castor/Bamerindus)

    Um por andar, vista maravilhosa, 4 vagas de garagem, piscina no condomínio e toda segurança, são características do apartamento.

    Deve ter pago R$ 2,5 milhões pelo confortável flat, localizado no Cabral, numa das esquinas da Rua Manuel Eufrásio, com mais ou menos 700 metros quadrados de área (incluindo área útil).

    Indagados sobre o novo proprietário porteiros negaram-se a dar informações sobre o procurador. Ordens são ordens, pois.

  32. Lula foi conivente ao entregar Dirceu e Genoino aos leões, achando que tudo pararia.
    Na sequência, Dilma com Zé Cardoso terminaram o serviço, assistindo todo o processo de impedimento sem esboçar reação.
    Agora é tarde. Vamos gastar uns 20 anos para consertar a merda.

  33. esse fundo infame revolta tanto que é
    impossível encontrasr palavras para xingar o
    mundo acerca disso….
    e concluir que radicalizar seria a unica saída….

  34. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome