Alstom deve pagar cerca de R$ 1 bilhão por corrupção no metrô de SP

Da RBA

O Ministério Público de São Paulo e a empresa francesa Alstom, uma das envolvidas nas denúncias de corrupção e desvio de dinheiro público no metrô paulista e na CPTM, negociam acordo para o ressarcimento aos cofres públicos. A companhia deve devolver cerca de R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

Em entrevista à repórter Camila Salmazio, da Rádio Brasil Atual, o deputado estadual Alencar Santana (PT-SP) afirma que o valor pode não corresponder ao prejuízo causado. “Tenho dúvidas em relação ao valor. Se não houver uma investigação mais rigorosa, não será possível chegar à conclusão. Não dá para propor um acordo e trabalhar pela impunidade, não é isso que resolve o problema da justiça.”

Para o deputado, a investigação do Ministério Público peca na falta de transparência, pois há suspeitas de envolvimento de autoridades públicas. “O MP está propondo um acordo com as empresas, mas quem são as pessoas denunciadas, quais são as autoridades públicas envolvidas? Tem muita coisa obscura.”

Alencar ressalta que o principal prejudicado é o cidadão paulistano, que convive com uma estrutura ineficiente de transporte público. “A população sofre no dia a dia com o metrô e trens cheios, demoras e panes, além de obras que não avançam ou que são canceladas. Ao mesmo tempo, uma denúncia de desvio, desde o começo do governo do PSDB em São Paulo, não é apurada com o devido rigor para que se chegue a uma conclusão.”

“A forma como o caso está sendo tratado em São Paulo é horrível. Resolve a questão criminal com uma reparação monetária. Estamos tratando apenas como um negócio”, afirma.

Leia também:  Com base na LSN, PF abre investigação contra advogado por criticar Bolsonaro

A empresa Alstom é investigada em outros 11 países por oferecer propinas para obter contratos em licitações de transporte público. O pagamento de multados como punição foi adotado pela Suíça, Itália, México e Zâmbia, onde as apurações já foram encerradas.

Alencar acredita que, caso haja um acordo, o dinheiro pode silenciar as investigações e impedir que as autoridades públicas participantes dos esquema de corrupção sejam identificadas. O acerto entre o MP e a empresa não prevê confissão de culpa e nem delação de outras empresas que possam estar envolvidas. “É pouco, mesmo sendo importante recuperar o dinheiro público que foi desviado, mas o Ministério Público deveria abrir investigação sobre as autoridades envolvidas, porque até agora não temos clareza. Só tentativa de acordo não resolve.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

33 comentários

  1. Peraí. O metrô de São Paulo

    Peraí. O metrô de São Paulo pertence o governo de São Paulo ou é como o de BH que pertence à União? Neste caso, não teria  o Procurador Público Federal que demandar este inquéritos para se descobrir subornantes e subornados não?

    • Não, Braga. O metrô de São

      Não, Braga. O metrô de São Paulo é de responsabilidade do governo estadual. Na época do desmanche do setor ferroviário brasileiro e com a criação da CBTU, os estados da federação que apresentavam condições técnicas e financeiras para realizar os investimentos passaram a ser responsáveis pela malha metroferroviária destinada ao transporte de passageiros nas grandes cidades. Dos 27 estados federados apenas SP e RJ assumiram a malha metroferroviária de transporte de passageiros. 

      Tendo ocorrido repasses de verbas federais ao governo paulista, para investimentos no sistema metroferroviário de trasnporte, aí, sim, o Ministério Público Federal pode atuar. Mas a intervenção do MPF deve ser acordada com o MPE/SP. O problema reside justamente no fato de que os governos tucanos, como é o caso de SP, terem cooptado completamente o MPE e o judiciário estadual. Ou seja, os governantes tucanos foram cuidadosos em nomear, para cargos-chave, apenas pessoas que não causariam ‘aborrecimentos’ aos ocupantes do Palácio dos Bandeirantes. Agindo assim, certos procuradores do MPE/SP simplesmente “colocam processos em gavetas erradas”  ou se esquecem desses processos pelo tempo conveniente. Não é por outro motivo que o bilionário esquema de corrupção no sistema metroferroviário paulista deixou de ser investigado adequadamente, autoridades públicas envolvidas não forram indiciadas, denunciadas e julgadas, mesmo decorridos quase 20 anos, após as primeiras constatações de desvio de recursos públicos. Não é preciso comentar a blindagem que a imprensa nacional e paulista dão ao governo do estado.

      Em MG, o governo do estado não assumiu o metrô. A CBTU continua a responsável pelo arremedo de metrô da capital mineira.

      Nas Alterosas, os governos tucanos também cooptram o MPE/MG e o judiciário estadual e nenhuma denúncia contra os governantes foi levada adiante. O último exemplo é o arquivamento do processo envolvendo a construção do Aeroporto de Cláudio, uma obra construída com dinheiro público, mas que beneficia apenas a família do ex-governador e atual senador Aé Cio Neves da Cunha. Tal como ocorre em SP, enquanto estavam no governo, os tucanos mineiros compraram o apoio de toda a mídia comercial do estado.

      Quanto ao acôrdo entre o governo paulista e a ALSTON, prevendo o pagamento de R$1bilhão em multa por parte da empresa francesa, ele não é suficiente e não pode deixar livres, leves e soltos os agentes públicos e privados envolvidos com a corrupção e desfalque causado ao erário público. Se o MPE agisse como determina a Lei, deveria ser feita rigorosa investigação sobre o esquema, identificação dos agentes públicos e privados envolvidos, o indiciamento, denúncia, processo e julgamento, para apuração de culpas e responsabilidades no âmbito criminal. Os responsáveis devem ressarcir os cofres públicos pelo prejuízo causado, pagar multa em valor razoável (com fim pedagógioco de edesestimular a prática criminosa). Òbviamente a multa aplicada às multinacionais envolvidas deve ser elevada o suficiente para desestimular a repetição do delito, mas razoável, de modo a não inviablizar as operações da empresa no País. O que se observa pelo acôrdo proposto é que o MPE paulista tende a ser camarada com as multinacionais. Em contrapartida, o MPF, o juiz federal Sérgio Moro e mesmo o governo federal estão pisando na jugular das empreiteiras brasileiras, a ponto de inviabilizá-las.

      Em suma: nem na esfera estadual nem na esfera federal as instituições polícia, MP, Judiciário e governo estão atuando como deveriam, no que diz respeito a esquemas de corrupção envolvendo obras públicas em setores estratégicos como o de energia e transporte de massa.

  2. Uma coisa que não entendo.De

    Uma coisa que não entendo.De verdade .Sem ironia.

      Alstom irá pagar indenização. Isso é crime confesso.( corruptor)

        Mas o outro lado ( corrompidos) fica por isso mesmo ?

       Nem eu que odeio o PT consigo aturar essa benevolência com o PSDB.

              isso é um escárnio.

             E tem mais : um famoso procurador do Estado de SP ”esqueceu” uma acusação na gaveta.É inacreditável essa alegação.

              Não proponho melar o Petrolão. Mas acusar de um lado só , está se tornando patético.

              Tbm não tenho ciência se essas acusações são da juridisção do juiz Moro.

                 Espero que não.

    • Pois, anarquista sério. Até

      Pois, anarquista sério. Até você, que se declara antipetista, se mostra indignado com a seletividade com que têm atuado polícia, MP e Judiciário, não é mesmo? É exatamente essa crítica que eu e maioria dos que comentam neste blog vimos fazendo, há bastante tempo. Apenas esquemas que envolvam o PT, figuras petistas, giovernos petistas ou pessoas com alguma ligação com o partido são investigados com rigor, depois denunciados, julgados e processados. A corrupção praticada pelos tucanos recebe trtamento vip, diferenciado; nenhum tucano de expressão foi investigado pra valer, denunciado, julgado ou condenado por corrupção, desde que o partido foi criado. Vide o que ocorreu com o chamado “mensalão tucano”. No sistema metroferroviário paulista, há tucanos de alta plumagem envolvidos em esquemas de corrupção, mas as investigações não avançam, ninguém foi denunciado e provalvelmente ninguém o será. Assim como Gerlado Brindeiro engavetava os processos contra pessoas ou instituições ligadas ao governo federal tucano de então, o MPE/SP engaveta as denúncias, troca os processos de gaveta, se esquece de onde guardou a documentação, etc.

      Eu faço as mesma perguntas que você. Como é que pode haver apenas corruptor? Quem ele corrompeu? É realmente um escárnio e uma cusparada no rosto do cidadão honesto, que trabalha e paga em dia as contas e tributos que lhe são imputados.

      Justiça caolha, perneta e maneta não é justiça, mas injustiça. Será que “pau que dá em Chico dá em Francisco”? Pelos fatos que temos acompanhado isso é teoria.

      Por fim devo responder a sua última pergunta. A jurisdição é estadual; Sérgio Moro é juiz federal; portanto não seria nem será ele o encarregado de julgar processos atinentes ao esquema de corrupção no sistema metroferroviário paulista. Mesmo que os processos fossem no âmbito federal, provàvelmente seria outro o juiz, de outra vara, o que julgaria os processos.

    • Acho bom voce continuar

      Acho bom voce continuar dormindo.

      E com olhos bem fechados.

      Permanecer acreditando que os do PT é que são

      os corruptos.

      Ou voce, mais uma vez, está sendo irônico?

    • O STF não aceitou a delação

      O STF não aceitou a delação premiada dos executivos da Siemens, por isso nenhum político foi condenado. Restou ao MP-SP mover sua artilharia contra as empresas, usando outras provas obtidas no curso das investigações.

      Mas a verdade é que o PT está dando saltos de alegria com esse resultado, pois querem usá-lo como jurisprudência para também assegurar a impunidade dos seus na Lava Jato. Enquanto a turma aqui posa de lamentadores e críticos da parcialidade da Justiça, seus amigos em Curitiba comemoram. O que eles querem é impunidade generalizada. Mas quem vê até pensa que eles estão preocupados mesmo com a corrupção e que sejam punidos todos os envolvidos. Mas a forma como condenam e vociferam odiosamente contra os poucos juizes e procuradores que tentam combater a corrupção e contra o único instrumento capaz de fazer isso, a delação premiada, mostra cabalmente a verdadeira natureza do seu caráter.

    • Tucano não rouba…

      Tucano não rouba… Quando muito recebe doações voluntárias de empresários e pessoas de bem em troca de serviços prestados a população.

      Os brasileiros custam a aprender o que se tem no Tucanistão : a melhor e mais abundante água tratada, o melhor sistema de ensino público, as melhores estradas sem ônus adicional ao contribuinte, o mais barato ICMS do país, transporte público de qualidade e principalmente, nenhuma corrupção. Eita Brasil que não aprende.

  3. e os corruptos ?

    Caro Nassif,não quero tomar seu tempo,mas indgnado eu fico quando não vejo falar dos corrptos do PSDB.Como pode a Alstom devolver o dinheiro e não ir ninguem para a cadeia.Assim é de maIS.vEJA SE VOCÊ CONSEGUE ALGUMA RESPOSTA PARA NOS.

  4. E viva a delação premiada!

    E viva a delação premiada! Não fosse o depoimento de 2 ex-executivos da Siemens entregando o cartel em troca do benefício da redução da pena, jamais se teria chegado nesse resultado. Mas tem gente que ainda acha que é ruim delatar.. a exemplo do megaempresário e um dos mais respeitados líderes do setor privado no Brasil, Marcelo Odebrecht, que disse na CPI da Petrobras, rindo, que se algum de seus subordinados lhe denunciasse uma maracutaia envolvendo outro, ele demitiria o “dedo duro”.

    Com gente assim liderando nossas maiores empresas e financiando campanhas políticas, não é de espantar que a população já tenha perdido as esperanças sobre a ética e a responsabilização da turma do andar de cima.

    • resultado ou patranha!

      A Siemens e Alstom são as únicas a pagar a conta.

      Os gordos e emplumados galináceos tucanos são bentos.

      • Não seja injusto com eles.

        Os gordos e emplumados galináceos do PSDB são defendidos pelos mesmos advogados picaretas movidos a chicanas e contatos familiares que defendem os gordos barbudos e semialfabetizados do PT na Lava Jato. Advogados estes que posam de “juristas” neste espaço criticando a delação premiada, e vocês aplaudem bovinamente proque acham que todo argumento jurídico, por mais ridículo e boçal que seja, deve ser bom se beneficia aos seus amigos. E depois choram quando esses mesmos argumentos, propalados pelos mesmos picaretas, beneficiam aos seus inimigos. Sinceramente? Vocês, petralhas e tucanalhas, se merecem. São iguaizinhos.

      • QUÁ QUÁ QUÁ

        Minha cara, não sei se você tem acompanhado o noticiário, mas o Brasil inteiro já sabe que enquanto houver Petrobras o PT não precisará de doação de empresa para financiar suas campanhas.

        As vezes fico imaginando se os diretores de empreiteiras presos na Lava Jato pudessem ver o placar dessa votação, como dariam risada da cara de pau dos petistas. Como é que o Rui Falcão sempre diz? “A gente só recebe doação legal de empresa. E pra provar, não vamos receber mais nenhuma!” kkkkkkkkkkk

        A partir de agora vão pagar as campanhas com vaquinhas como aquela do Dirceu. Realmente, o país pode estar no buraco, mas vocês conservam um senso de humor refinado, isso é inegável..

    • Coxinha ingênuo?

      Ou inocente inútil? Os executivos da Siemens entregaram o cartel, e esqueceram dos nomes dos tucanos que foram corrompidos com propinas. Em vinte anos governando o estado de SP, a elite tucana do estado fez fortunas colossais, e isso não lhe traz nenhum incomodo. 

      • Em primeiro lugar tolinho,

        Em primeiro lugar tolinho, isso não me traz incomodo nenhum mesmo porque sequer moro em São Paulo e tenho ojeriza a tudo que vem dessa terra em matéria de política, começando pelos militontos provincianos que a habitam. Em segundo lugar, vá se informar sobre os depoimentos dos executivos da Siemens antes de falar besteira. Eles entregaram TODOS os políticos envolvidos. Foi o STF que recusou o depoimento deles como prova suficiente para abertura de inquérito contra esses políticos, baseado no mesmo argumento cretino da maioria aqui de que delator não tem credibilidade nenhuma, não passa de um bandido querendo se safar. O MP-SP teve de mudar a acusação e pressionar as empresas ao invés dos políticos para obter o resultado noticiado, porque empresário não tem prerrogativa de foro privilegiado. Mesmo assim a delação foi crucial pois só através dela os procuradores tiveram acesso às informações do cartel.

        Mas por que mesmo eu tou perdendo tempo te explicando tudo isso? Você vive no Estado que é o maior antro de corrupção do país. Você GOSTA dela, desde que seja a favor do seu grupo é claro. Você não tem interesse nenhum em conhecer a verdade dos fatos e debatê-los, só em fazer panfletagem gratuita na net. Faça-me um favor, vá te catar.

  5. Como assim corrupção?

    Vocês estão enganados, no Tucanistão, não há corrupção. Tanto é que nenhum agente público está sendo investigado. Na verdade, houve um pequeno erro contábil, e a Alston esta devolvendo o que recebeu a mais por engano. Ninguém ganhou nem perdeu.

  6. Caro Nassif e demais
    Ué, e

    Caro Nassif e demais

    Ué, e nas mãos de quem esse dinheirnho foi??!!

    Nenhum alto funcionário, nenhum deputado ou ex, senador ou ex , governador ou ex, nada, nadinha???!!!!

    Caracas, como são inteligentes esses passáros.

    E pra quem vai esse R$ 1bi, se no governo nada aconteceu?

    Kafka, Kafka, seus ossinhos devem estar se revirando.

    Saudações

    • Cmo diz um amigo: os tucanos

      Cmo diz um amigo: os tucanos lavaram tanto dinheiro que deixaram São Paulo sem água.

      No Estado de São Paulo também tem a inacreditável figura jurídica do crime  corrupção ativa,  sem a existência de agentes públicos ou políticos  corrompidos !

      Coitadinhos dos políticos do PSDB, governam o Estado há 20 anos de forma ininterrupta e durante todo esse tempo foram enganados por essa quadrilha de malvadas empreiteiras ou empresas que fraudavam suas licitações e eles não sabiam de nada, e o MP ainda parece dar aval a essa estória.

       

       

  7. O estado se sp é o atraso,

    O estado se sp é o atraso, por isso o mp sempre só será um tapeete nesse estadinho que não sai do século IX! SP tem inovado alguma coisa? Só corrupçao sem corruptos. Coisa do minsiteriozinho público de sp, empregadozinho  de familiares e amigos do psdb. Gente, é coisa de louco! Corruptor sem corrupto. PQP! Eta estadinho pra envergonhar essa nação. Gente, está PROVADA a corrupção, que HOUVE CORRUPÇÃO e não vai acontecer nada com o serra, o alckimim e seus asseclas? E os coxinhas analfas vem falar que querem combater a corrupção? Vão pra miami serem pisoteados como baratas, é o que eles gostam. V E R G O N H O S O! Chamo esse ministeriozinho público de sp do quê? M…é pouco para o que eles têm representado. V E R G O N H O S O!!!!!!!!!

  8. Ah, já sei! Só pode ter ido

    Ah, já sei! Só pode ter ido pra conta do Lula!!!!! Poxa, a gente nem lembrou que esse é o único desfecho, já deve ter até carimbo no subsolo pra não ter que assinar novamente a mesma coisa, do ministeriozinho de homenzinhos emrpregadinhos do psdb, o que rouba, romba e tem muito lucro para suas contas. Impressionante!

  9. a realidade e as novelas

    Naqueles tempos uns executivos da Siemens e da Alstom batem na porta do Ministério Publico de São Paulo e fazem uma denuncia: fomos chantageados por funcionários públicos do metrô e pagamos uma fortuna para poder trabalhar.

    Estabelecem os novos “moros” da necessidade do estado ser ressarcido dos prejuízos do superfaturamento com uma multa para as empresas. As empresas e as criancinhas do jardim sabem que para trabalhar no metrô é necessário pagar um pedágio, de qualquer forma o trabalho é executado.

    Na eventualidade da PF do Cardoso, o ministro, decidir investigar, facilmente descobrirá na impoluta Suíça do HSBC os beneficiários da propina, afinal o dinheiro é tanto que não cabe nas cuecas, coisa de petista, e sim com outros e mais nobres meios.

    O mp deste estado a serviço dos gordos emplumados galináceos tucanos decide inovar ao que parece com uma nova teoria jabuticaba, as empresas acusadas e por serem burras deverão ressarcir o estado do prejuízo dos seus enriquecidos funcionário e políticos ocultos.

    Neste momento a contabilidade do MP verifica que o estado não teve prejuízo e não existem culpados, somente os burros que acreditam na justiça.

  10. A livração de cara dos Tucanos é tanta

    A livração de cara dos Tucanos é tanta que está assustando até alguns dos mais empedernidos Tucanos e direitistas do blog. Vejam os comentários abaixo deles…

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome