As extravagâncias jurídicas do relator Gebran para condenar Lula, por Luis Nassif

Uma das passagens mais esdrúxulas do julgamento de Lula, foi a demanda de seus advogados, de uma perícia nos contratos da Petrobras que teriam gerado as supostas propinas investidas no tríplex.

Na página 63, a denúncia do Ministério Público Federal especificava os tais contratos.

“Para a presente denúncia, interessam especificamente os atos de corrupção praticados em detrimento da Administração Pública Federal, no âmbito de contratos relativos a três empreendimentos da PETROBRAS: (a) obras de “ISBL da Carteira de Gasolina e UGHE HDT de instáveis da Carteira de Coque” da Refinaria Getúlio Vargas – REPAR; (b) implantação das UHDT’s e UGH’s da Refinaria Abreu e Lima – RNEST; (c) implantação das UDA’s da Refinaria Abreu e Lima – RNEST. Nessas condutas delitivas, de um lado figuram LÉO PINHEIRO e AGENOR MEDEIROS, executivos do Grupo OAS, participante do conjunto de empreiteiras cartelizadas e, de outro, LULA, RENATO DUQUE, PEDRO BARUSCO e PAULO ROBERTO COSTA”.

A defesa solicitou então uma auditoria nas informações sobre tais contratos na Petrobras. O relator João Pedro Gebran Neto, na página 69 de seu voto, reconhece as indicações dos tais contratos.

Diz ele:

Os contratos relacionados a denúncia, especificamente Consorcio Conest/RNEST em obras da Refinaria do Nordeste Abreu e Lima – RNEST e Consorcio CONPAR em obras da Refinaria Presidente Getúlio Vargas – REPAR, compõem o acervo probatório”.

E a solicitação da defesa?

“Desnecessário, neste momento preliminar, tecer considerações detalhadas a respeito da procedência ou não da tese acusatória, bastando indicar que a apuração da origem dos recursos utilizados pela OAS para pagamento de propina não é imprescindível para a identificação dos crimes imputados. Não e da essência da corrupção, por exemplo, que o pagamento tenha correlação com uma ou outra avença especifica, bastando apenas que tenha sido efetivamente oferecida ou exigida a vantagem espúria, em razão do cargo.

De todo o modo, auditorias são limitadas e, por anos, comissões intimas da Petrobras curiosamente passaram ao largo das fraudes existentes, o que somente veio a se modificar apos a deflagração da ‘Operação Lava-Jato’. Ademais, a jurisprudência e pacifica e direciona-se para a ‘autonomia e independência das esferas civil, penal e administrativa, razão porque eventual improcedência de demanda ajuizada na esfera civil ou de procedimento administrativo instaurado não vincula ação penal instaurada em desfavor do agente’, de maneira que as conclusões no âmbito cível ou administrativo não desmerecem as conclusões do juízo criminal (HC 201402666794, RIBE1RO DANTAS, STJ – QUINTA TURMA, DJE DATA: 18/10/2017)”.

Curiosamente, reconhece que mesmo as auditorias internas, as tais “comissões íntimas” da Petrobras não tinham identificado os malfeitos até a eclosão da Lava Jato. E pretende que, em Brasília, um presidente da República tivesse informações sobre o que ocorria.

Há um princípio básico em direito, que é o da legalidade estrita, que diz que a Administração Pública somente poderá agir de acordo com aquilo que a lei expressamente dita.

Leia também:  Pacote Anticrime e PL das armas podem elevar risco de feminicídios

Em seu voto, Gebran acaba com o princípio. Diz ele, na página 117:

“as corrupções envolvendo agentes políticos ganham contornos próprios e a solução deve ser buscada caso a caso, tornando-se como norte o contexto da atividade criminosa. Não há como se definir, portanto, uma fórmula de ouro aplicável a todos e qualquer processo, pois a atividade política transborda muitas vezes aos escritos limites do cargo – inclusive temporais – podendo interferir nos mais variados órgãos da administração publica direta ou indireta”.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

32 comentários

  1. bom post

    Para essa gente  o não lhes falta é criatividade.

    Se precisarem reescrever todo o DIREITO, assim o farão.

    Não precisam ficar preocupados pois a maioria não entende o que escrevem e o que dizem ( eu incluso) e têm o PIG  martelando diariamente na cabeça dos tolos:. È O lula, é o lula, é o lula.

  2. Ou seja, é um processo de

    Ou seja, é um processo de exceção, declaradamente…..

     

    Se é contra Lula jogasse a jurisprudência fora…..

  3. Absolutamente.
    A “fórmula de

    Absolutamente.

    A “fórmula de ouro aplicável a todo e qualquer processo” parece estar bem definida:

    “…bastando indicar que a apuração da origem dos recursos utilizados pela [empreiteira] para pagamento de propina não é imprescindível para a identificação dos crimes imputados. Não é da essência da corrupção, por exemplo, que o pagamento tenha correlação com uma ou outra avença específica, bastando apenas que tenha sido efetivamente oferecida ou exigida a vantagem espúria, em razão do cargo.”

    Para uma condenação arbitrária, basta a ação de um juiz corrompido pela mídia e um trio de desembargadores “familiares” marajás, todos já bem “egoificados” por seus supersalários ilegais.

  4. É absurdo mesmo!…

    Como é que nenum presidente da Petrobras foi arrolado?…putzzzz….O presidente da República administrava a empresa!..sic, sic, sic….

    Golpistas do Judiciário ofedem primatas!….

  5. Regra de ouro

    Existe sim a tal regra de ouro. IN DUBIO PRO REO. É uma regra básica do Estado de Direito. O contexto é mero indício, significa a possibilidade de ter ocorrido o fato, mas não prova nada.

    E pior: se não é preciso definir a contrapartida da vantagem, então NÃO HÁ COMPETÊNCIA do TRF-4 para julgar o caso, pois não foi provada a conexão com a Petrobras. A nulidade do processo é evidente, resta saber se ainda há um mínimo de coragem nas cortes superiores.

  6. Tentar mudar um país com base na hipocrisia, só pioram as coisas
    BBC Punir políticos, sem mudar cultura, não transforma, diz czar anticorrupção da Itália Conhecido na Itália como uma espécie de czar anticorrupção, o ex-procurador Raffaele Cantone diz que a punição a políticos envolvidos em corrupção não reduz a ocorrência do crime se não vier acompanhada de uma mudança na “mentalidade” da população. http://www.bbc.com/portuguese/brasil-42834828

  7. Gebran

    Esse desembagrinho poderia se reunir com Moro, Dalagnol, Carlos não sei das quantas e formar uma quadrilha de escritores de novela. Talvez pudessem melhorar o nível e a audiência da TV Globo em suas novelas.

  8. O estelionato oficializado
    Esses “juízes” são criminosos estelionatários ao endossar uma sentença sabidamente nula e ainda aumentar a pena sobre um crime inexistente. Esse corporativismo é nojento, repugnante e revoltante. Estão realmente pedindo uma guerra civil. Não tem a mínima consciência de condenar um homem INOCENTE!!!

  9. “Há um princípio básico em

    “Há um princípio básico em direito, que é o da legalidade estrita, que diz que a Administração Pública somente poderá agir de acordo com aquilo que a lei expressamente dita.”

    E isso acontece em virtude da existência do art. 5o., inciso II, da CF88:

    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

    II – ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei.

     

    Conforme está dito por diversos juristas que têm analisado as aberrações jurídicas cometidas pela Lava Jato, os componentes desta excrescência são absolutamente chucros, completamente despreparados para oferecer fundamentação, mesmo simples, para as decisões que tomam. Há dois motivos para para explicar esse fato lamentável e – diga-se -criminoso:

    a – A má-fé – “A expressão “má-fé” deriva do latim malefatius (mau destino, ou má-sorte), e é utilizada pelos juristas para exprimir tudo que se faz com maldade, com o total conhecimento do mal contido no ato executado ou do vício que pretende esconder. É enganar, fingir, passar a ideia de que certa coisa é legítima e perfeita sendo que não o é, e a parte tendo total conhecimento disso, leva a diante a mentira com essa chamada “má-fé”. (https://deboramaiuri.jusbrasil.com.br/artigos/141855278/ma-fe-e-boa-fe-processual).  Observe-se que, no caso em questão,  não se trata de má-fé referente a litigante do processo. Refiro-me aos próprios julgadores, que passaram a ser algozes de um ex-presidente aclamado mundialmente pela excelência de suas duas gestões na presidência do Brasil. Tal fato está devidamente comprovado pela repercussão e comoção mundial que o caso vem despertando ultimamente.

    b – Os lamentáveis julgadores têm sido secundados pela própria atual presidente do Supremo Tribunal Federal, que, com declarações públicas, tem alegado que não trará a julgamento pelo STF pendência que versa sobre a possibilidade de não ser preso quem foi condenado apenas em segunda instância, por ainda restar a possibildade de recurso para instância superior. Estranhamente, a presidente do STF diz que isso irá apequenar o seu Tribunal. Palavras esdrúxulas, pois tal julgamento implicará em benefício de milhares de condenados que se encontram na mesmíssima condição do ex-presidente Lula. Ou seja, a presidente tem em mente apenas uma pessoa: seu desafeto político, o ex-presidente Lula. Para enfiar na masmorra o ex-presidente Lula, a presidente também irá sacrificar milhares de brasileiros. E – vale repetir – com a estapafúrdia alegação de que isso irá apequenar o seu Supremo Tribunal Federal.

    Em suma, o país encontra-se num dilema sem fim. A política imiscuiu-se no Poder Judiciário, de modo a não ser possível distinguir o que é Justiça e o que é Política. Conforme o dito popular: O país está no bico do corvo.

     

  10. Nassifão se liga aí em um
    Nassifão se liga aí em um novo fake news brabo,esta história da quebra de sigilo das contas do Temer por causa do porto de Santos q tanto está sendo alardeada pela mídia tradicional,puro h,lógico q não vão achar nada de errado lá,o cara é profissional, não acharam nada e vão ficar alardeando,”Estão vendo,ele não é tão mal assim”PURA MANIPULAÇÃO TIPO O INDULTO DE NATAL DO TEMER E O STF “CORTOU” TANTA “MOLEZA” AOS BANDIDOS,SÓ P SE FAZER DE BONZINHOS OS DO JUDICIÁRIO !

  11. Máfia Siciliana (Gamora)

    Máfia Siciliana (Gamora) paradigma de organizações criminosas. Composição.

    1. Base composta por criminosos comuns (como assaltantes, pistoleiros, sequestradores, extorquidores, corruptores, etc). Os “soldati”.

    2. No andar logo acima, os homens de (aparente) honra composta por criminosos engravatados infiltrados em Instituições, Organizações  e Empresas tanto Públicas como Privadas, encarregados de darem proteção e legitimidade às organizações, ações e grupos mafiosos (como sacerdotes, pastores, religiosos, professores, comerciantes, industriais, empresários da mídia, jornalistas, Juízes/Magistrados, Procuradores/Promotores Públicos, Delegados/Agentes Policiais, Advogados, militares, Políticos, Parlamentares, Governantes e outros tantos infiltrados). Os “uomini d’onore”.

    – fanno relazione con la politica, con la economia, con la chiesa, con i giornalisti… fanno  relazione con tutti…un mondo di relazione… I’ uomini d’onore è il centro di un piccolo universo

    3. Acima, ainda, os comissários mandatários regionais e de circunscrição, que se submetem ao chefe geral normalmente escolhido por eles. “Comissione”:  cúpula do comando nas regiões.

    4. Por último, o grande Chefe. O “il capo”.

    – una decina di uomini d’onore forma una famiglia

    – diversi famiglie formano un mandamento [ circunscrição ]

    – più mandamenti eleggono un capo della cupola o comissione

    ***

    VITO LO MONACO presidente do CENTRO STUDI PIO LA TORRE, Instituto Italiano responsável pelo Projeto Educativo Antimáfia, diz:

    “A máfia é forte porque se infiltra no Estado”

    http://ansabrasil.com.br/brasil/noticias/italianos/noticias/2017/04/27/mafia-e-mais-forte-que-estado-para-quase-50-dos-italianos_f2d8b35b-7e13-45f7-816e-6b0451db5b44.html

    Alguns exemplos

    – Desembargador (Minas Gerais) que vende liminares a favor de traficantes 

    https://www.youtube.com/watch?v=axpy0ipOt9s

    – Ministro da Justiça afirma que a escolha para o Comando da Polícia Militar no Estado do Rio de Janeiro é fruto de um acordo entre políticos, deputados estaduais e o crime organizado…

    http://justificando.cartacapital.com.br/2017/11/06/nao-ha-novidade-na-fala-do-ministro-da-justica-sobre-relacao-entre-policia-e-crime-organizado/

    – Corrupção no Exército? Procuradoria denuncia esquema de militares

    https://www.cartacapital.com.br/politica/corrupcao-nas-forcas-armadas-procuradoria-denuncia-esquema-com-militares/

    – Advogados são condenados por envolvimento com organização criminosa – Conjur: 03/12/2017

    https://www.conjur.com.br/2017-dez-03/advogados-sao-condenados-envolvimento-faccao-criminosa

     

    – Infiltração do PCC no Judiciário de São Paulo é investigada

    https://tvuol.uol.com.br/video/mp-investiga-infiltracao-do-pcc-no-judiciario-paulista-0402cc993172e0a95326

    –  “Gorjeta” milionária para o MP nos acordos de delação premiada

    https://www.brasil247.com/pt/247/rs247/330492/Pimenta-denuncia-%E2%80%9Cgorjeta%E2%80%9D-milion%C3%A1ria-para-o-MP-nos-acordos-de-dela%C3%A7%C3%A3o.htm

    – Cercado de corruptos Moro pede ajuda para combater – ele diz – a corrupção

    https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/331063/Damous-como-%C3%A9-que-Moro-se-mistura-com-gente-que-ele-diz-combater.htm

    – Amigo de Moro que teria pedido 5 milhões por fora (propina) em troca de delação será convocado por CPMI

    https://jornalggn.com.br/noticia/amigo-de-moro-que-teria-pedido-propina-em-troca-de-delacao-sera-convocado-por-cpmi

    ***

    O honesto (???)  AL CAPONE:

    “Mensagens aos pais

                Hoje em dia as pessoas já não respeitam nada. Antes, colocávamos num pedestal a virtude, a honra, a verdade e a lei… A corrupção campeia na vida americana de nossos dias. Onde não se obedece outra lei, a corrupção é a única lei. A corrupção está minando este país. A virtude, a honra e a lei se evaporaram de nossas vidas.”

    (Declarações de Al Capone ao jornalista Cornelius Vanderbilt Jr. Entrevista publicada na revista Liberty em 17 de outubro de 1931, dias antes de Al Capone ir para a prisão).

    GALEANO, Eduardo. De Pernas pro ar. A escola do mundo ao avesso. Porto Alegre, RS: L&PM Editores, 2015, p.1

     

     

  12. Depois da pérola do des.

    Depois da pérola do des. Victor Laus:

    “Quem responde por crime tem que ter participado. E para ter participadp alguma coisa errada fez”

    ( Como esse sujeito pode ser juiz ??? )

    Tudo é possível. 

    Constituição ? Leis ? Direito ? Presunção de inocência ? Processo ?… Tudo supérfluo. Viva eu…

    • Tantos título, formalidades,

      Tantos título, formalidades, bazófia, para um pensamento de facebook desses …

      Até Rachel Sheherazade argumentaria melhor …

  13. E tem aquela do telefonema anônimo:

    Imagine a seguinte cena:

    um par recém-casado está começando a se acostumar com a vida conjugal, decidindo tudo por consenso, até que um dia, um telefone toca, a mulher atende e recebe um aviso: “seu marido está te traindo com um homem”, e o falante desliga.

    Daí, duas alternativas para a mulher: ou ignora este aviso, ou toma satisfações com o marido.

    No primeiro caso está tratando a chamada como ela é, um simples ruído de alguma pessoa desqualificada e invejosa, já no segundo caso, dá um crédito fenomenal a alguém que desconhece e assim estraçalha o seu matrimônio.

    Pelo que se fala da justiça ultimamente, a dita parece aplicar a segunda alternativa, ou seja parece dar crédito a bandidos, sem nem verificar a veracidade. Mas encosta o bandido contra a parede, para ver se ele canta e usa a cantoria para envolver outras pessoas.

    Daí, cabe perguntar: isso é justiça?

  14. É extravagância jurídica e

    É extravagância jurídica e lógica, Nassif. Cabe um novo livro daquele professor que dissecou a sentença de moro sob o prisma da lógica e não sobrou nada. Fosse Moro aluno dele ganhava nota zero e repetia de ano direto, sem passar pela segunda época. Ou então seria aconcelhado a mudar de matéria. Ir para área de literatura fantástica. Tetratológica e pornográfica. 

    Tem coisas que o jurisdiquês não consegue esconder. Basta ter paciência como o bravo professor de lógica e tudo fica exposto à luz do dia em carne viva. Longe das crianças de preferência!

  15. A Lava Jato (desde o

    A Lava Jato (desde o nascedouro) é instrumento, peça e mecanismo do maior assalto ocorrido no país.

    Lava Jato, um breve resumo do assalto:

    – indústria da delações

    – balcão de benefícios penais e pecuniários

    – lavagem de dinheiro sujo

    – honorários fabulosos

    – prevaricação: aos comparsas, “nada a ver”

    – corrupção da Constituição Federal, do Direito, das leis (materiais e processuais)

    – indústria das indenizações (ex. acordo da Petrobrás nos EUA de mais de 9,6 bilhões de reais)

    – desvalorização dos ativos e valores da empresas denunciadas

    – ataque à soberania nacional

    – privatizações

    – Temer e entourage

    Um mega golpe bem superior ao golpes financeiros do assim chamados chamados Encilhamentos (quando da passagem da monarquia para a república e da implementação e execução do plano real).

    Superior ao dos golpes do  Banestado (desvios de dinheiro e evasões de divisas que atingiram – segundo Requião- a cifra de 124 bilhões de dólares, ao do Sudan, ao das privatizações…

    É o que se pode deduzir da vastíssima publicação de matérias, fatos, narrativas, artigos e entrevistas produzidos por autores sérios e responsáveis das mais diversas correntes.

     

  16. as…..

    Extravagâmcoas Juridicas? Vamos construir uma Nação a partir de Fatalismos, até quando? Prolongar a Política do ‘Coitadismo’ (se existe tal palavra)? Somos o resultado de Anistia de 1979. 40 anos de Redemocratização. 30 anos de Constituição Cidadã. Os erros e exageros destes juízes, poderiam ser facilmente corrigidos em Instâncias Superiores. Ou na definição SUPREMA da mais Alta Corte. É por isto que foi nomeada SUPREMA. Tem uma razaõ tal nominação e título, segundo a origem da palavra. A Aberração sempre esteve aí. Masmorras Medievais, em grupelhoe quadrilhas, legalmente constituidas, legislando e regulamentando a seu favor seus interesses, nunca foi Democracia. Foi ESCÂNDALO. FOI ABERRAÇÃO. FOI URNA ELETRÔNICA EM VOTO OBRIGATÓRIO. Nossa Elite foi obrigada a dormir uma noite na favela. “Aberração, sairam gritando ao enxergar a realidade”. Como pode? Não somos gente para viver neste lugar !! É animalesco este Estado que nos coloca nesta condição”. Para nossa Elite, ‘animalesco’ é estarem nesta condição. Não esta condição existir neste país. Descobriram ‘Masmorras Medievais’. O Brasil é de muito fácil explicação.   

  17. eu juro pra vocês, já vi processo no trf-4

    onde uma rádio pirata foi absolvida de crime contra constituição. isso sob a alegação de que a rádio não podia ser considerada clandestina. pois apesar de lhe faltar autorização da união para funcionar, ela tinha uma placa identificando na porta. portanto não era clandestina.

    eles são mais do que ginastas.

    eles fazem ginástica e malabarismo ao mesmo tempo com a lei.

  18. Qualquer Juiz, magistrado,

    Qualquer Juiz, magistrado, ministro, abaixo dos 50 anos é uma contrafação no que se refere ao ato de julgar. 

    O fator idade para esse mister é condição sine qua non. Julgar não é só aplicar códigos. Requer aquele conhecimento(técnico) que, acrescido à experiência de Vida, à serenidade, ao descompromisso com o mundano, propicia tanto a autonomia individual como funcional para uma avaliação serena do que está em causa. 

    Se à imaturidade se conjuga a vaidade, o personalismo e compromissos políticos-ideológicos, aí então se pode esperar tudo: menos a aplicação da Justiça. Exatamente como sói ocorrer hoje no Sistema Judiciário brasileiro. Imberbes nomeados juízes é como colocar um fuzil na mão de um adolescente de quinze anos. 

    Outra aberração é o elitismo ou caráter classista do sistema. Basicamente, só tem acesso à carreira pessoas das classes superiores, únicas com condição de desfrutarem de uma formação escolar e acadêmica que propicia mais competitividade nos concursos. É de se esperar que esse viés de algum modo formem suas visões de Mundo que por sua vez certamente influenciarão nos seus ofícios. 

  19. Basta oferecer ?!?!?!

    “Não e da essência da corrupção, por exemplo, que o pagamento tenha correlação com uma ou outra avença especifica, bastando apenas que tenha sido efetivamente oferecida ou exigida a vantagem espúria, em razão do cargo.”

     

    Então, ofereço ao desembagrinho 5 milhões de dolares para mudar a sentença.

     

    Pronto!!!   Agora tenho plena convicção que este desembagrinho é CORRUPTO 

  20. Sendo aliado da Globo e dos

    Sendo aliado da Globo e dos golpistas figuras verdadeiramente corruptas, diante da farta existência de provas, as mesmas são anuladas, vide caso Demóstenes Torres, enquanto Lula é condenado sem provas, pois como ele não cometeu crime, elas não existem. Simples assim.

    Ai vem Dona Carmem nos ameaçar…como assim…como não nos indignar bando de salafrários sem escrúpulos.

    Como assim, como podermos que esse Judiciário vendido atue na base do “uma mão lava a outra”: a Globo  decide a quem condenar e o Judiciário obedece….em troca, o mesmo Judiciário absolve a panelinha, conforme Moro planejou ao esboçar a Lava Jato…

    Luis Nassif: Como a Lava Jato foi pensada como uma operação de guerra (contra o PT).

    https://jornalggn.com.br/noticia/como-a-lava-jato-foi-pensada-como-uma-operacao-de-guerra

  21. A PROVA DA OMISSÃO

    Toda autoridade, daqui para prefente, será sempre julgada pelo domínio do fato, pois a prova de que sabia o que foi omisso não vem ao caso..

    “A consumação, por sua vez, pode ocorrer de três maneiras, a depender da ação realizada pelo agente público. Desta forma, o crime pode se consumar a partir da solicitação de vantagem indevida, para si ou para outrem, direta ou indiretamente – vantagem esta que se vier a ser entregue redundará em mero exaurimento do crime -, do recebimento da vantagem indevida sem qualquer solicitação por parte do agente, e da aceitação da promessa de entrega futura de alguma vantagem” (SOBRINHO, Apud, GRECCO, p. 6).

    Lula solicitou vantagem indevida? Lula recebeu a vantagem indevida? Lula aceitou a promessa de futura entrega de vantagem? Há prova disto?

    Leo Pinheiro falou? A final,depois de um longo e tenebroso período preso, depois de negar, vem e fala. Sequer o que fala poderia ser indício de prova, pois é  co-réu e o restante da prova nada prova.Porém…..

    Mas falou e o interessante que Moro não lhe deu, no momento qualquer vantagem da delação. Este papel, curiosamente, coube ao TRF 4, que abrandou sua pena. Daqui a alguns dias, ele estará solto e em sua casa.

    E a prova? Ora, a prova foi uma reportagem jornalística e pronto, fechou a conta.

    Daqui a alguns dias, Lula estará preso.

     Então, senhores prefeitos, governadores e presidente da república, senadores, deputados, vereadores, vejam bem, se vocês lerem a cartilha da que a burguesia quer, ninguém irá importuná-los.

    Se não,deixem de se meter me política, pensando melhorar as condições de vida e desenvolvimento de nossa sociedade. Fiquem em casa e não se aventurem.

    A não ser que você estejam prontos para cumprirem o papel que eles entendem que deva, sem nunca desafiá-los. É esta a formula mágica para passar em brancas nuvens.

    E não caiam naquela do Francisco Otaviano, um sonhador, cuja utopia está cada vez mais irrealizável:

    “Quem passou pela vida em branca nuvem

    E em plácido repouso adormeceu,

    Quem não sentiu o frio da desgraça,

    Quem passou pela vida e não sofreu,

    Foi espectro de homem, e não homem,

    Só passou pela vida, não viveu.”

  22. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome