Bolsonaro tem que explicar vazamento de investigação sigilosa de ataque ao TSE

Jair Bolsonaro terá que explicar a divulgação da investigação sigilosa sobre um ataque hacker ao sistema TSE

Reprodução/Facebook Jair Bolsonaro (21/10)

Jornal GGN – Jair Bolsonaro terá que prestar depoimento à Polícia Federal em até 9 dias, para explicar a divulgação da investigação sigilosa sobre um ataque hacker ao sistema TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Em agosto de 2018, o mandatário divulgou em suas redes sociais a cópia do inquérito em segredo de Justiça, alegando que haveria fraudes nas eleições. Além de distorcer as informações da apuração, Bolsonaro cometeu crime ao divulgar a investigação sigilosa.

A apuração do vazamento foi aberta pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Em dezembro passado, ele fixou um prazo inicial de 15 dias para o mandatário prestar esclarecimentos sobre o caso.

Mas a pedido da Advocacia-Geral da União (AGU), Moraes estendeu o prazo para o dia 28 de janeiro.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador