Dono da fazenda onde pousou helicóptero de Perrela é preso com US$ 17 milhões em cocaína

Foto: Reprodução/TV Gazeta
 
 
Jornal GGN – Foi preso em uma operação da Polícia Federal, nesta quinta (7), o dono da fazenda onde pousou um helicóptero que pertence à família Perrela, em 2013, com quase meia tonelada de pasta de cocaíca. A corporação não quis divulgar o nome, mas o G1 informou que trata-se de Elio Rodrigues.
 
No total, foram 7 os presos na região Serrana do Espírito Santo, incluindo o presidente da Desportiva, Edney Costa. Com eles, a PF também deteve 2,5 kg de cocaína que iriam para a Espanha, que valeria cerca de 17 milhões de dólares.
 
O delegado do caso, Leonardo Damasceno, disse ao G1 que o fato do episódio de 2013 ter envolvído Perrela “tumultuou” o processo e explica porque “algumas pessoas ficaram soltas”. “Mas o fato é que de 2012 para cá, 4 anos depois, conseguimos prender esse indivíduo porque ele estava no galpão, na hora da colocaração da droga.
 
“Segundo a PF, o grupo era formado pelo dono da fazenda e portuários, que facilitavam o transporte da droga pelo terminal de contêineres de Vila Velha, e dois homens, um do Rio de Janeiro e do Mato Grosso do Sul”, publicou o portal.
 
A PF ainda informou que não sabe precisar o tempo de atuação da quadrilha, mas acredita que o caso “consolida” o Espírito Santo como principal rota de exportação de cocaína do Brasil.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Defesa de Paes usa tese de Flávio Bolsonaro para pedir foro especial

23 comentários

  1. Libera po**a, se Perrella,

    Libera po**a, se Perrella, Aécio, Aluizio, Maggi estão por aí, libera a rapaziada. Isonomia!

  2. Traficante verdadeiro é este que faz trafegar a droga de origem

    aos centros de distribuição. Os agentes de repressão e justiçamento do estado já deram provas de que não querem cortar isto na raiz. Estes ai não saem na selfie de nenhum policial.

  3. A corporação não quis divulgar o nome.

    O tráfico é muito forte, tem fonte garantida dentro da polícia, dependendo da pessoa recebe até pedido de desculpas.

  4. Esse delegado acha que todo mundo é idiota.

    “O delegado do caso, Leonardo Damasceno, disse ao G1 que o fato do episódio de 2013 ter envolvído Perrela “tumultuou” o processo e explica porque “algumas pessoas ficaram soltas”. “Mas o fato é que de 2012 para cá, 4 anos depois, conseguimos prender esse indivíduo porque ele estava no galpão, na hora da colocaração da droga.”

     

     

    • Esse delegado acha que todo mundo é idiota.

      Mas quando do “caso helicoca” em 48 horas já inocentaram o dono helicóptero, Perrela.

      O helicoca que, pela lei vigente, deveria ser apreendido, foi devolvido ao proprietário. Inicialmente o piloto, funcionário do Senado, foi indiciado, preso mas logo solto. 

      Agora, 4 anos depois, os ligeirinhos dão um flagrante.

      Quanto rolou em coca e dinheiro nesses 4 anos ?

      Já nos casos das Universidades foram rápidos e bem armados conduzir coercitivamente pessoal sem qualquer noção do que estava acontecendo.

      Agora o MPF quase, se desculpando,vem fazer fazer um convite ?

      Bah, sra.Dodge, já passou a hora de um tranco para arrumar a casa.

      Ouse um pouco mais.

    • A maioria é idiota mesmo

      O delegado sabe muito bem que a maioria da população é completamente manipulada pelos meios de comunicação e não tomará nem conhecimento desses acontecimentos.

      A triste verdade é que a população brasileira atingiu um nível de imbecilidade nunca antes visto… está lutando contra seus próprios interesses há uns 3 anos… vai acabar conseguindo.

  5. Enquanto isso a PF invade a

    Enquanto isso a PF invade a UFMG e novamente a UFSC. 

    A PF, o MPF e o Judiciário Federal continuam ignorando a demanda pública por explicações sobre a  meia tonelada de antes…

  6. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome