Felipe Neto: Negacionismo e obscurantismo têm de ser desmascarados, não ignorados

No Roda Viva, o empresário e influenciador digital Felipe Neto fez mea culpa e deu uma aula de comunicação para a imprensa e oposição ao governo Bolsonaro

Jornal GGN – O empresário e influenciador digital Felipe Neto usou o programa Roda Viva para compartilhar lições de comunicação com a imprensa, a oposição ao governo Bolsonaro e aos setores da sociedade civil que fazem frente ao “regime de opressão” em vigor no País, nas suas palavras.

Neto comentou que é um erro estratégico de comunicação simplesmente ignorar, como vem sendo feito até aqui, os “negacionistas, revisionistas, obscurantistas” e toda a massa de apoiadores dos Bolsonaro, que minam o jornalismo e compartilham fake news pelo WhatsApp.

“Nós não podemos dar voz e validar o obscurantismo, o negacionismo e o revisionismo histórico. Acho que a grande lição que a gente pode tirar disso tudo que está acontecendo, do papel da imprensa, do papel dos influenciadores, dos comunicadores, é que obscurantistas e negacionistas precisam ser desmascarados. Ignorá-los, como a gente fez com o Olavo de Carvalho durante décadas, pode ter consequências trágicas para uma Nação inteira, como a gente está vendo acontecer”, disse Neto.

Segundo ele, “apenas ignorar não é a solução. Dar voz para essas pessoas – como acho que a CNN Brasil erradamente está fazendo, ao dar voz a extremistas, negacionistas e revisionistas em debates, como se aquela opinião devesse ser validada – nada disso ajuda no cenário de longo prazo.”

“Negacionismo, obscurantismo e revisionismo têm de ser desmascarados. Tudo que é anti-ciência tem de ser desmascarado, e não apenas conviver com tolerância e dizer ‘está certo pensar que a Terra é plana’.”

Sem se aprofundar em análises políticas, que fogem de sua “alçada”, Neto disse que acha difícil uma frente ampla suprapartidária contra o governo Bolsonaro, por que depende da vontade de partidos como PT e PDT, que mais trocam farpas que se ajudam ultimamente.

“Agora, não vejo uma força política para derrubar esse movimento reacionário que a gente está vivendo sem esse tipo de união. E não só das esquerdas. Aí é que a gente [influenciadores e sociedade civil] entra. A derrubada desse regime de opressão, que a gente chama de fascismo – e que tem identificação com o fascismo sim, mas parece que o uso da palavra afasta as pessoas – a luta contra isso, ela é completamente independente de bandeiras políticas.”

Leia também:  Neste Natal, compre do comércio local, ajude o informal que mora ao seu lado

Na entrevista ao Roda Viva, Neto afirmou que mudou muito de opinião política desde que se lançou como youtuber, aos 22 anos. Hoje, na casa dos 30, ele chama o impeachment de Dilma Rousseff de golpe e diz que nem Bolsonaro, nem Sergio Moro são “salvadores da pátria.”

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

9 comentários

  1. A competência comunicativa desse rapaz já está comprovada.
    O seu mês culpa,antes de mais nada,faz parte dessa competência comunicativa.
    Escorpião será sempre escorpião, com fala mansa e educadinho ou mugindo como muitos dos golpistas que estiveram lado a lado com ele.

    1
    2
  2. parabéns ao Felipe neto, espero que essa onda de olavista seja destruída o mais rápido possível. para mim Olavo de carvalhos noa passa de um analfabeto preguiçoso, e que por ele ser incapaz de entender a ciência ele nega.
    não entendo como que alguém pode seguir um debiloide como esse tal de Olavo.

    2
    1
  3. Exceto os articulistas da Veja que, de cara, desqualificaram tudo que ele disse em declarações que pareciam já estar preparadas antes da entrevista, pude ver em vários sites progressistas as críticas contra o Felipe neto, e estas se reduzem a apenas uma única declaração: “Estou entre Amoêdo e Ciro”.
    Francamente, acho tão pouco pra se questionar a sinceridade da autocrítica do influenciador, que chego a pensar que, paradoxalmente, os “engajados” demonstram mais imaturidade que ele. Cobram do Felipe Neto uma mudança integral de posições que beira a picuinha.
    Felipe Neto vem de uma geração que infelizmente tem sido forçada a se educar politicamente sozinha. E mesmo assim, ainda conseguem ser melhores que a geração anterior (a minha) dos quarentões tios-do-pavê que deve ser responsabilizada pela atual conjuntura, muito mais que esta molecada da casa dos 30 anos. Pra mim, a capitulação de Felipe Neto foi um feito e tanto. Ele fez em dez anos muito mais que gente dita “experiente” e “bem formada” intelectualmente.
    No dia que eu vir algum intelectual da USP que tenha apoiado as jornadas de 2013, rever suas posturas e admitir que o apoio àquilo foi uma tremenda cagada, vou ter certeza de que o Brasil estará mudando de fato. Por enquanto, fico com o “bobinho do Minecraft”.

    5
    3
  4. O problema é esse…..a culpa é sempre dos outros…..
    E escolher o tal amoedo é de amargar……por isso acredito que esse pessoal está com vergonha de abraçar o idiota que se diz presidente, que até de genocida está sendo chamado, um fardo pesado, mas quando aparecer um direitoso limpinho e cheiroso até casam…..

  5. Penso como ele com relação ao “perigo maior” das redes sociais e já o disse neste espaço sobre o grave problema que é o whatsapp, um território com poucas regras e pouco espaço para a justiça manobrar. Além de tudo o maior estrago das fake news ocorrem naquele ambiente. Não é sem razão que investigações da imprensa descobriram investimentos milionários nesta plataforma. Se forem estudar a fundo e tem alguns jornalistas que participam anonimamente de grupos pró-bolsonaro ou pró-fascismo e observam que as “ordens” e mensagens mais perigosas saem por ali. E chegam muito fácil e as pessoas dão valor e leem o que recebem, já que recebem diretamente de seus contatos (pessoas que eles confiam e tem laços afetivos).
    É o grande mal e o Felipe Neto salientou isto no trecho em que lhe perguntam sobre como controlar as redes sociais.

  6. Parabéns ao Roda Viva de ontem, 18-05-2020. Vai sim ficar como um marco, onde e quando foi dado voz a alguém, que se comunica, que direciona, que explicita com facilidade as atrocidades em que estamos vivenciando por causa de um DESGOVERNO IMBECIL E MALDOSO! Espero que a imprensa tida como profissional, empresas e jornalistas, grande e organizada, tenha os brios chamado à defesa da nação livre, educada, que tem uma CONSTITUIÇÃO a ser respeitada!Fazendo isto estarão se defendendo e realmente sendo reconhecida em toda sua importância…..meu exemplo hoje desse movimento é REINALDO AZEVEDO E LUIS NASSIF….com inteligencia e mais inteligencia não se curvam!!!!!

  7. Em minha opinião Felipe Neto demonstrou estar em pleno exercício político, ainda que negue. Não me pareceu 100% verdadeiro, mas o foi em na maior parte do tempo em que ficou com a palavra. Corajosamente emitiu opiniões e fez criticas sem fazer rodeios, sem omitir nomes e sem se preocupar em florear a grande maioria das suas respostas. Penso que deixou sua mensagem para (quem sabe?) em um futuro próximo se tornar uma espécie de influenciador/estrategista/publicitário de candidatos e partidos políticos. Imagino além da mensagem, ele deixou o seu cartão de visita na que fez avaliação sobre o precioso tempo desperdiçado por Lula/PT/Equipe, quando da saída de Lula da prisão.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome