O choro de Reinaldo e a reparação de uma injustiça histórica

A injustiça histórica permanece, mas não esperarmos 50 anos. Tivemos um Rei e ele esteve acima de todos os boyzinhos da Lubrax.

Por João Camilo

“Quando o torcedor do Galo fala em injustiça histórica, ela tem um rosto.

Este rosto é real.

Esse jogador que foi impedido de jogar na final de uma competição em que apresentou a maior atuação individual de um jogador na histórica do Campeonato Brasileiro.

José de Assis Aragão - Que fim levou? - Terceiro Tempo

Esse jogador que, mesmo sem suas melhores condições, segurou o Flamengo de Zico, mas não pode fazer nada contra o Flamengo de José Assis Aragão, que inventou uma expulsão para retirá-lo de campo.

Esse jogador que foi expulso por um precursor do Moro, que recebeu como prêmio um emprego para comentar arbitragem e explica sua atuação citando uma regra que nunca existiu (chamei os capitães e falei que o próximo colocaria para fora) e não é questionada pela mídia pretensiosa, que se arvora a corrigir o futebol brasileiro sem jamais se corrigir.

Essa mídia que normaliza os erros de arbitragem e é sempre célere para dar o benefício da dúvida quando as coisas estão no eixo. Basta sair do script, que temos a comissão de arbitragem deposta e declarações absurdas de “o maior roubo da história”.

O Bairrismo da Mídia não é um acontecimento de particulares, mas sistemático, fruto da construção social do país, ligada ao futebol e tem como objetivo proteger privilégios e os poderes de um grupo e região em especial. É tão ultrapassado e insidioso quanto qualquer outra forma de preconceito sistêmico e está cheia de preconceito racial contra os times fora do Eixo. Neste ano, já ouvimos constantes reproches quanto ao provincialismo mineiro, não ouvimos?

O que acontece neste ano não é reparação de uma injustiça histórica. É a continuidade da luta. O time da Globo e Ditadura militar não aceita perder e a mídia do eixo continua fazendo o papel de capataz.

A injustiça histórica permanece, mas não esperarmos 50 anos. Tivemos um Rei e ele esteve acima de todos os boyzinhos da Lubrax.

As lágrimas do Rei limpam toda a tentativa de sujar esse título indiscutível criadas por jornalistas travestidos de moralistas e torcedores travestidos de jornalistas.

Torcemos contra furacões sem tremer. Vocês nunca tiveram uma chance.”

16 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Walsil

- 2021-12-01 11:23:09

Um belo texto que corda a História deste gênio do futebol. Rei, o Reinaldo é nosso rei. Aquele Flamengo não precisava de ajuda de juizes, mas por garantia e por perseguição ao Reinaldo, sempre davam um jeito de prejudica-lo.

Jorge

- 2021-12-01 00:07:01

Se houvesse o Moro o Aragao teria sido preso.

JULIO RICARDO MALLET

- 2021-11-30 16:33:08

Confundiu o José Assis Aragão com José Roberto Wright, esse último que expulsou o Reinaldo.

jucemir r. da silva

- 2021-11-30 16:10:06

“mas não pode fazer nada contra o Flamengo de José Assis Aragão, que inventou uma expulsão para retirá-lo de campo” Os jogadores do Atlético entraram no jogo psicologicamente descompensados. Se sobrava técnica no elenco, faltava equilíbrio emocional. ... “O que acontece neste ano não é reparação de uma injustiça histórica. É a continuidade da luta. O time da Globo e Ditadura militar não aceita perder e a mídia do eixo continua fazendo o papel de capataz.” Time da Globo?! – A atual diretoria do Flamengo vive às turras com a Globo. Se o Flamengo, ganhe ou perca, está sempre na mídia é pelo fato de ter, de longe, a maior torcida do país. Vejamos os números para Minas Gerais segundo pesquisa do Instituto Datatempo. - Cruzeiro: 26,51%. - Atlético Mineiro: 19,97%. - Flamengo: 11,85%. - América Mineiro: 0,29%. ... “Essa mídia que normaliza os erros de arbitragem” O que não faltou durante a atual temporada foi erro de arbitragem contra o Flamengo e VAR a favor do Galo. Que tal esse último pênalti VARcado a favor do Atlético, quando este perdia para o Fluminense? Irrelevante o fato de o bolsonarista Rubens Menin, o 16º colocado na lista de bilionários de Pindorama e dono da CNN Brasil, ser o mecenas do Atlético Mineiro? Mero detalhe? ... Só falta dizer que Reinaldo caiu no vício da cocaína – adquirido em 1989 e, hoje, felizmente, ultrapassado – por conta do trauma das expulsões. ... Celebrem o fim do longuíssimo jejum do Atlético Mineiro mas esqueçam do Flamengo.

Tércio Assunção Pedrosa

- 2021-11-30 13:08:48

Tem comentário por aí que faria o alienista de Machado de Assis se contorcer de vontade de "convidar" para uma estadia gratuita na casa dele. Depois do convite feito e aceito, é bem provável que houvesse reclamação por arbitrariedades... Mundo esquisitão esse sô... Pra não deixar passar em branco: Reinaldo foi perseguido por seus gestos, declarações e posicionamento contrário à ditadura militar, à entidade que regia o futebol e à emissora a serviço do golpe. Mas cada um cria sua versão da história de acordo com seu próprio discurso e suas conveniências. Não dá pra questionar a democracia da internet, o problema pode estar é na falta de senso crítico de quem consome. Parabéns pelo texto, Nassif. O choro do Rei emociona pelas tantas injustiças sofridas por quem se atreveu a remar contra a maré.

Weden

- 2021-11-30 13:04:10

Menos amigo. Desmerecer o time de Zico e CIA beira a má fé.. Pó pará..

ALEXANDRE JOSE CAVALCANTE SOUZA

- 2021-11-30 11:30:19

Poucas vezes eu li um texto tão ruim quanto esse. Lixo! Não serve nem pra reciclagem. Poxa, Nassif, vamos melhorar a escolha desses textos. Que coisa horrorosa.

Limarco

- 2021-11-30 11:00:23

Nassif, ainda bem que temos ainda jornalistas do seu nível. parabéns

José Galileu Lima

- 2021-11-30 10:42:25

Um extraordinário jogador, cidadão é justa o Hulk prestar-lhes saudações com os pontos erguido.

Vinicius Natividade Gomes

- 2021-11-30 10:39:57

O autor esqueceu se de agradecer ao bilionário Rubens Menim, dono da MRV, do Banco inter, da CNN Brasil e da rádio Itatiaia (Ou Atletiaia como também é conhecida aqui em BH) e ao Ricardo Guimarães dono do Banco BMG, por viabilizaram além do novo estádio que está sendo construído pelo sugar daddy Menim, por viabilizaram esse título e essa "reparação"... Interessante não comentarem nos pênaltis marcados esse ano, como o de domingo contra o fluminense. Haja Pix do Guimarães e do Menim...

evandro condé

- 2021-11-30 10:28:04

Precisava do juiz fazer o que fez? Pq o juiz fez o que fez? Apenas erro de arbitragem? Sei...

João Adolfo Amaral

- 2021-11-30 10:14:59

governo libertário, o atual? você está de brincadeira. Bolsonarista infame esqueceu de dizer que o Rei era e é de esquerda. O gesto de comemorar um gol com o braço levantado e o punho cerrado era um ato de protesto contra os fascistas.

JOAO CAMILO CAMPOS DE OLIVEIRA TORRES

- 2021-11-30 09:31:26

Valeu Nassif :)

Vilmar Mello Garcia

- 2021-11-30 09:29:45

Por essas o VAR é tão importante, acabou com essas palhaçadas dos juízes canalhas. Um dos times mais roubados é o Internacional, foi roubado vergonhosamente em três campeonatos brasileiros. O brasileiro do ano passado foi o último roubo vergonhoso.

ze sergio/sorocabanoburaco

- 2021-11-30 09:19:41

REINALDO É GIGANTE. Quem viu este CentroAvante jogar e depois o Monopólio desta mesma RGT inventar uns centroavantes do futebol mínimo, do retrancão, de Zagallo e Parreira. Do Monopólio de Galvão Bueno, porta voz da Bandidolatria no Esporte e Futebol. Umas farsas "gordas" ou que não fazem gol nem em final de copa do mundo, mas a Imprensa rotula como fenômenos !!! Uma lista de R's. De ruindade mesmo. Factóides Midiáticos. O que virou este Futebol de 30 anos de "Monopólio Gângster". Se o Galo tivesse sido "assaltado" uma única vez? Um único Árbitro, não citaríamos Wright. Mas também culpa de MG, seu Futebol, seus Dirigentes, em especial do Galo. Aceitaram e se cumpliciaram com o surgimento do Monopólio Gângster a partir dos anos de 1980. É o surgimento de Ricardo Teixeira, genro de João Havellange, que se instalará definitivamente a partir do final dos anos de 1990 com Governos de farsante socialismo redemocrático entre PSDB e PT. Aécio Neves, Tancredo Neves, Itamar Franco, Dilma Roussef, Kalil e Perrella's completarão a Cleptocracia Mineira. Galo aceitou e se cumpliciou com os mesmos Bandidos que o roubava. Traiu o CLUBE DOS TREZE e BOM SENSO FC, que finalmente liberta o Futebol Brasileiro enterrando o Monopólio Canalha e Bandido de Olímpiadas e Copa do Mundo de Elefantes Brancos Bilionários com Dinheiro Público. LIBERTADORES no SBT é revolução e liberdade daqueles como Juvenal Juvêncio e Fábio Koff, que lutaram e não estão mais aqui para ver a Vitória do Esporte, do Futebol, da Liberdade, do Povo Brasileiro. Mas que lutaram para que surgisse este momento, esta vitória ainda que tardia do Galo, este Governo libertário que finalmente representa o Povo Brasileiro. Não existem coincidências. Existem vitórias depois de muitas batalhas e muitos tropeços no meio das lutas. É o fim do Monopólio Gângster. É o fim de 91 anos de Estado Ditatorial Caudilhista Absolutista Assassino Esquerdopata Fascista. É o fim de RGT. É o fim da fila do CAM. É a redenção do Futebol. Cabeça que tornou-se em rabo que volta a ser cabeça. PARABÉNS REINALDO. Você simboliza o Brasil que os Brasileiros lutam para ser depois de quase 1 século. A VERDADEIRA COMPETÊNCIA, EXCELÊNCIA CONTINENTAL QUE NOS FOI ROUBADO POR TANTO TEMPO. PARABÉNS !!!!

José Carlos Gabriel

- 2021-11-30 08:30:41

Que choradeira é essa? 41 anos depois. Desrespeito ao timaço do Flamengo. Nada garante que con Reinaldo em aos pedaços o AM seria campeão. Choradeira de perdedor.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador