Aumenta em 600% a xenofobia do jornal O Globo

O drama dos refugiados conquistou a consciência nacional. A cena do menino sírio morto na praia permitiu aos jornais e emissoras faturar uma boa audiência. E parecia que, pela primeira vez, havia se rompido a crosta de intolerância dos grupos de mídia.

Mas não tem jeito.

Hoje, em O Globo, com direito a chamada de capa, a tonitruante revelação de que aumentou em 600% o número de famílias sírias atendidas pelo Bolsa Família: pularam de 23 em 2014 para 163 famílias atualmente. Se tivesse estendido a comparação para 2013, a manchete poderia ser mais impactante: o número de famílias sírias atendidas pelo Bolsa Família teve crescimento infinito.

Se quisesse sofisticar mais a conta, a repórter poderia dizer que o percentual de famílias sírias no BF saltou de 0,00% para 0,00%. Como os leitores poderiam não notar a diferença, tentemos com um zero a mais depois da vírgula. Saberiam, então, que o percentual saltou de 0,000% para 0,001%. Com mais um zero, haveria maior precisão: de 0,0002% para 0,0012%.

O valor máximo do Bolsa Família é de R$ 175,00 por mês. O valor da xenofobia de O Globo é de 175 x 163 = 28.525,00.

Até agora, cerca de 3 milhões de internautas repercutiram a matéria de O Globo. Para esses leitores, um bando de sírios gananciosos está vindo para o Brasil atrás da fortuna de R$ 175,00 por mês, bancadas por “nosso rico dinheirinho”.

Os Nader, Abdalla, Maluf, Aschar, Racy, Sckair, Constantino, que chegaram no início do século 20, fugindo da guerra e da fome agradecem a defesa intransigente do jornal contra esses sírios mortos de fome.

Do O Globo

 
Em meio a conflito civil, número de beneficiados é 600% maior do que em dezembro de 2014
 

BRASÍLIA — O Bolsa Família, maior programa de transferência de renda do governo federal, atende 163 famílias com ao menos um sírio no Brasil. Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o número de beneficiados é cerca de 600% maior do que as 23 famílias que eram atendidas atendidas pelo programa em dezembro de 2014. O conflito na Síria levou milhares a buscarem refúgio em diversos países do mundo. Só no Brasil, são mais de dois mil refugiados sírios.

O MDS não sabe dizer o número de sírios beneficiados, mas sim de famílias com ao menos uma pessoa daquela nacionalidade. A pasta também não faz recorte sobre a condição de refugiado. No total, há 15.707 famílias com ao menos um estrangeiro recebendo Bolsa Família, equivalente a 0,11% em relação ao total. Entre os estrangeiros, cerca de 1% são sírios.

Leia também:  SEO no jornalismo: questões éticas e a relação com o leitor, por Lívia de Souza Vieira
Segundo nota do ministério, a inclusão de estrangeiros no Bolsa Família sempre foi possível, desde que atendam aos critérios do programa: famílias com renda mensal por pessoa de até R$ 77, com ou sem crianças; e renda mensal por pessoa entre R$ 77,01 e R$ 154, com crianças e adolescentes na sua composição. Segundo o ministério, o valor médio recebido pelas famílias sírias é de R$ 164,86 — o mesmo pago às demais famílias do programa federal.
 
Em dezembro, O GLOBO mostrou que imigrantes que chegaram em São Paulo estavam sendo registrados no cadastro único do governo para poder receber o Bolsa Família. O benefício só é pago para quem tem baixíssima renda declarada. Na lista dos inscritos estavam haitianos, africanos e bolivianos. O cadastramento foi feito no Centro de Referência e Acolhida para o Imigrante de São Paulo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

16 comentários

  1. Estranho

    A indignação do globo e de seus assinantes por gastos do governo aos refugiados num total de R$ 28.525,00 mostra bem a hipocrisia que cresce neste país. Além da cretinice da notícia, mostra um veículo de mídia que, com a pretensão de inofrmar, esconde dados, e opta por uma atitude imoral e xenófoba. É a cara dos argumentos dos partidos neonazistas que vemos no mundo. Vergonha.

  2. O indice de endividamento da Globo aumentou

     

    http://www.conversaafiada.com.br/pig/globo-deve-us-1-bilhao-em-eventos

     

    Globo deve US$ 1 bilhão em eventos

    A Globo deve US$ 1 bilhão de dólares em compras de eventos esportivos.

    A Copa do Mundo da Rússia.

    A Copa do Mundo do Qatar.

    As Olimpíadas.

    E a Fórmula 1, a que só a família do Felipe Massa ainda assiste.

    (E a Petrobras banca…)

    Com o dólar a R$ 4, a audiência da Globo não paga as contas.

    R$ 4 bilhões, só sequestrando o caixa do BNDES!

    E tem mais: amigo navegante, preste atenção à lista de patrocinadores do Brasileirinho, esse campeonato que simboliza a eficiência do conglomerado Globo-CBF-J. Hawilla.

    A lista vai mudar, porque tem patrocinador que quer cair fora.

    Mesmo depois de a Globo “flexibilizar” a tabela.

    O precioso informante do Conversa Afiada, o Valdir Macedo, diante desses números assustadores, voltou a dizer: não se interessa pela Globo.

    Porque a audiência não paga as contas.

    Como se sabe, a RBS, a Globo do Sul, foi para o saco, como demonstrou o Luiz Claudio Cunha.

    O ansioso blogueiro soube – e não foi o Valdir Macedo quem contou … – que a família controladora da RBS deve sair do negocio.

    A família não estaria disposta a botar a mão no bolso para cobrir os problemas da empresa.

    A saída é vender a RBS para se dedicar ao mercado imobiliário, que, hoje, já é o maior interesse empresarial dos herdeiros.

    Na verdade, o jornal Zero Hora – pior não existe na face da Terra…- se presta hoje a compartilhar dos interesses imobiliários da família.

    E amigo navegante gaúcho chama a atenção para circunstância sinistra: o falido governador do Rio Grande anunciou que vai vender a companhia de energia, a CEEE!

    Para a felicidade da RBS.

    Porque a CEEE tem terrenos maravilhosos em Porto Alegre!

    Viva o Brasil!

    É o que pode acontecer aos filhos do Roberto Marinho – eles não têm nome próprio.

    Passam o negócio e vão viver de seu principal interesse, já hoje: jatinhos particulares.

    Se o rolezinho do impítim fracassar…

    Paulo Henrique Amorim

     

     

  3. Esses trapaceiros da rede

    Esses trapaceiros da rede globo e seus seguidores da elite de merda, são mesquinhos, reacionários, e extremamente estúpidos.

    Boa parcela desses canalhas, não passam de estrume contaminados. Condição que os torna imprestáveis para utilização como adubo. Ou seja, inúteis. Não prestam pra porra nenhuma.

    Orlando

  4. O título deveria ser outro : Com o Darf da Globo….

    O título deveria ser outro : Com o Darf da Globo, aquele do processo que sumiu do fórum do RJ e que reapareceu mas ninguém mais comenta do assunto, aquele que o Garotinho reclamou em entrevista na globo, no valor de R$ 1.000.000.000,00 foi responsável por fornecer ou deixar de serem fornecidas 6.060.606 bolsas famílias, seja de brasileiros quanto imigrantes refugiados.

     

  5. Mais ódio escorrendo nas

    Mais ódio escorrendo nas redes sociais. Será que esses editores não percebem isso?

    Quando um desses sírios for assassinado no Brasil por conta desse fascismo, vão tirar o corpo fora?

    Depois o fascismo se volta contra a própria Globo, como aconteceu no caso Maju, e aí vão fazer mobilizações bonitinhas contra a intolerância?

  6. Antes que apareçam os de sempre…

    Antes que apareçam os de sempre (trollneide, alianças fascistas, desinjustiçados) hoje a CNN afirmou que “há cubanos treinando com as tropas sírias contra o Estado Islâmico! Ou seja, para os coxinhas e petencossauros desde 1810, Símon Bolívar e os os bolivarianos, além dos cubanos, claro,  realizam apoio a tudo que é de ruim. Vejam o que vai surgir. Por isso e para confundir a cabeça dos (idiotas) conservadores paulistas e paulistanos da Folha, amanhã terá uma manchete ligando (absurdamente) lé com cré (e uma passeata contra os sírios, turcos, árabes, persas e o Hadad, além do Damous no meio! Capazes de descobrirem origem síria para o Lula e a Dilma… É terrível!).

  7. Enquanto isso, na Provincia
    Enquanto isso, na Provincia de Ontario, Canada, um refugiado recebe aprox. $650.00_ um adulto e 1 crianca aprox. $1100.00; e assim vai aumentando, dependendo do numero de pessoas na familia. E depois querem se igualar aos paises desenvolvidos… Com essa mentalidade mesquinha, a elite e classe media alta brasileiros, nao chega a lugar nenhum…

  8. acho que o objetivo da globo nem foi a xenofobia

    mas, atacar a presidência por gastar com estrangeiros

  9. Ali kamel e o camelo são de
    Ali kamel e o camelo são de origem árabe, um é útil e o outro inútil, adivinhem qual?

  10. Ali kamel e o camelo são de
    Ali kamel e o camelo são de origem árabe, um é útil e o outro inútil, adivinhem qual?

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome