Pedro Cardoso: “Diante deste governo, grevistas estão cobertos de razão”

Jornal GGN – Circula nas redes sociais, nesta sexta-feira (24), um vídeo da participação relâmpago de Pedro Cardoso na TV Brasil. O ator surpreendeu a equipe abandonando o programa ao vivo, em protesto contra um denúncia de racismo contra a direção da EBC e em solidariedade aos trabalhadores que estão em greve.

Cardoso pediu desculpas, mas afirmou que não poderia participar do programa após ter tomado conhecimento dos problemas ao chegar no local. Ele preferiu não fazer “juízo de valor” sobre quem estava furando a greve, ou mesmo comentar os detalhes, já que não possuia detalhes das negociações. Mas aproveitou para criticar o governo Michel Temer.

“Diante deste governo que está governando o Brasil, eu tenho muita convicção de que as pessoas que estão fazendo essa greve, provavelmente, estão cobertas de razão.”

Assista:
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  GGN lança série no YouTube sobre influência dos EUA na Lava Jato

8 comentários

  1. Admirável Pedro Cardoso

    Sim, existem brasileiros com dignidade, coragem e respeito sincero por seus irmãos brasileiros.

    Pedro Cardoso – eu me orgulho de ser brasileiro como você.

     

  2. Show de bola !
    Clap, clap ,
    Show de bola !
    Clap, clap , clap de pé !

    A última palavra foi da apresentadora que disse: “Vivemos numa Democracia, e cada um tem sua opinião”

    Como assim ? Cardoso falou da greve e do comentário racista sofrido pela Tais, do presidente da EBC , Rimoli.

    Quer dizer que, na Democracia, quem quiser pode expressar seu racismo.

    Apresentadora, Democracia não é para isso, pelo contrario, é momento de tolerância.

    Ainda bem que Pedro Cardoso nos redime das Reginas Duartes e Suzanas Vieiras

  3. A apresentadora declarando

    A apresentadora declarando que estamos em um país democrático… bom, melhor seria ter calado a boca.

  4. Entre a sobrevivência e a verdade

    O Pedro talvez esteja entrando no último terço de sua vida, momento em que a consciência cresce e a pessoa começa a pensar.  Momento também de ter prudência e de fazer escolhas entre um futuro estável ou desafios nunca enfrentados.

    Pedro vai ter que escolher a hora de calar se não quiser comprometer a sua sobrevivência. Ele está claramente se sabotando.

    As vezes, o custo de se dormir com a consciência tranquila fica extremamente elevado.

    Seus colegas que o digam.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome