Pesquisa mostra baixa confiança do público em notícias de política e eleições veiculadas na grande mídia

Informações obtidas em conversas ou troca de mensagens com familiares geram ainda mais desconfiança

Pilha de jornais impressos
Foto: Pixabay

Pesquisa CNT/MDA veiculada nesta segunda-feira (21) aferiu o nível de confiança do eleitorado em relação aos meios de comunicação. De acordo com o resultado, a maioria “confia poucas vezes” em notícias sobre eleições e política veiculadas na TV e nos jornais impressos. Informações obtidas em conversas ou troca de mensagens com familiares geram ainda mais desconfiança.

Confira os dados:

CANAIS DE TV

7,8% confiam sempre nas informações apresentadas em jornais de televisão; 22,2% confiam na maioria das vezes; 38,7% confiam poucas vezes; 18,9% não confiam; e 11,8% não veem notícias sobre eleições e políticas em jornais de canais de televisão.

PORTAIS DE INTERNET

5,6% confiam sempre nas informações que são visualizadas via grandes portais da internet; 20,0% confiam na maioria das vezes; 33,6% confiam poucas vezes; 14,8% não confiam; e 25,0% não veem notícias sobre eleições e políticas em grandes portais da internet.

MÍDIA IMPRESSA

5,7% confiam sempre nas informações que são apresentadas em jornais impressos ou versões digitais da internet; 17,5% confiam na maioria das vezes; 27,5% confiam poucas vezes; 14,6% não confiam; e 33,5% não veem notícias sobre eleições e política em jornais impressos ou na internet.

BLOGS DE POLÍTICA

1,7% confia sempre nas informações veiculadas em blogs de notícias na internet; 9,6% confiam na maioria das vezes; 30,8% confiam poucas vezes; 19,9% não confiam; e 36,7% não veem notícias sobre eleições e política em blogs.

FAMILIARES

4,9% confiam sempre nas informações que recebem por mensagens ou pessoalmente de familiares, amigos ou colegas de trabalho; 14,2% confiam na maioria das vezes; 35,7% confiam poucas vezes; 26,9% não confiam; e 17,8% não conversam sobre eleições e política com familiares, amigos ou colegas de trabalho.

Confira na TVGGN:

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador