“A maior crise pela qual passa este governo é no MEC”, diz Haddad

Jair Bolsonaro "não tem pulso para demitir e o ministro não tem vergonha na cara para demitir-se", completou Haddad, que foi ministro da Educação no governo Lula

Jornal GGN – Em resposta à intenção do ministro da Educação, Ricardo Vélez, de militarizar a escola Rui Brasil, de Suzano (SP), após o tiroteio que vitimou 5 alunos e 2 funcionárias, Fernando Haddad também usou as redes sociais para apontar que o mandatário Jair Bolsonaro “não tem pulso para demitir e o ministro não tem vergonha na cara para demitir-se”.

Haddad, que disputou as eleições presidenciais no ano passado pelo PT, foi ministro da Educação no governo de Lula, entre 2005 e 2012, quando implementou uma série de programas e incentivos na área da educação, como o FIES, o ProUni, Universidade Aberta, entre outros.

Para ele, a pasta que vem sofrendo mais com o governo de Jair Bolsonaro é o Ministério da Educação: “A maior crise pela qual passa este governo é no MEC”, completou.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Sobre romantização do subemprego e futuro do trabalho

6 comentários

  1. A MAIOR CRISE DESSE GOVERNO “”É O PRÓPRIO BOLSONARO, ‘QUE SE VENDEU’ COMO SENDO UM LÍDER, MAS SE MOSTRA UMA MAIONETE, comandada por: Pastores falsos moralistas; POLÍTICOS da DIREITA golpista; MILITARES sanguinários remanescentes da DITADURA e um Guru mercenario.”””

  2. Quando um ex-ministro que destroçou a educação brasileira, gastou bilhões e realizou a proeza de, ainda assim, piorá-la, fala tal coisa, afigura-se-me que alguma coisa boa está acontecendo!

  3. Parabéns ao Haddad, o maior ministro da educação desse país. Quando esse governo de beócios começar, nós poderemos fazer. O ministro que indicado pelo Rasputin dos trópicos, não poderíamos esperar nada de bom!

  4. Parabéns ao Haddad, o maior ministro da educação desse país. Quando esse governo de beócios começar, nós poderemos fazer alguma análise. Mas, o que esperar de um que foi indicado pelo Rasputin dos trópicos? Não poderíamos esperar nada de bom mesmo!

  5. Criação do Enem, acesso genuíno do pobre ao ensino superior, criação do ProUni e extensão ao programa de alfabetização foi de responsabilidade dele.
    Agora, me explique algo bom que esses idiotas que estão aí agora fizeram.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome