Petrobras volta a bater recorde de produção de petróleo e gás

Jornal GGN – A produção de petróleo e gás natural da Petrobras, no Brasil e no exterior, atingiu a marca de 2,88 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) no mês de agosto, atingindo assim um novo recorde histórico, 0,8% superior ao recorde anterior de de 2,86 milhões boed alcançado em dezembro de 2014. Esse volume é também 4,5% maior que o registrado em agosto de 2014 (2,76 milhões boed). Em relação ao apurado em julho, houve um crescimento na produção de petróleo e gás natural de 3,1%, quando foram produzidos 2,80 milhões.

De acordo com os dados divulgados pela estatal, a produção total de petróleo e gás natural no Brasil foi de 2,69 milhões boed, 3,1% superior ao mês anterior (2,61 milhões boed), representando também novo recorde de produção nacional (0,6% superior ao recorde anterior de 2,67 milhões boed atingido em dezembro de 2014).

A produção total operada pela Petrobras no país, incluída a parcela operada para empresas parceiras, ultrapassou pela primeira vez os 3 milhões de barris de óleo equivalente por dia, atingindo 3,01 milhões boed. A produção de petróleo da empresa foi de 2,21 milhões bpd (3% acima dos 2,14 milhões bpd produzidos no mês anterior), constituindo-se, assim, a segunda melhor marca histórica. Já a produção de gás natural no Brasil, excluído o volume liquefeito, também apresentou novo recorde de 77,2 milhões m³/dia (3,6% acima do mês anterior).

Os números foram afetados pela entrada em operação em 31 de julho do FPSO Cidade de Itaguaí, ancorado em Iracema Norte, área localizada na porção noroeste do campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos. Essa plataforma tem capacidade para processar diariamente 150 mil bpd de petróleo e 8 milhões de m³/dia de gás natural. A retomada da operação de plataformas que estavam com paradas programadas para manutenção também influenciou os números divulgados.

No exterior foram produzidos 192 mil boed, 3,8% acima dos 185 mil boed produzidos em julho, devido, principalmente, ao retorno das operações da plataforma do Campo de Saint Malo, no Golfo do México norte-americano. A produção de petróleo foi de 101 mil bpd, 5,2% acima dos 969 mil bpd produzidos em julho e a produção média de gás natural no exterior foi de 15,4 milhões de metros cúbicos/dia, 1,9% acima da produção de julho, que foi de 15,1 milhões metros cúbicos/dia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

11 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Alexandre Weber - Santos -SP

- 2015-09-18 02:15:53

Deus é brasileiro

E o petróleo é NOSSO!

Oil rallies on large U.S. drawdown, Fed speculation

By Barani Krishnan

Related Stories

Oil Prices Move Higher in Volatile TradeThe Wall Street JournalOil turns higher as Wall Street rally offsets inventory rise ReutersOil retreats more than $5 on weak data, eroding 25 percent rally ReutersOil ends down about two percent as Goldman Sachs cuts price forecastReutersOil Prices Surge 5.7%, Boosted by Heavy Draw on Stockpiles The Wall Street Journal

NEW YORK (Reuters) - Oil prices jumped as much as 6 percent on Wednesday, after the largest U.S. crude drawdown in seven months at the key delivery point in Cushing, Oklahoma fed a new round of market volatility.

Oil bulls were also encouraged by doubts on whether the Federal Reserve will decide to hike U.S. interest rates on Thursday after tame August inflation data.

Some speculators in oil had bet on a big U.S. draw since Monday, after market intelligence firm Genscape estimated a drawdown of 1.8 million barrels in Cushing.

Official data from the U.S. Energy Information Administration showed a total U.S. inventory drop of 2.1 million barrels for the week ended Sept. 11. The Cushing draw itself was 1.9 million, the largest since the week ended Aug. 28.

The draw numbers were bullish beyond average analysts' forecasts. A Reuters poll called for a total stockpile growth of 1.2 million barrels last week.

 

Even so, the EIA also cited an unexpected build of about 3 million barrels in gasoline and distillate stocks.

"The gasoline and distillates build completely negate the crude draw," said Donald Morton, energy trader for Herbert J. Sims & Co in Fairfield, Connecticut.

"A total stockpile of 153 million barrels for distillates is huge. It's the Fed's show from here on," Morton added.

A decision by the Fed to keep U.S. interest rates low could restrain the dollar, making dollar-denominated crude cheaper for holders of other currencies. The dollar retreated from a one-week high after an unexpected 0.1 percent decline in U.S. consumer prices in August. U.S. crude settled up $2.56, or 5.7 percent, at $47.15 a barrel.

Global oil benchmark Brent finished up $2, or 4.2 percent, at $49.75.

Oil has seen big price swings since the end of August on a mixed supply-demand outlook from the EIA, the International Energy Agency and producer group OPEC. Influential Wall Street trader Goldman Sachs' lower projections for forward oil prices added to the volatility. [OPEC/M]

Some analysts expect an erratic but continuous recovery from the 6-1/2 year lows of $42.23 hit in Brent and $37.75 in U.S. crude in August.

"If the market continues to get data points similar to this week, which the markets have been anticipating for a while now, oil prices will continue to firm up and find support," said Chris Jarvis at Caprock Risk Management in Frederick, Maryland.

 

(Additional reporting by Lisa Barrington in London and Henning Gloystein in Singapore; Editing by Dale Hudson and Jason Neely)

 

Doney

- 2015-09-17 14:32:35

Aqui estão os fatos. A partir

Aqui estão os fatos.

A partir daqui entra a política e toda sorte de mentiras, desvios, incorreções, desmazelos, para tentar se fazer aprovar estes projetos de lei de Mendonça Filho e Serra.

Athos

- 2015-09-17 13:43:29

Mentira tem perna curta!
Que cacoete feio. Coisa de menino birrento. Quer dizer que sua produção de gás cresceu é? Vendeu para quem? Foi usado onde? Ou deste volume produzido anunciado vc queimou mais de 20% nas plataformas? Usado é isso? Pior que a imprecisão é a mentira!

drigoeira

- 2015-09-17 11:04:43

E daí!!!

Quanto desta produção de petróleo está balizando os preços internos dos combustíveis?

Ou serve apenas para patrocinar o esporte...

[email protected]

- 2015-09-16 21:55:28

Com moro ou sem moro, a PETROBRÁS é um "ESTOURO"!

E isso, sem contar a República do Paraná tentando paraliza-la a qualquer custo. 

Coisas do Brasil!!!

Orlando Soares Varêda

- 2015-09-16 21:27:56

  Ue!!?? QUE ESCULHAMBAÇÃO É

 

Ue!!?? QUE ESCULHAMBAÇÃO É ESSA? Vosmecês estão certo que estão falando da mesma Petrobras que está inteiramente destroçada e foi levada à falencia pelo governo petista?

É melhor verificar direitinho. Suponho que estejam enganados.

A petroleira que está bombando e batendo recorde em riba de recorde na produção óleo e gás, só pode ser outra. Pelo que tenho conhecimento. E olhe que sou um cabra bem informado, não perco o JN e leio os principais jornais da imprensa livre, em especial, as revistas marrons . Sei muito bem que um feito desse tamanho, só pode ser  obtido por estrangeiros, ou por empresa gerida por tucano, como a PetrobraX. A empresa criada pelo competente tucano genrocrata do fhc. Depois transferida pro pessoal do Serra, aquele senador que representa a CHEVRON no Congresso Nacianal.

Vamos aguardar a verdade no noticiário da Rede Globo de Trapaça & Sonegação.

 

Orlando

 

Doney

- 2015-09-16 21:14:04

É o argumento definitivo (o

É o argumento definitivo (o dos fatos) contra os parasitas Serra, Mendonça Filho, e afins.

maria rodrigues

- 2015-09-16 20:08:42

Gilmar está há mais de uma

Gilmar está há mais de uma hora lendo seu documento de relator da reforma política no STF. Sobre a Petrobrás ele garante que sabe bem porque a mesma cantilena de sempre, de que a Petrobrás é nossa. Segundo ele, o é nossa significa dizer que ela pertence aos atores dos crimes denunciados pela Lava Jato.

Numa sequência, Gilmar não menciona nomes, nem sigla de partido, por desnecessidade. Qualquer imbecil tá vendo que sua fúria de homem reto, guardião da nossa constituição, diz respeito aos governos petistas e aos petistas em geral. 

Gilmar defende tanto a oposição, como se nenhum parlamentar estivesse também nas citações dos bandidos delatores. Ele chega a dizer que se sente regozijado por haver pedio o sobrestamento do processo, e prossegue: "Vejam quanto a Lava Jato já nos trouxe de novo por esse tempo". Segundo ele, virem agora achar que o financiamento deve ser de pessoas físicas e públicas tem relação com o fato de que os partidos do governo e da base já se cobriram o suficiente para dispensar a ajuda empresarial nas campanhas. Até conclui que a disputa é tão desleal - entre situação e oposição - que é o mesmo que agredir uma pessoa algemada (bem nessa linha). O algemado seria, por exemplo, o coitado do Aécio - toda a oposição. E fala até onde vai sua imaginação, como ao achar que ainda não sabemos quanto de dinheiro existe no Exterior. 

Quando se refere aos percentuais levado como propinas pelo PT e partidos aliados, ele diz: "sem contar os automóveis e imóveis de luxo, as aeronaves, "as reformas de mansões" (aí está clara a indireta a José Dirceu).

Gilmar faz uma pausa em seu pronunciamento para pedir aos pares que todos votem logo sobre a mudança de licitação para os contratos da Petrobrás. Pra variar, livra a cara de FHC, responsável pela modalidade de licitação atual para a assinatura dos diversos contratos com a Empreiteira, citando os altos níveis de investimentos realzados no período do Principe, comparando ao que sucede agora, etc. Marco Aurélio adianta que tal modalidade foi criada para dar mais liberdade aos processos licitatórios, so que entederam a coisa errada e tomaram iberdade demais.

Minha vista cansou de ver aquela cara enjoada falando, e desliguei a televisão, mas sei que Gilmar deu o seu recado: é contra a contribuição do Estado porque o Estado está cheio de recursos pela roubalheira dos governos petistas. e que é a favor da venda da Petrobrás e do que mais exista de empresa estatal. Que vendam logo tudo, como querem os golpistas, e entreguistas.

Por fim, quem deve estar gritando de felicidade com esse relatório são os tucanos. 

Resta saber como se comportarão os outros ministros que ainda não deram seus votos.Vamos ver quem rir por último.

 

Francisco Andrade

- 2015-09-16 19:53:08

crescendo os "óio"....

..... o vampirão tá desesperado pra entregar o pré sal, .....  com esses recordes de produção, ... a comissão vai ser boa!

Freitas

- 2015-09-16 19:45:56

Então quer dizer que vai

Então quer dizer que vai baixar o preço do gás de cozinha?

PauloBR

- 2015-09-16 18:23:53

Corre. Serra!

Entrega logo a Petrobras para a Chevron antes que os brasileiros descubram que a empresa não é mau negócio..,

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador