51 países não esperaram aprovação das “Anvisas” para comprar vacinas, diz BBC Brasil

Reino Unido e Estados Unidos saíram na frente e anunciaram compra de vacinas ainda em maio de 2020. Foram 90 milhões e 300 milhões de doses da Astrazeneca

Reprodução

Jornal GGN – Um levantamento feito pela BBC Brasil com dados da Universidade de Duke derruba o argumento do governo Bolsonaro, de que adiou a compra de vacinas do Butantan/Sinovac e Pfizer porque não tinha aprovação de uso dos imunizantes pela Anvisa, a agência nacional reguladora de medicamentos.

Segundo reportagem divulgada nesta sexta (4), 51 países não esperaram aprovação de suas “Anvisas” e anteciparam os acordos para adquirir milhões de doses de vacinas que ainda estavam em fase de desenvolvimento.

O próprio Brasil está na lista de 51 países, já que anunciou a compra de 90 milhões de doses da Astrazeneca em agosto de 2020, antes do laboratório concluir os estudos sobre segurança e eficácia.

O problema é que, no caso do Brasil, o governo federal não diversificou nem comprou vacinas em volume suficiente, quando a janela de oportunidade estava aberta. A CPI da Covid mostrou que Bolsonaro ignorou dezenas de propostas da Pfizer e Butantan.

Em todo o mundo, os contratos vinculavam a entrega e aplicação das vacinas na população à comprovação de eficácia e segurança das vacinas e aprovação das agências reguladoras. Isso não impediu que os países antecipassem as negociações para garantir doses para seu povo.

A BBC informa, por exemplo, que Reino Unido e Estados Unidos saíram na frente e anunciaram compra de vacinas ainda em maio de 2020. Foram 90 milhões e 300 milhões de doses da Astrazeneca, respectivamente.

Até janeiro de 2021, os países contrataram, juntos, mais de 5,4 bilhões de doses de vacinas contra Covid-19.

“Vale destacar que nenhum país aplicou esses produtos antes da liberação por essas entidades de saúde pública: a negociação antecipada serviu apenas para garantir os primeiros lotes fabricados”, ressaltou a BBC.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome