A Educação no pós-Bolsonaro: entrevista com ex-ministro Renato Janine Ribeiro

Ex-ministro da Educação do governo Dilma Rousseff fala a Luis Nassif de sua experiência na pasta e comenta os próximos passos que devem ser dados no setor

Publicado originalmente em 2/9/2020

Jornal GGN – O ex-ministro da Educação do governo Dilma Rousseff, Renato Janine Ribeiro, é o entrevistado da série Refundação do Brasil, exibida na TV GGN e comandada pelo jornalista Luis Nassif. 

Ribeiro abre a conversa explicando os mecanismos adotados em sua passagem pelo Ministério da Educação (MEC) para que a qualidade das escolas públicas fossem destacadas, a partir do nível socioeconômico dos estudantes e não por parâmetros que promovem ainda mais a desigualdade social. 

O ex-ministro esclarece os questionamentos sobre as cotas raciais, o avanço dos órgãos de controle sobre as universidades no período pós-impeachment e a como a situação econômica do governo Dilma refletiu na educação.

A discussão segue sobre os avanços da luta por inclusão. Inclusive sobre a obrigatoriedade para garantir o direito da criança, incluindo aquelas com necessidades especiais, nas escolas públicas. 

Falando a fundo sobre como recuperar a educação pública pós governo Bolsonaro, Janine Ribeiro afirma que para uma refundação do setor é preciso que haja parceria da União com os municípios e, assim, promover uma melhor qualidade da educação básica, a partir de um aprimoramento de profissionais que coloquem em prática técnicas efetivas de alfabetização.  

Janine Ribeiro ainda comenta os desafios de colocar em prática métodos modernos de pedagogia, as variáveis do pacto nacional de alfabetização, a falha sistêmica do setor, a importância do ensino técnico, o embate da parceria entre universidades e a indústria, as atribuições de ciência e tecnologia ao MEC e mais. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome