As piadas de papagaio

Agora há pouco tentava lembrar uma piada de papagaio da minha infância. Lembrava apenas doo desfecho, que a gente repetia sempre que algum colega soltasse um pum: “Prefiro a morte do que o cheiro forte”.

Não me lembrei do resto e nem me lembrei  a razão do papagaio ter ganhado essa relevância nas piadas.

Quem se lembrar de alguma piada de papagaio, que traga aqui para nosso acervo/

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Professor cria site de notícias traduzidas da mídia progressista argentina

20 comentários

  1. Será esta?

    A portuguêsa de retorno para a terrinha resolveu levar um papagaio. Diz ao papagaio: Na hora da revista, vou te esconder na roupa e você fica quietinho,não fala nada. Para amedrontar o papagaio diz: Se você falar eles vão te descobrir e te matar.
    Na hora do embarque ela pega o papagaio e coloca dentro da calcinha e vai na fila, em frente ao policial de revista, o papagaio não se aguenta, sai da calcinha e grita em alto e bom som :

    Prefiro a morte ao cheiro forte!

  2. final das piadas

    Ainda hoje conversava com minha companheira a respeito de uma crônica do Veríssimo na qual ele se lamenta de lembrar apenas os trechos finais das piadas e relaciona uma série delas. É uma crônica divertidíssima, mas… eu não me lembro o nome dela, nem onde foi publicada….

  3. A Piada do Papagaio

    Tnha um papagaio e um super rato à passarinho numa gaiola. Quando então ela se abriu o super rato à passarinho saiu voando. O que o papagaio disse ao seu colega?

    – Passaros!

  4. O papagaio e o bombeiro

    Piada contada por Jô Soares nos anos 80.

    Uma senhora de idade, que morava somente com seu papagaio, precisou chamar o bombeiro para resolver um problema de vazamento no cano d’água, que vinha diretamente da rua e estava inundando sua casa.

    Passado algum tempo de espera, a velhinha ouviu os sinos da igreja e pensou: “Vou à missa, pois o bombeiro não virá mais” e foi.

    Logo depois chegou o bombeiro, bateu na porta e o papagaio perguntou, pelo lado de dentro:

    — Quem é?

    E o bombeiro respondeu:

    — É o bombeiro, minha senhora!

    Novamente o papagaio perguntou:

    — Quem é?

    E novamente o bombeiro respondeu:

     — É o bombeiro, minha senhora! Será que a senhora se esqueceu de que me chamou?

    — Quem é?

    — É O BOMBEIROOOOOOOOOOO!!!!

    — Quem é?

    — Eu Já disse mil vezes que SOU O BOMBEIROOOOOO!!!!!

    — Quem é?

    — PQP, EU – S O U – O – B O M B E I ….

    E o coitado caiu duro no chão, seu coração não aguentou tamanho cinismo da velhinha.

    Logo chega a velhinha, que vendo o corpo no chão, perguntou:

    — Quem é?

    E o papagaio respondeu:

    — É o Bombeiro!!!

  5. Serve de morcego?

    Nassif,

    De papagaios existem muitas. Raras são as de morcego e eu vou contar uma boazinha (para crianças, é claro!)

    Papai morcego

    O morcego decidiu fazer uma competição entre seus três filhos pra ver quem arrumava sangue mais rápido.

    O filho mais velho saiu voando e voltou em 60 segundos com a boca suja de sangue.

    O pai perguntou:

    _ Onde você arrumou esse sangue?

    _ Tá vendo aquele boi ali?

    _ Tô.

    _ Foi dele.

    _Muito bem – disse o pai morcego.

    O segundo filho saiu voando e voltou em 30 segundos com a boca suja de sangue.

    O pai perguntou:

    _ Onde você arrumou esse sangue?

    _ Tá vendo aquela mulher ali?

    _Tô.

    _ Fo dela.

    _ Ótmo – elogiou o morcegão.

    O filho mais novo saiu voando e voltou em 15 segundos com a boca suja de sangue. Novamente o pai pergutou:

    _ Onde você arrumou esse sangue?

    _ Tá vendo aquele poste ali?

    _ Tô.

    _ Pois é, eu não vi.

     

  6. Uma de papagaio pra não ficar devendo…

    De madrugada, um ladrão invade uma casa. Enquanto anda pela casa, bem de mansino, ele escuta uma voz:

    _ Jesus está te olhando!

    O ladrão pára, apavorado, quase se borrando nas calças. Nervoso, olha em volta. Num canto escuro, nota uma gaiola e um papagaio dentro dela.

    Pergunta para o papagaio:

    _ Foi você que disse que Jesus está me olhando?

    _ Sim – responde o papagaio.

    O ladrão dá um suspiro de alívio e pergunta ao papagaio:

    _ Qual é o seu nome?

    _ Louro, diz a ave.

    _ É um nome muito besta para um papagaio. Quem foi o babaca que te deu esse nome?

    _ O mesmo babaca que deu o nome de Jesus àquele pit bull ali…

  7. Piada de Papagaio

    Em um navio em alto mar um mágico dava um espetáculo.

    No alto do palco estava um papagaio empoleirado.

    Toda mágica que era feita ,o papagaio dedava … Eu vi ..ele tirou da gaveta …

    E assim o papagaio acabou com o espetáculo …

     

    De repente o navio afunda tragado por um furacão…

    Só sobraram o mágico e o papagaio agarrados a uma tábua ….

    No primeiro dia um olhava para o outro e nada falavam…

    No segundo dia a mesma coisa…

    No terceiro dia o papagaio não resistiu:

    Voce venceu diga onde escondeu o navio.

  8.  
    Essa eu ouvi nos anos 50,

     

    Essa eu ouvi nos anos 50, quando menino. O dono da venda mantinha o papagaio que saudava os clientes na entrada:

    — Isso é velho! Isso é velho! Isso é velho!…

    O dia inteiro e a mesma cantoria “Isso é velho!…” O vizinho já estava de saco cheio com a ladainha do papagaio e estudou uma solução para o caso. Adquiriu outro papagaio e treinou o bicho para repetir a frase:

    — O dono da venda é corno! O dono da venda é corno! O dono da venda é corno!…  

    Dias depois, em frente da casa, lá estava o novo papagaio chamando a atenção de quem entrava e saía da venda:

    — O dono da venda é corno! O dono da venda é corno! O dono da venda é corno!…

    E o papagaio do dono da venda repetia seu rifão:

    — Isso é velho! Isso é velho! Isso é velho!…

     

  9. papagaio venezuelano
    En

    papagaio venezuelano

    En Venezuela, un niño regresa de la escuela a su casa, cansado y faminto y le pregunta a su mamá:
    – Mamá, que hay de comer?
    – Nada, mi hijo.
    El niño mira hacia el papagayo que tienen y pregunta:
    – Mamá, por qué no papagayo con arroz?
    – No hay arroz..
    – Y papagayo al horno?
    – No hay gas.
    – Y papagayo en la parrilla eléctrica?
    – No hay electricidad.
    – Y papagayo frito?
    – No hay aceite.
    El papagayo contentísimo gritó:
    PUTA QUE LO PARIÓ, VIVA HUGO CHÁVEZ!!!!!!

     

    • Diz a lenda

       Ai o cumpade Uóxitu tava andando numa praia deserta e por acaso encontra um de seus muitos papagaios, esse tinha alma de poeta, ao ver o dono, todo animado, o penoso exclamou “Oh que lindo céu estrelado”, acostumado com a paisagem e bom de verso o cumpade não deixou por menos…

      quem entendeu não explica!

  10. PAPAGAIO PELADO

    A moça todo dia passava pela casa do papagaio e falava:

    – Ei  papagaio véi do c..  pelado!

    Um belo dia ela passou com o namorado e falou:

    -Ei papagaio véi  pelado!

    O papagaio respondeu:

    – E o c..? 

  11. O papagaio da casa

    A mulher se empetecava todo dia de manhã antes de sair.

    Na hora de sair passava ao lado do papagaio, que sempre dizia:

    – Já vai, hein?….

    Todo dia era assim.

    A mulher se arrumava, passava pelo papagaio, e ele:

    – Já vai, hein?

    Todo dia…

    – Já vai, hein?

    Um dia a mulher não aguentou. Chamou o marido e disse:

    – Não aguento mais esse papagaio! Todo dia que saio ele já vem falando uma besteira pra mim! Não aguento!

    O marido não acreditou.

    – Não é possível! Todo dia passo por ele e ele até me dá bom dia! É um papagaio ótimo!

    – Isso é só com você! Ele não para de mexer comigo! Fica falando “já vai, hein?”

    Para tirar a prova, o marido resolveu enganar o papagaio.

    Vestiu-se com a roupa da mulher e colocou até uma peruca igual.

    Ia saindo e passando ao lado do papagaio quando este disse:

    – Ô louco! Além de corno é viado!!!!

  12. O dono da venda é corno…

    O dono da venda é corno…

     

    Essa eu ouvi nos anos 50, quando menino. O dono da venda mantinha o papagaio que saudava os clientes na entrada:

    — Isso é velho! Isso é velho! Isso é velho!…

    O dia inteiro e a mesma cantoria “Isso é velho!…” O vizinho já estava de saco cheio com a ladainha do papagaio o dia todo e estudou uma solução. Adquiriu outro papagaio e treinou o bicho para repetir a frase:

    — O dono da venda é corno! O dono da venda é corno! O dono da venda é corno!…

    Dias depois, em frente da casa, lá estava o novo papagaio do vizinho chamando a atenção de quem entrava e saía da venda:

    — O dono da venda é corno! O dono da venda é corno! O dono da venda é corno!…

    E o papagaio do dono da venda dava o troco:

    — Isso é velho! Isso é velho! Isso é velho!…

     

  13. Papagaio Coruja

    Mas a melhor é a do mineiro que queria um papagaio. É bem antiga, mas sempre dou risada com ela.

     

    O mineiro foi a uma loja de animais querendo um papagaio que fosse falador.

    O vendedor, percebendo a ingenuidade do mineiro, vendeu-lhe uma coruja dizendo que era um papagaio.

    O mineiro saiu da loja todo contente.

    Um dia estava o vendedor andando na rua quando o mineiro o reconheceu. O vendedor gelou de medo. Ia apanhar do mineiro.

    – Ô seu vendedô, tudo bão? Queria te agradecer pelo papagaio que me vendeu!

    O vendedor, sem nada entender, perguntou:

    – Ué, o senhor gostou do papagio?

    – Por dimais da conta!

    – Mas ele fala contigo???

    – Ói, falá num fala não…. Mas presta uma atenção!!!!

  14. O cara ganhou um papagaio de

    O cara ganhou um papagaio de um amigo e ia para casa quando passou pelo cinema e viu que estava passando o filma que esperara tampo para ver. Imediatamente comprou um ingresso e ia se dirigindo para a entrada quando lembrou do papagaio. Colocou-o para dentro das calças para não ser barrado e ao entrar comprou um saco de pipocas. Sentou-se abriu a braguilha , colocando a cabeça do papagaio para fora e vez por outra lhe dava uma pipoca para evitar que começasse a falar. Ao seu lado uma velhinda olhava espantada a cena, quando o cara lhe perguntou que que é, nunca viu?. Imediatamente a velhinha respondeu: olha meu  filho, ver eu já vi muitos, de todos os tipos e tamanhos, mas que comesse pipoca é o primeiro.

  15. O cara chega em uma loja de

    O cara chega em uma loja de animais para comprar um pássaro. O vendedor lhe mostra dois papagaios.

    – Este tem um ano e meio, canta todas as sonatas para violino de Beethoven e as sinfonias de Mozart.

    – Quanto custa?

    – R$ 1.500,00.

    – Já este outro tem 25 anos, já não fala nada, e custa R$ 5.000,00.

    – Porque o que não fala nada custa mais que o outro, que tem um repertório maravilhoso? – pergunta o cliente.

    – É porque o mais novo chama ele de Maestro!  

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome