Auxílio emergencial: Governo Bolsonaro deve diminuir valor e cortar beneficiários

Equipe econômica de Guedes estuda o futuro da ajuda em meio a pandemia. Congresso pressiona para que benefício estenda no valor de R$ 600

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Jornal GGN – O governo de Jair Bolsonaro (sem partido) deve diminuir o valor e reduzir o público de baixa renda até então beneficiado com R$ 600 do auxílio emergencial, se for dar continuidade ao programa, iniciado no mês de abril em decorrência da pandemia da Covid-19. As informações são do Uol. 

Segundo a reportagem, uma fonte da equipe econômica do ministro Paulo Guedes confirmou que no caso de extensão da ajuda há possibilidade de diminuir a gama de beneficiários, “já que o público que tem acesso ao benefício é amplo”. 

Inicialmente, o auxílio foi anunciado com duração de três meses, mas em julho o governo decidiu pela prorrogação por mais dois meses. Agora, a pressão do Congresso é que a ajuda de R$ 600 dure até dezembro.

No entanto, o governo de Bolsonaro também negocia sobre o valor das próximas parcelas e estuda a possibilidade de uma Medida Provisória (MP) para diminuir o pagamento.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Covid-19: que vacinas estão à frente na corrida?

2 comentários

  1. O ovo de serpente “botado” e “aninhado” pelo bolsonário: experimenta diminuir o valor eou cortar o número de beneficiários para ver sua “aprovação” crescer tal rabo de cavalo… Mexer com dinheiro é complicado.

  2. O auxílio foi aprovado para atender uma situação emergencial de quem ficou sem renda de uma hora para outra. Embora o limite de até R$28 mil de renda anual no ano de 2018 ou 19,não lembro bem,não faça de ninguém um milionário é preciso entender que ,com a retomada ainda que parcial das atividades,muitos já não necessitam mais desta forma de auxílio e, com isso,possibilitaria estender o período aos mais necessitados talvez até de forma definitiva.

    1
    1

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome