Bolsonaro cancela Renda Brasil após Economia estudar tirar R$ 10 bilhões dos pobres

Bolsonaro diz que governo jamais cortaria verbas dos mais pobres para dar aos paupérrimos, após saber que Ministério queria congelar benefícios a aposentados e deficientes

Jornal GGN – Jair Bolsonaro gravou e postou nesta terça (15), um vídeo anunciando que “até 2022, o meu governo está proibido de falar em Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”. A decisão foi tomada depois que a mídia revelou que a equipe de Economia estudo tirar R$ 10 milhões dos pobres para gerar o orçamento do Renda Brasil.

Os recursos, segundo reportagens, viriam do congelamento das aposentadorias e do corte de benefícios pagos a pessoas deficientes.

“Eu já disse há poucas semanas que jamais vou tirar dinheiro dos pobres para dar para os paupérrimos. Quem porventura vir a propor para mim uma medida como essa, eu só posso dar cartão vermelho para essa pessoa”, disse Bolsonaro.

“Pode ser que alguém da equipe econômica tenha falado isso, mas da parte do governo, jamais vamos congelar os aposentados, bem como jamais vamos fazer com que o auxílio para idosos e pobres deficientes seja reduzido para qualquer coisa que seja”, prometeu.

“Para encerrar, até 2022, o meu governo está proibido falar em Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora