Bolsonaro segue ironizando uso de máscara contra coronavírus

Enquanto país se aproxima das 200 mil vidas perdidas, presidente faz piada sobre o uso de proteção defendida pelos médicos e cientistas

O Presidente Jair Bolsonaro durante Visita alusiva à liberação de 27km de trecho duplicado da BR-116. Foto: Alan Santos/PR

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro continua a fazer piada sobre o uso da máscara de proteção facial, uma das formas de proteção contra o coronavírus defendida por cientistas e médicos.

“Sabia que o tio estava na praia nadando de máscara? Mergulhei de máscara também, para não pegar Covid nos peixinhos”, ironizou o presidente enquanto falou de seu recesso no litoral paulista – o comentário foi feito enquanto Bolsonaro conversava com um grupo de apoiadores na porta do Palácio do Planalto.

O presidente fez uma referência ao fato da mídia ter destacado que ele não usou máscara ao mergulhar de uma lancha e causar aglomeração de banhistas na cidade paulista de Praia Grande, em 1º de janeiro.

Lembrando que Bolsonaro não tem usado máscara em suas aparições públicas, é crítico contumaz das políticas de distanciamento social e defende o uso de medicamentos que não tem eficiência científica comprovada contra o coronavírus. Ele também acredita que a pandemia de covid-19 foi potencializada pela mídia, o que acaba por comprometer seus objetivos econômicos.

Enquanto isso, os dados do consórcio de imprensa mostram que o Brasil contabiliza 196.029 vidas perdidas e 7.732.071 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. E esses números devem avançar por conta das aglomerações vistas pelo país no Natal e no Ano Novo. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

 

Leia Também
A festa não pode parar. Mesmo com mortos na sala, por Vladimir Safatle
GGN Covid Mundo: entre 20 países mais populosos, 12 estão na 2a onda
Prevaricação, por Wilson Ramos Filho (Xixo)
GGN Covid Mundo: o extraordinário desempenho dos países asiáticos
Governo Bolsonaro tem gasto recorde milionário para melhorar imagem no exterior

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora