Carvalhosa, o moralismo e a Lava Jato: uma questão de negócios, por Luis Nassif

O que leva um advogado octagenário, bem sucedido, a se tornar um troll de Twitter, propondo o fogo do inferno para os ímpios, prisão para Ministros do Supremo e o escambau?

O advogado em questão é Modesto Carvalhosa, velho advogado comercialista paulista, da melhor estirpe quatrocentona. Conheço-o desde os idos dos anos 70, quando se discutia a nova Lei das Sociedades Anônimas. Jovem repórter do caderno de investimentos da Veja, eu ouvia Carvalhosa para obter frases de impacto, Fábio Comparato e jovens advogados de futuro, como Aryoswaldo Mattos Fiho, para conseguir análises e explicações.

Carvalhosa já tinha o estilo histriônico de hoje e o utilizava muito bem como ferramenta do seu marketing profissional. Conseguia espaço na mídia dando o lead e, através dele, incrementava seu escritório.

O Carvalho tuiteiro é apenas um upgrade do mancheteiro dos anos 70.

No Twitter, há duas maneiras de receber mensagens. Uma, seguindo o autor das mensagens. Outra, seguindo alguém que retuíte as mensagens de terceiros. Não sigo Carvalhosa e constantemente sou brindado com suas mensagens, sem que ninguém as tenha retuitado. Significa que as mensagens estão sendo impulsionadas. Isto é, alguém paga para que essas mensagens consigam alcançar outros públicos.

Nenhuma novidade. Acontece o mesmo com Augusto Nunes, José Roberto Guzzo e outros jornalistas que aprenderam a “lacrar” em mensagens curtas. Provavelmente sao agências a serviço do lavajatismo selecionando tuítes “lacradores”.

Mas, no caso de Carvalhosa, o buraco é mais embaixo.

Analise o tuíte abaixo.

A tal reportagem do Crusoé limitava-se a publicar um e-mail de Marcelo Odebrecht – provavelmente vazado pela Lava Jato – em que informa que existe um “amigo do amigo do meu pai”, que provavelmente seria Toffoli. O e-mail é do tempo em que Toffoli era Advogado Geral da União. E o e-mail não menciona nenhuma irregularidade ou tentativa de irregularidade.

Leia também:  Assista: Xadrez do dossiê do Intercept, por Luis Nassif

Portanto, Carvalhosa sabe que não serviria sequer para uma manchete em jornal sério. Por que se comporta assim, então?

A idade estaria nublando a razão? Pelo contrário, Carvalhosa está mais atilado que nunca e descobriu no Twitter o maior impulsionador dos seus negócios advocatícios. Isto mesmo !

O bravo Carvalhosa é sócio da Lava Jato em uma reedição da class action, pela qual advogados espertos dos EUA arrancaram US$ 3 bilhões da empresa, com participação direta da Lava Jato. Poderá ser o maior negócio de sua bem-sucedida carreira de advogado.

Entendendo o golpe contra a Petrobras

Legalmente, uma empresa de capital aberto pertence aos seus acionistas. Há duas maneiras da corrupção incidir sobre a empresa.

A primeira, é quando a corrupção é em benefício da empresa. Isto é, permite fechar contratos, aumentar as vendas das empresas e o valor das ações. Se é propriedade de todos os acionistas, todos ganharam com a corrupção – mesmo sem estar diretamente ligado a ela. Logo, é justo que a empresa pague pelo praticado a quem perdeu – as empresas, clientes ou competidores vitimas da corrupção.

A segunda, é quando a empresa é vítima da corrupção. Se é vítima, significa que foi prejudicada.

A Petrobras claramente se enquadra nessa segunda situação.

Se foi prejudicada, o prejuízo incidiu para todos os acionistas. Ou seja, TODOS os acionistas perderam.

Se uma parte desses acionistas aciona a empresa para ser indenizada, o valor da indenização incidirá sobre o conjunto restante de acionistas. Portanto, um grupo de acionistas espertalhões, assessorados por advogados espertalhões, estão avançando sobre o patrimônio dos demais acionistas que perdem duas vezes: pelos desmandos dos executivos da companhia, e pelas indenizações pagas a apenas uma parte dos acionistas.

Leia também:  Moro decide ir ao Senado e prestar esclarecimentos antes de ser convocado

Pode-se separar os acionistas entre os antigos e os que adquiriram as ADRs da Petrobras. Mas a lógica vale para todos.

O cálculo da indenização

Há vários indícios de que houve corrupção no acordo firmado com os órgãos americanos.

Primeiro, no cálculo da corrupção da Lava Jato. A Lava Jato inferiu que a corrupção foi de 3% sobre todas as obras do período, baseada na tal tabela Barusco – que indicou esse percentual de propina em algumas obras. Incluiu-se até um ajuste contábil nessa conta, o impairment, uma baixa no balanço ligada exclusivamente à queda nas cotações internacionais.

No início, imaginou-se que esses erros básicos de cálculo se deviam apenas aos exageros da Lava Jato, para mostrar serviço. Mesmo porque as propinas saíam da margem de lucro das empreiteiras.

Quando foi negociada a class action, percebeu-se a extensão da manobra: serviriam de base para os pedidos de indenização, nas ações abertas nos Estados Unidos.

Ora, era evidente que a queda no valor das ADRs  se deveu a dois fatores: queda nas cotações internacionais de petróleo (que obrigaram ao impairment, isto é, à readequação dos valores contábeis às novas expectativas de faturamento) e o terrorismo disseminado pela Lava Jato, inclusive levando provas documentais para o Departamento de Justiça processar a empresa. A incógnita era o tamanho da multa e as represálias a que a Petrobras estaria sujeita.

Mesmo com todas essas manobras, os valores apontados não chegavam a US$ 1 bilhão. E a Petrobras, com aval da Lava Jato, pagou US$ 3 bilhões para acabar com as ações americanas. Não há nenhuma explicação para o valor pago. O acordo dependia apenas da concordância das partes – a Petrobras representada por Pedro Parente e a supervisão da Lava Jato.

Leia também:  Moro avisa à imprensa que não vai comentar nada sobre dossiê Intercept

E onde entra nosso bravo Carbonário, o Carvalhosa? Ele abriu uma class action para investidores brasileiros, nas mesmas bases do americano. Deu para entender seu empenho em defender a Lava Jato?

Não se trata da última batalha de um patriota em defesa de sua terra, mas a maior tacada de um advogado no fim da sua vida, explorando a indústria da anticorrupção inaugurada pela Lava Jato, e sem a menor preocupação com instituições, com o país e com a moralidade.

Aliás, nos próximos dias, o juiz Jed Rakoff, da class action, que presenteou um escritório obscuros, o Pomeranzt, conferindo-lhe a liderança das ações nos EUA, estará em São Paulo palestrando em um evento, ao lado do nosso bravo Carvalhosa.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

31 comentários

  1. O juiz agia como se fosse um político, o procurador tentou virar empresário com dinheiro ilegalmente obtido no processo e agora o advogado pensa que é carcereiro de Ministros do STF. Se tivesse imposto limites aos abusos da Lava Jato o STF teria evitado várias confusões.

  2. O texto é finalizado focando na exploração da indústria da anticorrupção sem preocupação por parte destes aproveitadores com o país e com a moralidade.
    Infelizmente, falar em moral para pessoas ou grupos que lucram extorquindo seu país, seu povo e as instituições, é como pregar no deserto.
    Tudo bem que este já está velhinho e daqui a pouco ‘canta pra subir’, mas tem muito novinho nesta trilha hipócrita.

  3. Percebe-se que toda a “maquinação” ocorreu entre o DoJ/CIA/PETROBRAS/MPF… uma sacanagem combinada entre todos, daí as maneiras pelo menos “não convencionais” na partilha do butim, e a rapidez na realização dos pagamentos… ou seja, um crime premeditado, que não contou com a presença dos representantes legais do país, uma vez que grande parcela foi atribuída ao “governo brasileiro”, que o MPF criminosamente se diz representar e inclusive CRIAR UMA ONG FANTASMA, controlada pelo MPF de cu-ritiba… rapidamente HOMOLOGADA pela juíza da 13ª VF de cu-ritiba (quem lhe outorgou tais poderes ?) consolidando o TRAMBIQUE e as formas “legais” de fazer o “acerto” da quadrilha do lado de cá… existem alguns personagens que não estão aparecendo “oficialmente” na trampolinagem, mas pela importância na questão, pode-se presumir quem são…
    numa tramóia dessas dimensões, qualquer “percent” representa valores altíssimos, suficientes para resolver a vida financeira de qualquer pessoa…
    Explica também o ódio que devem estar sentindo da PGR, que jogou água no chope dos larápios… e dos membros do STF, que suspenderam a “operação”… daí a campanha midiática movida contra ministros da suprema Corte… Com certeza, nessa “parada” não foram “convidados” para participar.
    Será que esse pessoal da FARSA JATO pensou que ninguém iria perceber a extensão do golpe ? Acham que os grandes centros não possuem “raposas” acostumadas com essas trapaças ? Vamos continuar a cobrar a definição desse e de outro “trampo” feito com a ODEBRECHT, de R$ 8,5 BILHÕES, que tornou-se “secreto”… inclusive para o próprio Governo… Cabe ao STF passar a limpo essas duas “operações” e outras realizadas nos mesmos moldes…e não se esqueçam do Pedro Parente… O jurista Carvalhosa já devia estar se preparando para receber os valores dos seus “clientes”… e viu a grana escorrer entre os dedos…

  4. Tem pessoas que envelhecem e torna-se como o melhor vinho; mas tem gente que apesar da idade não envelhece e sim tornam-se velhaco, este é o caso deste oportunista, que em pouco tempo morre até mesmo para a história sem necessidade de imaginar a eternidade.

  5. Não sei porque essa gente quer tanto dinheiro e poder. Deviam honrar seu país, sua gente ao invés de ficarem passando vergonha. Gente estupida!

  6. Em tempos obscuros surge sempre o “homem referencial”, o “homem sem macula”, o “homem de bem”, o mais puro entre os puros, são os piores, atras do falso moralismo surge o mercador de
    tudo, o fuinha de qualquer negocio, o espancador de mulheres, o adulador, o falso amigo, desde
    tempos remotos esse personagem reaparece em tempos sombrios, é a velha UDN carioca rondando os quarteis, é o Senador Joseph McCarthy, acusando todos de comunistas até ser desmascarado
    como canalha, nada há de pior na humanidade do que o moralista apontando o dedo para os impios.

    • Sr. André Araujo ,o senhor foi no ponto/touché, acabei de ler um toupeira canalha que me deu vômito e como foi dito: “Em tempos obscuros surge sempre o “homem referencial”, o “homem sem macula”, o “homem de bem”, o mais puro entre os puros, são os piores, atras do falso moralismo surge o mercador de
      tudo, o fuinha de qualquer negocio, o espancador de mulheres, o adulador, o falso amigo, desde
      tempos remotos esse personagem reaparece em tempos sombrios, é a velha UDN carioca rondando os quarteis, é o Senador Joseph McCarthy, acusando todos de comunistas até ser desmascarado
      como canalha, nada há de pior na humanidade do que o moralista apontando o dedo para os impios.(andre araujo) . # acrescentando: ao velhaca toupeira: me engana que eu gosto#

  7. O Governo Lula era a força que blindava o povo brasileiro contra as garras e bicos da rapinagem internacional.

  8. Excelente análise do Nassif, como sempre!
    A atuação desse cidadão, para lucrar e lucrar às custas do país talvez sirva para ele levar sua fortuna no caixão, ou comprar um caixão de ouro, ou talvez subornar algum diabo no inferno.
    Uma mensagem ao André Araújo, sempre certeiro. Estou lendo e aprendendo muito com o livro Moeda e Prosperidade. Parabéns e obrigado André

  9. Nassif. Parabéns pelo excelente comentários. Você é imparcial desmascara esses crápulas.
    Na realidade estamos vivendo um momento terrível em nosso país. Um jornalismo como esse é que nos dá esperança de ainda conseguir mudar. Um país que tem MINIXTROS como: Damares (a goiabada), Ernesto, Moro (juiz miojo), Guedes (tutchuca), o Laranja do Turismo, Abraham……, Onizes(marca de chuveiro elétrico).
    E na camara a tal de Joice (dispensa comentários), Alexandre Frota (também dispensa comentários) entre outros do PSL(Partido dos Só Laranja). E pra concluir um presidente chamado BOLSANARO (esse é o cúmulo do absurdo).

  10. Aguentaram o PT enquanto puderam, mas um viciado não consegue ficar longe das drogas, roubar do Estado, um saque muito maior vem sendo realizado desde 2016 na cara dos brasileiros que se pintaram de verde e amarelo. Como explicar uma tamanha idiotice e anti-nacionalismo? É o pedaço que cabe nesse território, o butim migalha das classes médias altas que ficam longe da ‘gente diferenciada’. Operação Condor revelada ainda mais hoje, Europa vindo à Buenos Aires, a capital do fascismo latino-americano dos anos 60-70-80, para buscar know-how contra os seus subversivos.

  11. Adoraria estar em minha casa, num almoço com minha esposa e entre uma garfada e outra, pudesse em poucas palavras, sem nenhum engasgo, informa-lá sobre esse crime contra à petrobas, e ao povo brasileiro e… não consigo. Não conseguiria, juro, nem em saula de aula que apesar do auxílio da lousa, me faltaria adesão dos alunos num assunto que desprestigiasse a lava jato. Ja fui filmado por um aluno do colegial, bolsonarista. Tenho tido medo e lá, me calo. Estou velho e cansado. Mas, aqui em casa, eu e minha esposa, estamos ligados à todas mídias alternativas progressistas e não teria medo algum de comentário qualquer. Mas, o que me impede falar sobre isso, é o fato de eu não saber traduzir o texto jurídico/econômico para palavras simples e fazer a comunicação. Talvez, para todos, agora, que me lêem, já me demonstrei ser um imbecil total por não ter entendido um texto minuciosamente pensado para ser uma comunicação a todos que o leia. Não sei, mas penso que a linguagem teria de ser um instrumento da democratização e me desculpe se torno petulante em pedir, se for possível, diminuir em alguns graus o nível da linguagem ao se referir às coisas que estão acontecendo no meu país tão cheio de iguais a mim.

  12. CaRAlhosa é a figura típica do velho sovina: Depois de amealhar milhões durante a vida, gostando de manteiga, continua a consumir margarina para economizar R$ 1,00 a cada 200 gramas.
    Na verdade um espertalhão que não se importa com ética ou honestidade, apenas com a grana.
    Não importa se o ato é imoral, o que importa é encher os bolsos.
    Dia desses disse no Jornal da Cultura que a solução para o Brasil é acabar com as favelas. Fico pensando como um cara que criticou todos os programas sociais durante os governos Lula e Dilma, como o Bolsa Família e o Minha Casa Minha Vida, acabaria com as favelas… Passando com tratores por cima delas? Não duvido…

  13. Parabéns Nassif você é um dos únicos analistas do chamado campo progressista a não embarcar na onda dos ataques ao STF sob o biombo de uma pretensa defesa da liberdade de expressão.

    O inimigo número 1 do Brasil e dos interesses populares chama-se LAVA A JATO o resto é perfumaria.

  14. – “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”.
    (Senado Federal, RJ. Obras Completas, Rui Barbosa. v. 41, t. 3, 1914, p. 86)
    …///…
    Pois é minha gente… Como se vê acima essa questão da ‘desonestidade e mau-caratismo’ na classe política e na elite dominante vem de longa data!…
    E agora, repetindo-se o ‘golpe de 64’ para a Extrema direita, travestida na UDN de então pudesse voltar ao Poder já que não conseguia através do votos, via eleição, criou-se a “Lava Jato” com o objetivo de eliminar o PT e seu principal e imbatível candidato a Presidente, abrindo-se o caminho para isso que está aí e a tentativa de TOMADA DE PODER com a criação do ‘Partido dos Procuradores’ e da ‘República de Curitiba’, mesmo que para isto seja necessário acabar com o País e entregar suas imensas riquezas ao ‘Imperialismo Internacional’, capitaneado pelo Tio San. ACORDA BRASIL !!!.
    Em tempo: Votos por sua saúde e para que continue sempre denunciando essas ‘falcatruas e roubalheiras’, que tentam de todas as maneiras manterem sob os tapetes, atitude que poucos tem coragem para tal. Que Deus lhe ilumine para ir em frente nesse combate à tantos ‘desmandos, roubalheiras e falcatruas’ desses atuais politiqueiros que tomaram o Poder!!!

  15. O pior é que ainda hoje existe pessoas que acham que a Petrobrás é corrupta, logo deve ser privatizada…isto é, ficar fora da “estrutura corrupta”do Estado e próximo da “pureza” do Mercado.
    Quanta estupidez

  16. Quando li esse artigo, confesso, minhas melancolias, já persistentes, flertaram com a depressão…… Eu já sabia que nossos procuradores lavajateiros, o sr. Moro e o Parente, ex-presidente da Petrobras haviam feito um acordo SUJO, com o dinheiro do povo brasileiro, para enriquecerem acionistas americanos e os advogados ABUTRES que ganham milhões de dólares de países corrompidos em seu Judiciário e governo, como o Brasil….. Mas ver de modo mais cristalino como foi a roubalheira, e tudo em nome “da justiça” (sic…) me dá nojo! Hoje, sabemos porque Dallagnol, Moro e todos os seus cúmplices fecharam SEM DISCUSSÃO um “acordo” de TRÊS BILHÕES DE DÓLARES (quando o mercado achava que não chegaria a 1 bilhão…) de “indenização” aos coitadinhos dos americanos prejudicados pela Petrobras……. Foi uma NEGOCIATA, coisa de MAFIOSOS…. – “Solta a grana, que nós mandamos de volta um tanto pra vocês fazerem a fundação de vocês….” – E pensar que tem IDIOTA até hoje que fala que “o PT trouxe esses prejuízos à Petrobras”…… – gente tosca, sem cognição mínima com a realidade…… E vemos o papel desse advogado velhaco, sem dignidade alguma em seus 80 anos, e vemos que o juiz americano que comandou a farsa, virá aqui fazer palestras……
    Pobre Brasil….. Uma carniça exposta às hienas canalhas de dentro e de fora….. E enquanto os entreguistas nos fatiam e vendem barato, uma turba fanática e ignara baba de ódio em seu mantra preferido: “A culpa? Ora, a culpa é do PT…..” – explica o país miserável que somos……

  17. Deveriam entrar com pedido de interdição deste sr Carvalhosa, já que pela idade avançada a prisão seria demais para ele.

  18. Diante das revelações demolidoras e repuganantes sobre Carvalhosa, e lembrando a participação direta de um membro da familia imperial no governo dos psicopatas, vê-se que o movimento monarquista carece de algo muito além da conhecida falta de legitimidade…

  19. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome