Coronavírus: governo Bolsonaro corta R$ 3,9 bi em repasses

Dinheiro era direcionado para os municípios combaterem a pandemia; valor corresponde a 17% do total prometido para hospitais e tratamentos

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O governo de Jair Bolsonaro não só atrasou a liberação de recursos para os municípios lidarem com a pandemia do coronavírus, como cortou parte da verba já aprovada para repasse.

Dados do portal UOL mostram que o governo federal cortou R$ 3,9 bilhões do total de recursos que foram liberados para repasse, o que representa 17% dos R$ 23,6 bilhões prometidos para a construção de novos leitos hospitalares, compra de remédios e tratamento de pacientes infectados por covid-19.

Os dados foram obtidos pela comissão de orçamento do CNS (Conselho Nacional de Saúde) ao analisar o sistema de prestação de contas do Ministério da Saúde, e não houve justificativa para o desaparecimento da verba entre 28 de julho e 4 de agosto.

As liberações foram iniciadas em abril, quando o governo Bolsonaro prometeu R$ 4,2 bilhões aos municípios, que consideraram o valor baixo. O montante foi reajuste até atingir os R$ 23,6 bilhões anunciados no começo de agosto. Contudo, até meados de junho, apenas 34% dos R$ 16,9 bilhões prometidos até então foram efetivamente encaminhados.

 

 

Leia Também
Frente única burguesa sustenta Bolsonaro, por Marcus Ianoni
Para a História: as reações de Bolsonaro, de 0 a 100 mil mortes por Covid
Apoiadora de Bolsonaro fez MP perder prazo contra foro especial de Flávio
Coronavírus: Anvisa deve receber pedido de registro de soros de cavalos em 10 dias

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora